livros de receitas

“What’s life all about? Eating, eating and sleeping.”
– Garfield and Me

Hoje fizemos um almoço mais simples pois a Natalie tinha de fazer o trabalho de conclusão de curso de manhã.

Então decidi fazer uma carne de panela que a tia da Natalie faz e que fica muito boa. A receita é relativamente simples e fácil, mas temos de ficar atentos a alguns detalhes.

Como essa receita não veio de livro algum, eu resolvi colocar a receita com o modo de preparo pois além de tudo, quero ter onde achar essa receita depois 😛

Almoço de hoje:

Aperitivo:
Caipiroska de Limão

Entrada:
Maionese
Ceasar Salad

Prato Principal:
Carne de Panela ou Carne de Caçarola

Acompanhamento:
Arroz Branco
Restodontê (Risoto)

Sobremesa:
Gelatina de Morango

7:30 am: Fred acorda e já coloca a mão na massa, digo, carne.

12:00 pm: A carne fica pronta.

É, deu pra perceber que essa é uma receita que leva um tempinho pra ficar pronta, né? Mas vale a pena!

Caipiroska de Limão:

Ingredientes:

1 Limão descascado e cortado em 8 no sentido longitudinal
3-4 colheres de chá de açúcar
Gelo
Absolut Vodka (se você usar outra eu não me responsabilizo pelo seu dia seguinte…)

Carne de Panela

Tempo de preparo: 4:30 a 5h

Ingredientes:

1,5kg de Maminha (pode ser alcatra ou lagarto, mas a melhor é maminha mesmo)
1/2 cebola picada
1 dente pequeno de alho picado
1 colher de sopa de sal
pimenta do reino a gosto
1 colher de chá de açúcar (ou o suficiente pra cobrir o fundo da sua panela)
4 colheres de sopa de óleo (ou o suficiente pra cobrir o fundo da sua panela)

HowTo:

Numa panela de pressão expalhe o açúcar e leve ao fogo alto (sempre) até ele derreter e ficar marrom. Em seguida coloque o óleo e a carne. Provavelmente a peça de carne vai ser maior que a panela. Ajeite ela de forma que fique inteira na panela. Pode cortar em 2 pedaços se necessário. Não fique com medo de furar a carne com o garfo pois isso não atrapalha no cozimento dela. Sem contar que virar 1,5kg de carne sem o garfo vai ser um pouco difícil…

NÃO TAMPE A PANELA com a tampa de pressão, pois essa é uma carne de panela e não carne cozida.

Frite por +- 5 minutos de cada lado da carne. Coloque +- 1 copo de água fervente (250ml) na panela e espere o caldo quase secar por inteiro. Se você vir que ele está espumando ou ouvir um chiado de fritura, significa que há pouca água e portanto está na hora de colocar mais água e virar a carne.

Aqui a manha é deixar sempre uma panela com água fervendo para aproveitar quando for colocar na panela da carne. Não coloque a água em cima da carne. coloque sempre dos lados.

Repita esse processo por +- 6 vezes (ou até a carne ficar bem marrom) e então adicione o sal aos poucos provando para saber se está bom de sal e depois adicione a água e vire novamente a carne.

Esse processo se repetirá até a carne ficar pronta, ou seja, você ficará de babá da carne, portanto não saia da cozinha. Aproveite esse tempo pra fazer os outros componentes do almoço.

Quando você vir que o caldo começou a engrossar, isto é, começa a formar espuma quando há pouca água, é hora de começar a colocar +- 3 copos de água a cada virada da carne.

Por volta de 2:30h de cozimento da carne é hora de adicionar a cebola e pode colocar mais q 3 copos de água a cada virada da carne pois ela já estará bem corada e agora é preciso fazê-la amolecer.

Se ao faltar +- 1:30h para o almoço e a carne ainda não estiver macia, coloque 1 colher bem cheia de fermento em pó. Esse é um segredo de cozinheira experiente 😀 Colocar abacaxi ou mamão pode fazer a carne ficar macia demais e até derreter.

Nesse momento passe a colocar água suficiente para cobrir metade da carne e ao baixar metade da água você vira a carne.

Faltando de 40 a 30 minutos para o almoço, comece a tapar a panela, mas com uma tampa comum e não a de pressão. Você não quer colocar a carne na pressão, apenas fazer com que a parte que não está na água não endureça. Preste bastante atenção para não deixar a carne queimar por falta de água.

Pronto. Retire a carne e coloque o caldo por cima dela. O caldo deve estar relativamente espesso e com um sabor bastante agradável (e concentrado) de carne. Esse molho vai muito bem com arroz branco.

Aqui está o resultado final:

A carne estava deliciosa e completamente macia!

É isso ae,
Absolut Marvila

P.S.: Vocês devem estar se perguntando o porquê do título do post. O título é só pra dizer que eu gostei desse filme (não creio que tenha saído no Brasil ainda). É um filme mamão com açúcar do Jackie Chan e Jet Li (primeiro dos dois juntos) e que é divertido e vale a pena ir no cinema se você é fã dos dois. Jackie Chan é um lutador do estilo “Drunken Fist” no filme.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    4 Comentários
  1. afinal cerveja além de ser ruim é coisa de quem não guenta.Ah, é sim, mocinha. A carne ficou bonita mesmo. Esse caldo dela deve diminuir a vida em 3.44 x 10¹² s/g.

  2. Guiness é cerveja de verdade, mas sua graduação alcoólica ainda é menor que a da vodka.Mas como já diria o velho sábio: "Gosto é igual sogra. Cada um tem a sua."

  3. Quero fazer a carne, mas tem uma coisa que eu não entendi: por que tem que ser na panela de pressão se não usa pressão?

  4. Aee 😛 primeira tentativa hehehebom, primeiro a panela de pressão é maior. 1,5 kg de carne em geral é grande e essa aí ficou meio dobrada ainda.Segundo pq a tia da natalie disse que tinha de ser nela.Terceiro… bom, acabei de perguntar pra tia da natalie e ela disse que pode ser em qualquer panela.Não é pra usar pressão pq o sabor da carne muda afinal o caldo que sobra é basicamente o caldo que sai da carne pq a água vai evaporando.Ah, não invente de tirar a gordura da carne, a não ser q vc queira jogar na cabeça de alguém depois pq a gordura ajuda a carne a nao ficar muito dura. Vc pode tirar na hora de comer, mas quando cozinhar deixa lá 🙂

Deixe seu Comentário