Como eu havia previsto no post Pesquisando horários de vôos pelo Google, o Google criou uma ferramenta para pesquisa de preços de vôos e compra de passagens que fez empresas grandes do setor como Kayak e Expedia tremerem. Entra em cena <música de suspense> o Google Flight Search <fogos de artifício>!

Google Flight Search

Veja o vídeo promocional abaixo:

A interface do Google Flight Search já tem a nova cara dos produtos do Google (derivada do Google+), ou seja, mais clean que eye catching. Ele também usa o mesmo conceito do Hipmunk e mostra os vôos com o melhor custo benefício (menor preço e menos horas/escalas) no topo da lista, mas eu ainda prefiro o Hipmunk para visualizar os vôos.

Ok, no momento o serviço ainda é meio capenga pois mostra vôos apenas entre algumas poucas cidades dos Estados Unidos, mas já é suficiente para mostrar que, mesmo com as restrições impostas ao Google relacionadas à compra da ITA, o Google está vindo com tudo para a área de viagens, afinal ele tem a faca, o queijo, os ratos e as ratoeiras nas mãos.

Diferenciais:

  • Possui a opção de mostrar um mapa com os destinos disponíveis
  • Um calendário para você escolher as datas (duh) e ele mostrar um gráfico com os preços de vôos saindo em dias diferentes, mas com a mesma quantidade de dias entre vôos (limitada a 15 dias)
  • Um gráfico de preço por duração de vôo que mostra os vôos disponíveis para cada combinação preço x duraçao de vôo

E são justamente esses extras que fazem o Google Flights ser mais interessante, pois é possível planejar sua viajem baseado no quanto você quer gastar na passagem e/ou quão longo é o vôo (incluindo escalas).

<voz de propaganda Polishop>Não é o máximo?!</voz>

Desvantagens (por enquanto):

  • Somente é possível pesquisar por vôos de ida e volta e por no máximo 15 dias de estadia no local
  • Apenas algumas cidades e companhias aéreas dos EUA estão disponíveis
  • A ordenação por vôos de melhor custo benefício não é assim tão verdadeira. Talvez apenas para vôos no mesmo horário, mas as pesquisas padrões que eu fiz mostravam todas ordenadas por horário e nenhuma opção para “agonia” como no Hipmunk.

Conclusões:

Apesar de a interface não ser bonitinha, ela é muito boa e fácil de usar. Com certeza esse é só o primeiro teste para saber se o Google Flight Search está funcionando bem e se aguenta o tranco. Em breve o Google vai liberar mais cidades e companhias aéreas, mostrando a que veio e aí o bicho vai pegar pro lado de Kayak, Orbitz, Expedia e até do Zé da Esquina.

Espero que com isso os outros sites sejam forçados a criar novidades e melhorar a qualidade de seus sites de pesquisa 🙂

Como usar o Google Flight Search

No vídeo, ele cita uma maneira de ir ao Google Flight Search pesquisando por “flights from <cidade> to <cidade>” e depois clicando no link “Flights” do lado esquerdo. Contudo, isso só funciona se você estiver usando o Google.com e não a versão brasileira do Google. Para usar o Google.com, basta clicar no link correspondente no final da página do Google ou no link a seguir: Ir para Google.com

Google Flight Search

Ao colocar a cidade de partida, o mapa lhe mostra o ponto de partida e, em um círculo preenchido de azul, as cidades destino a partir daquela. Você pode clicar na cidade de destino ou escrever o nome dela. Depois disso os vôos existentes serão mostrados. É possível também usar mais de uma cidade/aeroporto de partida, útil para quem mora perto de mais de um aeroporto como o pessoal de São Paulo 😉

Do lado esquerdo você poderá filtrar os vôos mostrados por número de paradas (stops), companhia aérea (airline), onde será feita a conexão (connection), horário de saída (outbound time) e de retorno (return time).

Até aqui nada de muito diferente dos outros além do mapinha que é bem interessante.

Mas na segunda linha, onde está escrito Price (preço) e Duration (duração) é onde a coisa começa a ficar legal. Você pode filtrar os vôos por preço e por duração e ver, por exemplo, para onde você consegue ir por 300 dólares saindo de Nova York com vôos de duração máxima de 3h.

O mapa vai se atualizar e as cidades que estão fora da pesquisa ficaram pintadas de branco, enquanto as que fazem parte do resultado da sua pesquisa ficam pintadas de azul.

Google Flight Search - veja as rotas

Para ver o calendário e outras opções de dias e valores, clique no ícone do calendário e no gráfico do lado direito serão mostrados os preços para outras datas com a mesma quantidade de dias entre vôos.

Google Flight Search - escolha datas

Se quiser ver todos os vôos no gráfico de preço x tempo, clique no ícone do gráfico e veja todas as opções. Aqui você pode interagir com o gráfico para filtrar melhor os vôos, afinal, ninguém quer pagar caro num vôo que durará mais que 12h, né?

Google Flight Search - classificação dos vôos

Sempre que você mudar sua pesquisa, tudo que estiver aberto se atualiza sem que você tenha de clicar em algum botão. Ponto para a usabilidade da interface feinha 😛

Para comprar um vôo, basta clicar no preço do vôo de partida (outbound flight), depois no preço do vôo de volta (return flight) e, por fim, em Book para ver os links dos sites de venda disponíveis.

Google Flight Search - voo 1

Google Flight Search - voo 2

Google Flight Search - voo 3

É isso, quem acredita que o Google vai dominar o mundo levanta a mão. o/

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    4 Comentários
  1. Putz, juro que li "relacionadas à compra da IATA". Daí seria o controle total do Google. =)

Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] Eu não acho que o Google esteja batendo diretamente nos sites de reservas de hoteis, já que a reservas não são feitas dentro do Hotel Finder, mas ele está se tornando um agregador de agregadores, seja de reserva de hoteis, seja de voos (através do Google Flight Search). […]

  2. […] Seguindo o que nós já imaginávamos, o Google lançou no último dia 30, a nova versão 1.2 da app OnTheFly da ITA Software (mais detalhes sobre a ITA e o Google e sobre o Google Flight). […]