[Edit 16/7/2011: O Google lançou uma maneira ainda mais fácil de fazer o cache offline do mapa do Google Maps. Eu explico no post Como baixar mapas offline do Google Maps]

Há pouco mais de uma semana o Google anunciou a nova versão do Google Maps for Mobile 5.0 para Android como expliquei no post “Novo Google Maps para Android com modo Offline“.

Pois bem, na quinta-feira passada a nova versão foi disponibilizada e eu pude experimentar o novo Google Maps para Android e posso dizer que está muito melhor 😀

Eu acho que a melhor maneira de mostrar todas as novas funcionalidades é com os dois vídeos que o Google fez explicando o que o novo Google Maps for Moblie 5.0 faz. Ambos os vídeos estão em inglês, mas as imagens falam por si só (e o clichê também :P).

O primeiro é um vídeo promocional mostrando como o Google Maps pode ser usado no dia a dia:

O segundo é uma explicação um pouco mais detalhada de como usar as funções mais comuns do Google Maps:

Note que no vídeo eles estão usando um Nexus S (o novo celular do Google) com o Android 2.3 Girgerbread, a versão mais nova do Android. Eu falei isso pois alguns aparelhos não suportarão todas as novas funcionalidades e mesmo os que suportam podem ter algumas funcionalidades sem funcionar devido à versão do Android.

No meu caso eu testei com um Samsung Galaxy S e Android 2.1 e percebi que não conseguia rotacionar o mapa manualmente pois isso só é possível no Android 2.2 ou superior, de forma que eu não conseguirei rotacionar os mapas manualmente até a Samsung lançar uma atualização para o Galaxy S.

A lista de celulares suportados está no post sobre o lançamento do novo Google Maps.

Abaixo estão as funções que eu achei mais interessante e como usá-las:

* Cache Offline dos mapas

Essa é, na minha opinião, a funcionalidade mais importante. Agora o Google Maps para Android faz cache offline automático das regiões dos mapas que você usou. Eu fiz o teste e os mapas de várias cidades estavam disponíveis mesmo em “modo avião” quando todas as conexões estão desativadas.

Para fazer cache basta abrir o mapa que o programa já faz isso para você.

Há um truque aqui para saber qual o nível necessário para ter todas as ruas da quela região do mapa em cache. Aumente o zoom do mapa até o nível em que você consegue ver a parte branca das ruas menores e mova o mapa pela cidade ou região. Desta forma o Google Maps vai fazer cache desse nível de zoom que é, na verdade, o máximo já que, a partir deste nível, você consegue aumentar o zoom até o máximo.

Aqui está um exemplo de nível de zoom que eu mencionei acima.

Google Maps Offline Android

Nem preciso dizer o quanto isso é útil, né? 😀

Se por um acaso você quiser limpar o cache do Google Maps para liberar espaço, basta clicar no botão de “Menu” do celular, na opção “Mais”:

Google Maps offline android

Em “Configurações de Cache”:

Google Maps offline android

E, por fim, clicar em “Limpar cache de mapa”.

Google Maps offline android

O Google Maps mapa está com mais de 19MB de cache e várias cidades disponíveis offline 😀

* Velocidade de exibição dos mapas

O novo Google Maps é muito mais rápido durante o carregamento do mapa e também entre as transições de níveis de zoom, pois com o novo formato de imagem, o Google Maps agora não precisa ir toda hora no servidor pegar as diferentes imagens dos diferentes níveis de zoom.

* Integração com o Google My Maps

Sabe aquele mapa lindo, com vários pontos de interesse que você criou no Google My Maps usando meu tutorial “Como planejar seu roteiro de viajens usando o Google Maps“? Então, você também pode ver diretamente no Google Maps do Android. É uma mão na roda para quem, como eu, planeja a viagem usando o Google My Maps.

Para ver seus roteiros, clique no botão de “Camadas (Layers)” que é o segundo do topo da direita para a esquerda e uma caixinha com opções aparecerá:

Google Maps offline android

Clique em “Mais Camadas” e aparecerá a opção de “Meus mapas”:

Google Maps offline android

Escolha o mapa que você quer mostrar e pronto 🙂

Google Maps offline android

Google Maps offline android

Tudo muito bom, mas infelizmente eu notei dois probleminhas.

O primeiro é que se você tem muitos pontos marcados no mapa (linhas também contam como pontos nesse caso), o Google Maps não irá mostrar todos. No meu mapa da viagem à Espanha, ele me mostrou menos da metade dos pontos. Eu até dou um desconto pois eram realmente muitos pontos, mas poderia haver um aviso sobre a quantidade de pontos.

Para contornar esse problema, se você gosta de marcar muitos pontos, separe seus mapas por cidade e não por viagem, assim o número de pontos por mapa diminui e o Google Maps consegue mostrar todos.

O segundo problema é que não é muito simples ver os pontos que você marcou enquanto offline, pois o Google Maps não faz cache deles. Outro problema é que toda vez que você clicar no botão de voltar do celular enquanto no mapa, os pontos somem. A única maneira de deixar os pontos no mapa enquanto desconectado é não usar nenhuma outra opção do Google Maps e sempre deixar o Google Maps rodando em background usando o multitask do Android.

Eu sei que é uma gambiarra, mas é a única opção que eu encontrei :/ Se alguém souber de alguma opção melhor me avise.

