“Without ice cream life and fame are meaningless”

Combinamos o final da nossa visita ao Museu do Prado com o Parque do Retiro, uma região super agradável de Madri. O Parque é enorme, perfeito para caminhar, fazer um picnic, respirar ar puro e encontrar muito verde. Infelizmente, o palácio de cristal estava fechado para reforma quando passamos por lá, mas mesmo assim valeu a pena conhecer essa área tão bonita.

Estudando os lerês da cidade, encontrei informações sobre o Templo de Debod e fiquei muito curiosa com a possibilidade de conhecer um templo egípcio fora do Egito. Então por que não incluir a visita no nosso roteiro?

O Templo de Debod foi doado à Espanha, reconstruído e inaugurado na cidade de Madrid em 1972, segundo informações do site Turismo Madrid.

A entrada é franca e os horários de visitação de verão (Abril a Setembro) são:

Terça a Sexta: das 10 as 14hrs e das 18 as 20hrs.

Sábados e Domingos: das 10 as 14hrs.

Segundas e feriados: fechado.

Mas cuidado para não chegar bem no horário da ciesta como nós fizemos 🙁 Por causa disso não conseguimos visitar a parte interna do Templo. =/ Uma pena. O Templo de Debod também é um mirante e de lá é possível ter uma visão linda de outros pontos da cidade. Capriche nas fotos.

Quantas surpresas e riquezas Madrid nos ofereceu em tão poucos dias. Quem poderia adivinhar que no caminho entre o Templo de Debod e o Teleférico, nós iríamos encontrar uma sorveteria Häagen-Dazs? Alegria de criança garantida. Nem deu tempo de nos preocuparmos com a chuva e o friozinho que estava chegando.

Saímos do hotel com uma programação super verão e chegamos no teleférico morrendo de frio e correndo da chuva.  Na verdade o Fred combinou essa mudança no tempo com São Pedro só para deixar o passeio com mais emoção já que a chuva e o vento faziam o carrinho do teleférico balançar um pouco.

Andar de teleférico é ótimo se você está com a família (e crianças) ou quer curtir a paisagem com calma. Os carros do teleférico não estão tinindo de novos, mas não é nada tão assustador ou animador (dependendo do ponto de vista da adrenalina) como o do Cerro San Cristóbal em Santiago no Chile.

Durante o percurso é possível avistar o Palácio Real, a Catedral, o próprio Templo Deblod  e alguns parques da cidade. Pagamos 5.20 euros por pessoa pelo ticket de ida e volta e passamos quase uma hora nos divertindo com o meu medo de altura e com o meu queixo que insistia em tremer de frio.

Para maiores informações, vale consultar o site da empresa para confirmar quais horários eles trabalham.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    2 Comentários
  1. Olha aí, duas novidades pra mim na minha querida Madrid! Do Templo Deblod nunca tinha ouvido falar. Do teleférico vi uma notícia há poucos dias. Eu, como você, Natalie, morro de medo de teleférico, mas vou! Acha que vou perder a vista e a diversão?!?! Nem morta!!!!!!

  2. Muito legal o Blog! Adorei!!!!

Deixe seu Comentário