Pretendo passar para cá todos os Por Que Pra Lá? do blog antigo, mas vai ser aos poucos. Antes de começar essa tarefa, resolvi trazer para o Gabriel Quer Viajar o post que veio quando a série ainda não existia e que, de certa forma, fez nascer a ideia toda. Achei que ele merecia ser adaptado e entrar no grupo também.

eesti (CC BY-NC-ND-2.0)

De que país ele trata? Do Iêmen.

IÊMEN – POR QUE PRA LÁ?

Mesmo que este país tenha aparecido bastante nos noticiário mais recentes (por conta da “Primavera Árabe” que também tenta chegar na região), creio que poucos leitores ouviram falar deste lugar escondido na ponta da península arábica, quase encostando no Chifre da África. É o típico destino que gera um “Onde?!” quando a pessoa diz onde serão suas férias.

Mas apesar de pouco conhecido pelos ocidentais, o Iêmen é um país relativamente procurado por turistas, tanto que de vez em quando alguns são sequestrados por extremistas. Ãhn… bem, do que falávamos mesmo? Ah, sim: afinal, por que viajar para o Iêmen?

1) Porque dizem que a capital do país, Sanaa (Sana’a), foi fundada por ninguém menos que um dos filhos de Noé, aquele da arca, dos bichos e da chuvarada. Quando descobri essa lenda, há vários anos, enfiei na cabeça que precisava conhecer esse lugar. Não sei para você mas, para mim, isso já vale a viagem. A propósito, o filho fundador foi Sem, o primeiro à esquerda na foto abaixo, ao lado dos irmãos Cam e Jafé.

“Shem, Ham and Japheth”, por James Tissot (domínio público)

2) Porque a arquitetura iemenita é única no mundo. Ainda hoje, a maioria dos prédios é feita de barro, com detalhes lindos pintados de branco. Importante: muitos destes prédios chegam a ter 9 andares.

Charles Roffey (CC BY-NC-SA-2.0)

3) Porque a região é um dos mais antigos locais habitados pelo homem no mundo. Aliás, Sanaa clama para si o título de “mais antiga cidade habitada do mundo”.

4) Porque, segundo a lenda, o cafezinho que você toma para se manter acordado no trabalho foi inventado lá.

5) Porque é de lá que vem o café moca, inspirado no nome da cidade iemenita de Al-Makha.

Allison-H. (CC BY-NC-ND-2.0)

6) Porque o qat, uma droga poderosa, é produzida lá e consumida do jeito que esses tiozinhos aqui embaixo estão consumindo: aos montes.

Charles Roffey (CC BY-NC-SA-2.0)

7) Porque o Iêmen tem as terras mais férteis da Península Arábica. É considerado um oásis na região e era chamado pelos romanos de “Arabia Felix”, ou “Arábia Feliz”, em contraponto à Arabia Deserta (o resto da península arábica).

8) Porque existem praias belíssimas por lá, no golfo de Aden.

Soqotra (Yemen) (CC BY-NC-SA 2.0)

9) Porque o Iêmen tem Socotra, a ilha que é chamada de “Galápagos do Oceano Índico” por sua riqueza em formas de vida esquisitas. Ela fica a 300 km da costa, é praticamente desprovida de influências externas, tem praias intocadas e espécies endêmicas raras. Darwin piraria o cabeção lá.

Soqotra (Yemen) (CC BY-NC-SA 2.0)

Martin Sojka (CC BY-NC-SA 2.0)

Soqotra (Yemen) (CC BY-NC-SA 2.0)

10) Porque Socotra é considerada Patrimônio Natural da Humanidade.

11) Porque os habitantes de Socotra falam uma língua própria, o soqotri, que nem os habitantes do continente compreendem.

12) Porque é no Iêmen que fica a província de Marib, antiga capital do reino de Sabá, um lendário e rico império citado no Antigo Testamento e no Corão. É um dos melhores lugares da Península Arábica para se ver sítios arqueológicos e também é um dos mais perigosos para turistas, o que pode ser um atrativo a mais para aventureiros.

Will De Freitas (CC BY-NC-ND 2.0)

13) Falando em atrativos para aventureiros: porque o Iêmen é um dos lugares preferidos do pessoal da Al Qaeda.

14) Porque o país é considerado “a pérola escondida da Península Arábica”.

15) Porque o Iêmen fica pertinho da Etiópia, o que permite incluir o país numa mesma viagem.

16) Porque o centro de Sanaa é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade, por suas mesquitas e seus mais de 6000 prédios construídos antes do século XI.

17) Porque a cidade de Zabid também é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade, por sua universidade islâmica e pelo papel importante que teve para o mundo islâmico árabe.

Ahron de Leeuw (CC BY 2.0)

18) Porque a parte murada da cidade de Shibam é um dos mais antigos e melhores exemplos de planejamento urbano baseado em construções verticais no mundo, segundo a Unesco. Por isso, ela também é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1982.

19) Porque essa mesma cidade é conhecida como “a Manhattan do deserto”, por ter o maiores prédios de barro do planeta.

Jialiang Gao www.peace-on-earth.org (CC BY-SA 3.0)

20) Porque Shibam foi a capital do império Hadramaut, um lugar com acesso restrito aos tribais e que acabou esquecido pelo mundo por muito tempo, o que siginifica que ela mantém a identidade cultural preservada até hoje. Dizem que ela está igual ao que era em 1500 d.C.

Martin Sojka (CC BY-NC-SA 2.0)

Martin Sojka (CC BY-NC-SA 2.0)

21) Porque eles têm Al Mukalla, uma cidade portuária lindíssima (veja fotos).

22) Porque eles têm a ponte de pedra e os desfiladeiros perto da cidade de Shaharah.

Bernard Gagnon (CC BY-SA 3.0)

23) Porque o país tem duas atrações listadas no livro 1000 Lugares para Conhecer Antes de Morrer: a capital Sanaa e a cidade de Shibam.

24) Porque a mesquita Al Saleh, apesar de destoa da paisagem de Sanaa, é fantástica.

Francesco Veronesi (CC BY-NC-SA 2.0)

25) Para visitar o vale de Wadi Dhahr, com seu fantástico Palácio de Pedra, o Dar al-Hajjar, tido como o melhor exemplo da arquitetura iemenita.

yeowatzup (CC BY 2.0)

26) Porque a cozinha local é considerada uma das melhores e mais delicadas do Oriente Médio.

27) Porque as fotos dessa fotógrafa aqui vão deixar você louco.

28) Para finalizar, porque o país está passando por uma revolução que ninguém sabe como vai terminar. E já que as coisas são meio instáveis naquelas áreas, o melhor é ir logo, antes que algo pior aconteça com um lugar tão lindo.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    16 Comentários
  1. Gabriel. Adorei seu blog, estou tentando tirar o visto de um cliente que quer ir para o Iemen, mas não estou conseguindo, vc. sabe como fazer, ele é brasileiro. Se puder me ajudar… Obrigada

  2. Gente, vi num dia desses o Globo Repórter retratando esse lugar, em especial Socotra. Desde então não me sai da cabeça a idéia de conhecer esse paraíso estranho… A propósito, será que a Eliza conseguiu tirar o visto? Alguém tem noção de quanto devo desembolsar para ir lá?

    Obrigada desde já! Parabéns pelo trabalho Gabriel!

  3. 1 2
Deixe seu Comentário