* Orientação do mapa de acordo com a bússola do aparelho

Usar a opção de orientar o mapa de acordo com a bússola também é muito legal, principalmente quando você sai de um metrô ou está num local e não sabe ao certo para que lado tem de ir.

Para habilitar essa opção, basta que você clique no botão mais à direita do topo do Google Maps que ele irá procurar a sua localização através do GPS do aparelho. Uma vez encontrada, basta que você aperte novamente esse mesmo botão e ele irá rotacionar o mapa na direção que o aparelho estiver apontando.

É necessário que seu aparelho tenha GPS e que ele também tenha uma bússola interna para que esta opção funcione.

* Possibilidade de inclinar e rotacionar o mapa manualmente

Eu não achei assim uma opção muito importante, mas é legal pelo menos para ver os prédios em 3D se movendo 🙂

Para inclinar o mapa, basta colocar dois dedos na tela e movê-los para baixo ou para cima.

Para rotacionar o mapa basta colocar dois dedos na tela e girá-los fazendo como se fosse um círculo.

* Integração com o Street View

Para usar o Street View nos locais disponíveis, basta que você clique e segure o mapa em alguma rua que ele irá mostrar o endereço e algumas empresas naquele local:

Google Maps offline android Street View

Clique no balão que abriu e ele mostrará informações do local:

Google Maps offline android Street View

Se aparecer o símbolo do “Pegman” (o homenzinho do Street View), significa que o local já foi mapeado pelo Street View. Clique no botão e divirta-se com o Street View 😛

Google Maps offline android Street View

Se por um acaso aparecer uma seta para baixo dentro de um círculo no lugar do “Pegman”, significa que há mais opções. Se houver Street View naquele local ele aparecerá na tela de mais opções.

O Street View também não é salvo no cache dos mapas.

* Integração com o Google Places e Hotpot

No Google Maps também há a opção de dizer o que você achou de um local através do Google Places (ou Google Locais). Basta clicar num local já definido do mapa ou procurar por um local e, se este local já fizer parte do Google, você poderá ler as resenhas e deixar sua avaliação.

* Reroteamento automático no Google Navigation mesmo quando offline

Eu ainda não testei essa opção para ver como funciona, mas pelo que foi dito, mesmo que você saia da rota e esteja offline, o Google Maps é capaz de traçar a rota de volta ao caminho original. Mas para traçar a rota original é necessário estar conectado.

É isso aí.

P.S.: Peço desculpas pelas qualidades das fotos, mas infelizmente não há como tirar printscreens do telefone no Android 2.1 sem fazer o equivalente ao Jailbreak do iPhone no Android.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    26 Comentários
  1. Obrigada Fred,
    vou seguir suas orientações então.
    Fabiola.

  2. Quanto a esse problema:

    “O segundo problema é que não é muito simples ver os pontos que você marcou enquanto offline, pois o Google Maps não faz cache deles. Outro problema é que toda vez que você clicar no botão de voltar do celular enquanto no mapa, os pontos somem. A única maneira de deixar os pontos no mapa enquanto desconectado é não usar nenhuma outra opção do Google Maps e sempre deixar o Google Maps rodando em background usando o multitask do Android.
    Eu sei que é uma gambiarra, mas é a única opção que eu encontrei :/ Se alguém souber de alguma opção melhor me avise.”

    Consegui contornar com o OruxMaps, ele usa o mapa do Google Maps e um kml gerado pelo Google Maps também, mas tudo salvo no celular. Funcionou no meu Android 2.3, LG-C660h.
    A dica tá aqui:
    http://groups.google.com/a/googleproductforums.com/d/msg/earth/TWfiakTTvPY/PnjFyAxseoMJ

    • Oi Márcio.

      Boa dica essa do OruxMaps. Já baixei a App e vou fazer o teste 🙂 É possível simplificar um pouco o processo explicado no link que vc mandou (não que esteja complicado ehhehe)

      Obrigado!

  3. nao consegui entender nada prescisso muito usar o google maps offiline no meu motorola XT-317 pq viajo muito por favor vc pode explicar novamente e bem detalhado MUITO OBRIGADO

  4. vc conhece um GPS que é totalmente gratis ou seja que nao prescisa de conecçao nehuma com a internet para funcior que eu possa baixar no meu celular android ???

    • Oi Luciano.

      Infelizmente apps de GPS são quase todas pagas ou necessitam de internet 🙁 Só o Nokia Drive para aparelhos Nokia e Windows Phone é que realmente é offline e de graça. Para android eu ainda não encontrei nenhuma app de GPS que fosse grátis e totalmente offline 🙁

      Eu usei o Sygic por um tempinho e foi legal (é offline e vc baixa os mapas), mas a app grátis só dura 14 dias, depois disso é preciso comprar por 16 dólares. Não é caro se comparada às outras apps como as da TomTom e Garmin. Vale a pena experimentar.

  5. Não funciona mais. Depois q atualizaram eles tiraram a opção de ver o “Os Meus Locais”, fiz no pc todo um roteiro e tal, mas não consigo ver no celular.
    RIDICULO ISSO NÉ!

    • Pois é 🙁 achei muito ruim. Tem uma app que eu gosto, mas é complicadinha de usar q dá pra importar os mapas chamada OruxMaps caso queira testar 🙂

  6. 1 2
Deixe seu Comentário