Nosso hotel em Sevilha ficava na Alameda Hércules, uma alameda cercada de bares e onde encontramos duas colunas com esculturas de Júlio César e Hércules construídas em 1574 pelo Conde de Barajas.

Aproveitamos para assistir cada jogo da Copa do Mundo em um bar diferente :D

alameda hércules sevilha

Nessa região da Espanha, história e tradição vivem em harmonia e assim conhecemos o Museu de Belas Artes. O prédio que hoje abriga o museu já foi o antigo Convento de la Merced Calzada fundado em 1248.

Esse museu permite uma visão completa da escola de pintura sevilhana desde o gótico até as primeiras tendências do séc. XX. Algumas salas passavam por uma pequena reforma no dia em que visitamos o museu. O ingresso custa 1,50 euros.

museu de belas artes sevilha

Outro best-seller da capital da Andaluzia é a famosa Torre del Oro. Ela foi construída no séc. XIII e fazia parte do sistema defensivo da cidade. A origem desse nome ninguémsabe ao certo, mas alguns acreditam que vem de um antigo revestimento de azulejo com reflexos metálicos. Outros dizem que sua função era servir como depósito de metais preciosos trazidos da América.

torre del oro sevilha

coqueiros de sevilla

Apesar do forte calor, subir até o topo da torre e aproveitar a rica paisagem do rio Guadalquivir que corta a cidade, do bairro Santa Cruz e dos belos coqueiros que completam esse cenário faz parte da magia da cidade.

sevilha

Se gostou do que viu, assine o blog!


    2 Comentários
  1. Que céu azul espetacular nessas fotos, não?! Vontade de voltar pra essa cidade marrrravilhosa!

    • É verdade! Não tinha reparado nesse detalhe, Mari. Não tem uma nuvem no céu. Eu voltei apaixonada pela cidade. Vale a visita mesmo :)

Deixe seu Comentário