Segóvia é uma cidade histórica fofa, perfeita para um bete-volta de Madrid. Menos popular entre as excursões, ela é uma das candidatas a Capital Cultural da Europa 2016. Também famosa por sua especial gastronomia, é conhecida com a cidade da leitoa.

O que mais eu poderia pedir?

segóvia

O trem para Segóvia parte da estação Chamartin e leva aproximadamente 28 minutos para chegar até a cidade. É bem rapidinho mesmo. Hoje, o ticket (tarifa web) custa 23 euros.

Em frente à estação, já em Segóvia, partem os ônibus locais que vão até o aqueduto. Vai por mim: da estação até o centro são 7km de caminhada e o ônibus custa os caríssimos 88 centavos. No caminho você ainda pode cruzar com a bucólica cena de um pastor cuidando de suas ovelhinhas.

cidade medieval

Segóvia é uma cidade cercada por um bonito cenário natural e caminhar por suas ruelinhas faz parte do roteiro. Aproveite também para dar uma espiadinha no artesanato local e nos souvenirs, pois em geral são mais baratos do que em Toledo.

O  aqueduto romano é um dos principais cartões postais da cidade. Muito bem conservado e fotogênico, ele corta uma parte do centro histórico da cidade e por lá passamos bons momentos tentando caprichar nas fotos. É lindão mesmo 🙂

aqueduto romano

O Aqueduto é formado por 118 arcos de até 29 metros de altura. Quando os mouros tomaram Segóvia, eles destruíram 36 arcos que foram reconstruídos em 1484. É incrível pensar que essa obra da arquitetura é datada de 2 mil anos atrás.

aqueduto

Subindo alguns trechos de ladeira, chegamos na bela Cabildo Catedral de Segóvia, a última catedral gótica construída na Espanha. Nessa igreja, Isabella I foi coroada a rainha do reinado de Castile, chique não é?

catedral gótica de segóvia

detalhe catedral gótica

Como toda boa cidade medieval da Espanha, não podia faltar um belo Alcázar. Datado do séc. XII parte do castelo foi queimado em um grande incêndio em 1862. Já pensou o trabalhão danado de restauração?

a;cázar de segóvia

Uma das torres do castelo, construída originalmente como prisão, está aberta a visitação. Mas prepare o fôlego, são alguns infinitos degraus para poder admirar todo aquele horizonte. Mas essa maratona nos ajudou a queimar algumas calorias conquistadas rapidamente depois do pecado da gula ter mudado de nome para leitoa pururuca :mrgreen:

vista do alcazar de segóvia

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    4 Comentários
  1. Linda essa cidade!!!
    Adorei as fotos, pensei em nossa amiga Lú, especialista em história antiga, ela iria se apaixonar pelos arcos.
    Mas eu fiquei esperando a foto da leitoa e daí o post acabou. Como assim acabou?!?!?
    Já q é para matar de vontade, mata logo… não me deixe na expectativa!!!!!!
    Bjksss

    Sônia

  2. Acho que será Segóvia!!!! Obrigada 🙂

    • Eu adorei de coração Sgegóvia. Ela é toda fofa com essas aquedutos romanos, a catedral é linda e centrinho histórico é super fofo. Se vocês gostam de leitoa, não deixem de provar a tradicional leitoa de Segóvia, é muito saborosa e diferente da leitoa que fazemos aqui no Brasil 😉

      Depois quero saber como foi 😀

      Bjs

Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] que caminhavam de guarda-chuva. Foi meio caótico e eu fiquei traumatizada, até porque visitei outras cidades medievais próximas de Madri bem mais tranquilas e tão bonitas […]