Mais um post da nossa correspondente especial sobre Lisboa. Dúvidas históricas, não deixe de perguntar. A caixa de comentários está aberta para todos e eu tenho certeza que a Dona Sônia vai adorar ajudar 🙂 Divirta-se!

Vocês se lembram como se sentiram ao pisar pela primeira vez em terras européias?

Quando cheguei em Lisboa, minha primeira viagem internacional, tentei lembrar tudo o que havia planejado, mas minha cabeça era uma simples folha de papel em branco. Por onde começar? Resolvi me deixar levar por Portugal.

lisboa

Saí do hotel com a intenção de ir ao Museu Nacional de Arte Antiga mas quando me deparei com a Basílica da Estrela por um momento pensei em visitá-la. Foi quando vi o bonde chegando e preferi sair correndo para não perdê-lo. Para minha surpresa, que esperava encontrar uma leva de turistas no bondinho, dividi aquele espaço com muitos locais.

lisboa

Consegui fazer o passeio, mesmo sem ter o ticket. O condutor não gostou muito de ter que cobrar a passagem mas segui sem problemas. Fui caminhando rumo ao Armazém do Chiado quando e me deparei com A Brasileira, um café ao melhor estilo Art Noveau, com espelhos e pinturas do primeiro quartel do séc.XX. Resolvi almoçar por ali, sabe aquela coisa de turista mesmo? Não resisti 😀 Freqüentar o mesmo local onde Fernando Pessoa tomava seu café foi demais.

O local é muito procurado como café, uma tradição entre os portugueses, mas poucas pessoas optam por fazer refeições completas, o que é uma pena, pois a comida é muito saborosa.

lisboa

Lógico que minha primeira refeição em Portugal tinha que ser bacalhau e um bom vinho. Pena que a foto não faça jus à delícia. Investi a “grande” quantia de 18,50 euros no meu primeiro almoço.

lisboa

Aproveitei para visitar as três igrejas daquela região: Igreja Nossa Senhora do Loreto ou dos Italianos, construída por antigos mercadores italianos que viviam em Lisboa; a Igreja Nossa Senhora da Encarnação, que ficam no Largo do Chiado e finalmente a bela Igreja dos Mártires, na rua Serpa Pinto, consagrada aos heróis que morreram na luta pela restauração de Lisboa que se encontrava em poder dos mouros.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


Deixe seu Comentário