Sevilla não me conquistou logo no primeiro olhar. Precisei buscar a cidade dos clássicos e me encontrei não apenas no bairro Santa Cruz, mas também passei a gostar da Alameda Hércules e de outros bairros da cidade.

Sevilla não é um cenário de conto de fadas como outras cidades europeias, é uma cidade onde as obras abandonadas e os cartazes lambe lambe dividem espaço com conventos do séc. XV e capelas. É mágico e muito autêntico.

sevilla

Sevilla preserva surpresas nos pequenos detalhes, a cada novo clique, a cada esquina que se perde. E com a nossa visita ao Monastério de Santa Paula não poderia ser diferente.

Caminhando pelas ruelas sinuosas, nos deparamos com um mercado de pulgas bem inusitado. Lá era possível encontrar desde playboys da déc 80 até ladrilhos quebrados.

capela sevilla

Encontramos algumas pequenas capelas pelo caminho e chegamos até a porta do convento sem ter muita certeza se estávamos no lugar certo. Nenhum sinal  de turistas por ali, resolvi tocar a campainha e naquele momento fomos conduzidos a uma visita cercada de paz.

sevilla

Em Sevilla foram construídos uma série de monastérios e conventos de clausura que  possuem um importante acervo de arte, muita história e tradição. O Monastério de Santa Paula foi fundado em 1473 e lá vivem as simpáticas freiras que passam seus dias cuidando do museu e de suas obras de arte sacra, produzindo doces, dando aulas de religião para as crianças da região e cumprindo seus votos.

Monastério de Santa Paula

E Irmã Maria nos acompanhou por toda a visita contando um pouco da história do museu e também do seu sobrinho que se casou com uma brasileira o.O

No alto de sua simpatia, ela até elogiou nosso espanhol 🙂

Monastério de Santa Paula sevilla

Na saída aproveitamos para comprar um pote de geleia caseira que deu muito trabalho para chegar até Valinhos sã e salvo. Mas aqui está a prova, não sobrou nenhum pouco para contar história.

mermelada de sevilla

Na dúvida, sempre toque a campainha, uma boa surpresa lhe espera. E Sevilla está repleta delas.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    3 Comentários
  1. Sevilha é a MINHA cidade na Espanha! Amo de paixão. Já morei lá em 2006 e 2007, concluindo os créditos do doutorado. Conheci as dores e as delícias da capital da Andaluzia. Voltaria quantas vezes fossem necessárias. 🙂

    • Sil,
      não sabia que você já tinha morado lá. Sevilha realmente é uma daqueles cidades que a gente acaba se apaixonando. Pretendo escrever vários posts contando sobre nossos dias por lá. Tomara que você goste e mate um pouquinho da saudade.

  2. Vc não me disse, mas tenho certeza que ao tirar essa primeira foto q vc colocou no post, vc se lembrou de mim, não foi? Amei a foto!!!!!!!!!!!
    Amei o post, vc me deixou, realmente, com vontade de visitá-la. Quem sabe em uma segunda viagem ao velho continente.
    Bjsss

    Sônia

Deixe seu Comentário