“Ever wonder about those people who spend $2 apiece on those little bottles of Evian water? Try spelling Evian backward.” -George Carlin

Nosso hotel em Madri ficava entre a estação de metrô Sevilla e Sol, uma região muito gostosa de se caminhar. Embora estivesse chuvoso e o friozinho naquele dia, resolvemos conhecer a região da Plaza Mayor. (Você não esqueceu daquela capa de chuva de criança desse post aqui, não é?  Pois então, ela também ganhou um carimbo no passaporte e me protegeu bastante durante esses dias.)

A Plaza Mayor nos lembrou um pouco a Place des Vosges em Paris. Hoje, muito popular, ela é rodeada de restaurantes e lojinhas de souvenirs. A praça sempre foi palco de grandes celebrações, como coroações e até execuções e  aposto que os espanhóis lotaram essa praça para comemorar a conquista da Copa do Mundo 🙂

Pertinho dali, chegamos ao Mercado de San Miguel.

Aquela alegria de cores, frutas, queijos, vinhos e jamons. Me senti praticamente dentro do blog do Edu Luz. Lembra quando você era criança e queria provar todos os sorvetes da soverteria perto da casa da sua avó? Então, essa criança era eu. Não queria nem piscar, queria provar um pouquinho de cada produto fresco que ali era vendido.

Calmamente, o Fred foi me arrebanhando, afinal pretendíamos fazer o nosso próprio bar hopping de tapas na Cava Baja começando pelo próprio Mercado de San Miguel.

Entre a vontade de provar novos sabores e aquela chuva que caía, chegamos na Catedral de Almudena, mas isso já é assunto para outro post. 😉

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    2 Comentários
  1. Gostosura ler os posts da viagem à Espanha todos assim, de uma tacada! #megustafeelings total 😉

    • Mari
      que saudades de ver você por aqui 🙂

Deixe seu Comentário