O que fazer em uma manhã de ócio pela região do Pacaembu? Ir num café? Andar até o Parque Buenos Aires e apreciar a região que às vezes nem parece São Paulo? Ou talvez visitar a Praça da República e conhecer o Teatro Municipal de São Paulo que acabara de ser reaberto ao público após sua reforma? (Obrigado Carlota pelas dicas!)

O Parque Buenos Aires não é longe do Estádio do Pacaembu, mas a Praça da República e o Teatro Municipal são uma boa caminhada de distância 😛 Resolvi então conhecer outros dois pontos turísticos que juntam duas paixões do paulistano: Futebol e Pastel de Feira – já repararam como paulistano adora pastel de feira? 😀

estadio do pacaembu

Foi assim que resolvi seguir as dicas da Natalie, corroboradas pela Regina (@regina26) e Intratravel (@intratravelturismo) :P, de conhecer o Museu do Futebol, o Estádio do Pacaembu e comer o melhor e quiçá mais famoso pastel de feira de São Paulo.

Feira do Pacaembu

Esta é uma feira livre que acontece na Praça Charles Miller, localizada bem em frente ao Estádio do Pacaembu. Lá é possível encontrar diversas frutas, verduras, legumes, peixes, flores e, claro, pastéis de feira e caldo de cana 😀

feira do pacaembu frutas

Depois de passear pela feira e ver um monte produtos fresquinhos de dar água na boca, a fome veio e eu tive meu momento #vaigordinho do dia e fui comer o tão falado pastel da feira do Pacaembu.

Fui até a Barraca do Zé, considerada pela Veja São Paulo um dos melhores pastéis da cidade, e comecei com um caldo de cana com abacaxi, uma mistura que combinou muito bem.

feira do pacaembu barraca do ze pastel veja sao paulo

Pedi então um pastel de queijo fresco que foi o melhor pastel de feira que já comi. Ainda em modo #vaigordinho, não resisti e ainda pedi um pastel Romeu e Julieta (também com queijo fresco) que estava muito bom.

feira do pacaembu barraca do ze pastel caldo de cana veja sao paulo

Eles ainda vendem vários outros sabores doces e salgados além dos tradicionais queijo e carne, como o de carne seca com catupiry que eu tive de deixar para uma próxima vez 😛 Além disso as moças que trabalham lá são simpáticas e atenciosas.

Todos os pastéis custam R$3,00, um preço justo, na minha opinião.

Horário de funcionamento da Barraca do Zé: Quinta e Sábado das 6h às 14h.

Museu do Futebol

Paixão nacional, o Futebol ganhou um Museu todo seu 😛

Museu do Futebol

Na base do Estádio do Pacaembu fica a entrada para o Museu que se extende por baixo das arquibancadas e mostra várias curiosidades sobre o futebol.

Infelizmente não é possível tirar fotos do interior do museu, o que me deixou um pouco frustrado, já que não há nada muito sensível aos flashes.

museu do futebol

Logo na entrada, já se vê as várias bolas usadas nas copas do mundo com suas história e explicações sobre suas inovações. Claro que a controversa Jabulani não poderia faltar 😉

Dentro do museu há várias curiosidades sobre os jogadores do Brasil, os narradores de rádio, as copas do mundo, as primeiras bolas, regras e os jargões usados no futebol.

museu do futebol

Há também várias atividades interativas tanto para crianças como adultos, incluindo uma mesa de Pebolim (ou Totó, para os mais chegados), um cinema 3D e um lugar em que você pode testar a potência do seu chute. Essas atividades dão, ao Museu do Futebol, um quê de Museu da Língua Portuguesa.

Numa das salas do museu há um show de luzes bem em baixo das arquibancadas com vários sons das torcidas, o que dá um efeito bem legal. No meio do passeio você pode ver o Estádio do Pacaembu pelo centro das arquibancadas, pena estar limitado a apenas um pedacinho delas.

museu do futebol

Sem eu perceber, duas horas haviam passado de maneira bem agradável.

Horários:

Terça à Domingo das 9 às 17h

Ingressos:

Adulto: R$6,00
Estudante: R$ 3,00
Crianças menores de 7 anos: Grátis
Grátis às Quintas-Feiras

Endereço:

Andar térreo do Estádio do Pacaembu.

Para estrangeiros:

O Museu disponibiliza gratuitamente áudio-guias em inglês e espanhol para estrangeiros.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    10 Comentários
  1. Ridículo ñ poder tirar fotos!!! Entendo perfeitamente tua frustração!

    beijos

    • Verdade, eu tava todo feliz que eu ia conseguir tirar fotos pra colocar no blog e a primeira coisa que o tiozinho na entrada fala é que não pode tirar foto 🙁

  2. Fred,

    Vi seus twitters sábado e fiquei louca de vontade de experimentar os pasteis da Barraca do Zé. Qualquer dia vou fazer este programa.

    • Oi Flora.

      Faz o programa sim 🙂 é bem legal. Você passa umas 3h tranquilas entre a feira e o Museu do Futebol. Eu fiquei doido pra comprar um monte de fruta heheh mas eu ia ficar muito tempo carregando elas, então achei melhor não comprar.

      Até,
      Fred

  3. Eu me surpreendi com o Museu do Futebol. Achei que seria chatíssimo, mas é cheio de tecnologias, achei perfeito para ir com crianças.

    E aquela parte embaixo das arquibancandas que simula que vc está dentro de uma torcida é de arrepiar!

    • Oi Priscila.

      Também achei mais interessante que o que estava esperando. Passei 2h lá dentro sem nem perceber 🙂

      E tinha um monte de criança se divertindo na parte interativa 😛

  4. Adoro o Museu do Futebol e amo pastel, entao esse programa é incrivel! 🙂

    A unica coisa ruim é que nunca experimentei o pastel do Ze! Ja comi alguns outros ( http://www.blogvambora.com.br/?p=206 ), mas esse ainda vou ter que provar!

    • Oi Guta.

      Experimente o pastel da barraca do zé, é excelente 😀 Quero voltar para provar os outros sabores que eles têm ehhehe

  5. Do jeito que eu gosto de futebol, não ia me lembrar nunca de dar a dica do museu. Mas como todo mundo fala super bem desse museu, vou acabar indo. Já sobre o pastel melhor não comentar…. ai que fome! 😉 Bjs

Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] no rio de janeiro | LINK 93. @sundaycooks | museu do futebol e pastel de feira em são paulo | LINK 94. @asviajantes | jogo do boca juniors na bombonera | LINK 95. @contandoashoras | jogo do chelsea […]