Contratar um despachante ou não é uma dúvida que nós viajantes temos quando precisamos tirar um visto, seja de turismo, negócios ou estudo.

Dicas de como agir na entrevista para o visto americano e uma lista de despachantes no Brasil

despachantes visto entrada turismo negocios estudo

Enquanto alguns vistos são tarefa simples de conseguir, outros, como o visto americano, são bem complicados. E tendo esses vistos mais complicados em mente, eu pergunto:

Você acha que vale a pena usar o serviço de despachante para tirar vistos?

A minha experiência com despachantes foi boa.

Quando tirei meu visto para os EUA pela primeira vez em 2006, utilizei o serviço de despachante pois seria pago pela empresa. Gostei do serviço já que não tive de me preocupar muito se havia preenchido todos os dados corretamente, ou se estavam faltando documentos. O despachante conferiu tudo e me ajudou a preencher os formulários da maneira mais indicada para facilitar a obtenção do visto.

Quando a Natalie foi tirar o dela em 2008, resolvi utilizar os serviços do mesmo despachante. Novamente fomos bem atendidos e orientados e ela conseguiu o visto sem problemas.

O preço do despachante é o fator que mais pesa, já que normalmente é bem salgado (R$ 590,00 reais para a minha renovação em 2011). Mas apesar de achar muito caro, a tranquilidade de ter certeza de que tudo estava preenchido corretamente e que estavamos com todos os documentos necessários valeu a pena. E o visto americano hoje dura 10 anos, o que ajuda a diluir esse valor :mrgreen:

Eu acho que vale a pena, pelo menos para tirar o primeiro visto desses países mais complicados, já que renovações tendem a ser mais tranquilas.

E você, já contratou um despachante? Ou tirou seus vistos por conta?

Para outros países como o Canadá, Austrália e China, será que é interessante contratar um despachante?

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    436 Comentários
  1. Bom dia, trabalho autônomo, tenho um pequeno imóvel em meu nome, será que consigo o visto de turismo, pretende ir para a Disney participar da maratona em 2018.

    • Oi Claudemir. É impossível dizer. Eu diria que sim, mas sugiro levar documentos comprovando renda, pois é isso um dos principais fatores que eles olham.

  2. Olá Fred.
    Já fui aos EUA quando tinha 17 anos junto com minha mãe e irmã. Porém ficamos mais tempo do que o permitido, em torno de 11 meses.

    Hoje, com 26, formado e empregado, pretendo ir à turismo (Disney) agora em maio junto com meu tio.

    A questão que tenho é o seguinte: no consulado, quando fizerem a pergunta se eu já fui para os EUA, eles costumam perguntar por quanto tempo eu fiquei no país? Ou essa é uma info, de que fiquei ilegal, já vai aparecer para ele em seu sistema? Caso ele pergunte, pretendo ser sincero.

    Gostaria de saber também se, eu posso meio que jogar a culpa na minha mãe por ter ficado ilegal? Já que na época eu era menor de idade ( fiz 18 nesse período de 11 meses ilegal). Ou essa desculpa não serviria pra nada?

    Se puder me ajuda, agradeço Fred.

    • Oi Jorge.

      Eles provavelmente têm essa informação sim. Não sei se tendo passado tanto tempo eles vão dar problema ainda, mas se perguntarem você pode falar sim que sua mãe que te levou e ver se ajuda.

  3. Agradeço opinião Fred. Espero que não tenha problemas mesmo. Obrigado.

  4. 1 20 21 22
Deixe seu Comentário