“De tanto levar frechada do teu olhar/ Meu peito até parece, sabe o que?/ Táubua de tiro ao álvaro, não tem mais onde furar.” Adoniran Barbosa – Tiro ao Álvaro

figo roxo

Valinhos fica no interior de SP, na região metropolitana de Caminas, a 90 km da capital. Essa cidade bucólica, mais conhecida como cidade dormitório possui hoje, aproximadamente, 105 mil habitantes.

Procurando mais informaçoes sobre Little Vales – para os íntimos – acabei descobrindo que em 1996 ela recebeu o título da Embratur de “Cidade com Potencial Turísto”. Desde então, alguns projetos tentam alçar voo e promover o agro-turismo receptivo, pois Valinhos é a capital do Figo Roxo e da Goiaba. Você pode ler um relato animado sobre essa festa clicando nesse link. Diversão garantida na Figolândia.

Mas nem só de figo se vive na Figolândia… existem certas coisas que só Valinhos faz por você:

– Por favor, não tente pedir pizza perto das onze horas da noite. Niguém mais está trabalhando.

– Não espere encontrar mais do que dois sabores diferentes de sorvete Haagen-Dazs no supermercado mais Pão de Açucar da cidade.

– Não seja grande admirador da cozinha internacional, o mais próximo que você chegará dela é comendo no McDonalds ou no Subway. Sorry about that.

– Salões de beleza ainda não trabalham nas segundas-feiras, ou seja, agende seu horário para o final de semana.

– Tenha um carro. O melhor investimento para quem acaba resolvendo sua vida em Campinas. Valinhos infelizmente é uma grande cidade dormitório 🙁

– Em Valinhos tudo vira condomínio e Igreja Evangélica.

– Nem boteco copo sujo aqui sobrevive mais de um ano. Se prepare para tomar sua dose semanal ou diária de alcool em outra cidade.

– Não espere encontrar ninguém nas ruas da cidade num domingo a tarde. Mas fique atento, todos sabem o que você anda fazendo por aí, viu? Uma coisa meio Big Brother do interior.

– Não preciso nem mencionar que estamos muito longe de ter um teatro, não é mesmo? Mas já temos um cinema e um auditório.

Entretanto, Valinhos também pode ser uma cidade divertida quando:

– Você vê os velinhos jogando bocha em um campinho na frente da fábrica da Unilever.

– Você sabe que é época de festa junina e logo logo vai acontecer o tradicional bingo da Igreja Matriz.

– Você abre a janela e escuta várias fanfarras ensaiando para o desfile de 7 de Setembro.

– Você passa quase uma hora na fila para conseguir comprar o melhor cachorro quente da cidade. Pense pelo lado positivo: pelo menos ele não leva farofa e uvas passas.

– Você ainda escuta as escolas de samba do seu bairro ensaiando a todo vapor para o desfile super concorrido de Carnaval.

– Você acorda, abre a janela e tem uma paisagem incrível te desejando “bom dia”. Desde os macaquinhos até todo o resto da fauna da Mata Atlântica que resolveu fugir e morar no seu vizinho.

– Você percebe que está a apenas 20 minutos do melhor shopping e melhor cinema da região.

– Você se lembra que em Campinas tem Pizza do Bráz e chop do Astor.

– E você está a apenas 01:20 do Fifthes mais próximo da sua felicidade.

E com vocês algumas músicas de um ilustra valinhense: Adoniran Barbosa. (Aliás, fizeram até uma estátua de bronze dele parecida com a do Drumond do RJ e colocaram pertinho da rodoviária. Que simpático)

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    7 Comentários
  1. Afora o fato de que o meu filhote ingrato está morando aí em "Lil Valleys", só o Adoniran já valinhos (eu sei, trocadilho horrível. Só valeu pela intenção) a visita. E a animação do "Tiro ao Álvaro" é impagável. A única coisa que nunca entendi foi por que a Elis canta "táubua", quando o original é "tauba". Acho que, elitista como ela só, ficou com vergonha da linguagem tosca (e, por isso mesmo, mais interessante) do Adoniran e criou um híbrido.Tragam figos pra mim quando vierem a Vix.E acho que vc esqueceu uma característica de Valinhos (ou só eu vi isso?): assim como Brasília não tem esquinas, Valinhos não tem planícies…

  2. Eu, como uma legítima pseudo-valinhense-adoradora-impaciente, adorei os atributos dados à cidade!!!!

  3. Venham morar em Curitiba, Morar !! Não só passar o final de semana e vcs terão uma saudade enorme de Valinhos.
    Amo Valinhos!!!

    • Mag,
      Valinhos tem muitas qualidades. Isso eu não posso negar. Mas também tem alguns defeitinhos que já passaram da hora de serem resolvidos.

      Para gostar de Valinhos, provavelmente, vc conhece região, certo? 🙂

  4. Olá!

    Cheguei aqui por meio do blog do Rig Freire (dicas sobre o que fazer em Chicago) e fiquei surpresa com o post sobre Valinhos!
    Sou Valinhense, moro em São Paulo há anos. Valinhos é isso aí mesmo que vocês descreveram, mas confesso que às vezes sinto saudades. Achei muito engraçado!

    Ana Paula

    • Oi Ana.

      A gente zoa com Valinhos, mas acho que não trocaríamos a vida aqui para morar em São Paulo. Pelo menos não no momento 😉 Espero que volte sempre aqui no Sundaycooks 😀

  5. Muito sem graça a narrativa, mas tentando ser hilária. Creio que todos gostam de vir curtir o que é bom na cidadezinha do interior, que fica perto de tudo e é linda. Se não gostam de suas falhas que não venham . Fiquem em suas metrópolis angustiantes. valinhos é terra de gente boa e trabalhadora, que mantem ar meio rural ainda, graças a DEUS e que não deseja ser cidade dormitório, só está sendo porque políticos e imobiliárias gananciosas fazem de tudo para tornar as chácaras em condominios. Quando tudo estiver acabado, queremos ver a paz do campo que terão !Quem quer achar restaurantes franceses e cinemas de última geração que fique em S. Paulo ou onde more. Deixem Valinhos em paz, ela não necessita de forasteiros e gozadores.

Deixe seu Comentário