Mais um capítulo da série de posts sobre Minas Gerais e seus encantos escrito pela dona Sônia.

Se você estiver organizando uma viagem a MG e surgir alguma dúvida histórica, artística, cultural ou “turística” é só perguntar. Deixe seu recadinho na caixa de comentários.

Enjoy 🙂

Capela de Sao Jose ao Fundo

Capela de São José ao Fundo

Bem, estamos cansados, não é? Nosso dia de visitas foi muito proveitoso. Ah! Bendito (?!) horário de verão, o sol ainda se faz presente, mas é cedo para voltarmos ao hotel. O que fazer nessa encantadora Ouro Preto? Minha sugestão: vá a casa Chocolates Ouro Preto. Sente-se em uma das mesinhas próximas às janelas e peça algo gelado… quem sabe um chocolate com sorvete de creme? Você decide.

Para você adoçar sua vida, eu sugiro que você prove o bolo de banana com uvas passas e canela. Ele chega quente à sua mesa e é tão fofo que praticamente desmancha em sua boca.

A casa de chocolates tem dois endereços. Se você optar pela da Praça Tiradentes, com certeza você identificará os nativos com seu sotaque cantado e os inúmeros turistas, principalmente os franceses, ingleses, italianos, alemães…. Uma babel de tipos físicos e vozes. Mas, se você optar pela do Rosário, aproveite a oportunidade e observe o Pico Itacolomi e as torres da Matriz do Pilar – o visual é maravilhoso.

Antes de deixar essa doce casa, leve com você algumas trufas, elas irão adoçar a tua vida e alimentar a tua alma. Peça, por exemplo, a de cachaça, é muito boa!

Já jogamos conversa fora, já acumulamos algumas experiências saborosas. Hora de nos preparar para voltar ao hotel, descansar se quisermos, relaxar e nos aprontarmos para sair.

Caminhar por Ouro Preto à noite é uma experiência à parte. As luzes que brilham nessa cidade patrimônio contribuem para a magia desse recanto brasileiro. Caminhe sem pressa, imagine que está indo participar de um sarau. Como em tudo que se refere ao barroco você será capturado pelo olhar.

Mas a fome ou a vontade de comer voltou. Onde iremos nesta noite estrelada? Sugiro a Pizzaria O Passo. Vamos! Ela está próxima, ali ao lado da Casa dos Contos, é só passarmos pela ponte dos Contos. Se chegarmos cedo não enfrentaremos fila de espera.
Como está calor sugiro sentarmos no terraço, assim poderemos apreciar o belo jardim, parte do horto dos contos e a própria Casa dos Contos. A vista é magnífica!

Na casa tenho duas sugestões: conheça a adega – você encontrará vinhos interessantes – e peça sem dúvida e sem medo, a pizza de quatro tomates. A experiência de saboreá-la vai enriquecer a sua viagem. Eu já tentei trazê-la para São Paulo, mas ninguém acredita no sucesso que ela faz. É uma pizza leve e extremamente saborosa. E se você ainda tiver fôlego peça como sobremesa o Petit Gateau da casa, um especial com sorvete de queijo e goiabada. Combinação mineira bem interessante.
Satisfeito? Vamos subir até a Praça Tiradentes. Reparou na nova iluminação do Museu da Inconfidência? Maravilhosa. Trouxe ainda mais imponência a o prédio.

Pizzaria O Passo

Pizzaria O Passo

É cedo? Que tal ouvir MPB de primeira qualidade, interpretada por artistas ouro-pretanos? Se estiver a fim vamos até o Café Chop Real, ali pertinho ao lado do Museu de Mineralogia. Nossa noite será completa. O ambiente é bonito mas simples, a visão da casa do governador é inspiradora e a música lhe agradará.

A hora foi passando, nós nem percebemos, mas chega o momento de retornarmos para o hotel. Amanhã será um novo dia.
Como teremos uma folguinha na nossa atribulada agenda, amanhã iremos até o distrito de Cachoeira do Campo, distante 18 quilômetros, pela Rodovia dos Inconfidentes.

Lá faremos uma bela refeição no Restaurante Chão de Minas. Antes de nos deliciarmos com a saborosa comida mineira, servida em panela de esteatita (pedra-sabão), conheceremos o alambique da casa e apreciaremos a cachaça Chão de Minas – uma obra-prima da cachaçaria. Vale muito à pena apreciar.

Esse nosso passeio pelo distrito acabará nos conduzindo a mais uma jóia do barroco mineiro, muito pouco conhecida. É a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Nazaré, que substituiu uma antiga igreja ali erguida por volta de 1.700. Sua decoração ao estilo Nacional Português, caracteriza a primeira fase do Barroco Mineiro. Ela é simplesmente explêndida.

Após termos alimentado os nossos sentidos, voltemos para Ouro Preto, ainda temos muito para visitarmos.

Algumas indicações para experiências de sabores:

Café Chop Real – Praça Tiradentes – Ouro Preto (ao lado do CAEM)
Chocolates Ouro Preto – Rosário – Rua Getúlio Vargas, 66. Tel.: (31) 3551.7330 ou Centro – Praça Tiradentes, 144. Tel.: (31) 3551-3213
Pizzaria O Passo: Rua São José, nº. 56, Centro – Telefone/Fax: (31) 3552 5089
Restaurante Chafariz – Rua São José , nº.167, Centro – Ouro Preto – Telefone : (31) 3551-2828
Restaurante e Alambique Chão de Minas – Rua Nossa Senhora Auxiliadora, nº 29 – ao lado da Rodovia dos Inconfidentes – Cachoeira do Campo.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    4 Comentários
  1. Sabe aquela vontade que vocês estão de vir pra cá? Pois é a mesma que estou de ir pra Minas, uai!

  2. Um barato a participacao sempre especial de mamis no blog! :mrgreen: Uma vontade di i pra Minas, so!

  3. Gostaria de saber os custos pois a grana está pouca e geralmente este lugares os preços são salgados

    • Oi Norma.

      Depende muito do restaurante. Conversei com a Sônia e ela disse que o mais caro era +- 48 reais para o buffet completo, mas há alguns que são mais baratos também.

Deixe seu Comentário