Os indícios de que a primavera esta prestes a chegar, ainda eram bem tímidos. Quando chegamos em Cape Cod, a vegetação não estava verdinha e o sol teimava em se esconder.

Cape Cod

Cape Cod e o caminho até Provincetown

Apesar de o cenário ser diferente do que imaginamos quando pensamos em cidades dos EUA, os dias não foram menos proveitosos e as fotos menos interessantes. Embora toda garagem tivesse seu grande SUV, parecia que havíamos feito uma pequena viagem no tempo: as estradas estavam desertas, a visão das casas de madeira, o comércio local fechado e todas aquelas folhas secas pelo chão nos davam a impressão de que era início do séc. XX.

Cape Cod - casas

Um programa legal é dirigir pela rota 6 até Provincetown, lá na pontinha dos EUA, quase caindo pra fora do mapa. Ao longo da estrada há placas indicando os faróis e mirantes da região.

Essa região é chamada de “Cape Cod Nacional Seashore“, um dos muitos parques nacionais protegidos pelo governo. E nessa hora precisamos dar a mão à palmatória, os EUA mantém um programa bem forte e inteligente de proteção aos seus parques nacionais.

Cape Cod - use os óculos em caso de emergência

No site oficial do parque de Cape Cod é possível encontrar mapas e textos informativos sobre rotas sugeridas para conhecer a região (seja de bicicleta, fazendo trilhas a pé, ou por um dos caminhos especiais) além de outras informações como a programação oficial de eventos. Isso sem contar na sinalização da estrada e dos mirantes. Será que um dia teremos parques bem sinalizados, preservados e protegidos como esse?

Cape Cod - farol

No meio do caminho visitamos um farol que tinha mudado de endereço, acredite se quiser 😛 Devido a um processo de erosão, o governo autorizou que o farol fosse removido para uma área mais segura do parque e hoje ele não se encontra mais à beira do precipício. Esse deve ser o único farol da história que mudou suas coordenadas cartográficas 😛

Cape Cod - local original daquele farol

Cape Cod - placa explicativa

A estrada até Provincetwon se torna cada vez mais interessante a medida que a estrada vai cortando montanhas de areias e galhos secos até chegar no último vilarejo da região. Ventava tanto nessa hora que por um momento achei que chegaria voando na ConVnVenção de NY! Por falar nela, já estava na hora de retorna, descansar um minutinho e pé na estrada rumo a NY.

Cape Cod - cidade de provincetown

O que eu guardo na memória de Cape Cod? Um cenário diferente pra quem quer aproveitar momentos de tranquilidade, caminhadas ao ar livre seja numa trilha ou a beira-mar, campos de golf pra quem é fã do esporte, pesca pra quem curte uma história de pescador, trilhas de bike para os aventureis  e paz e sossego para quem não quer nada além de um bom vinho e o doce barulhinho do mar.

Cape Cod - seria uma igrejinha?

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    4 Comentários
  1. Esse não foi absolutamente o único farol a mudar de enderêço: um dos farois de Nantucket também mudou, há uns dois anos mais ou menos.

    Aliás, é um fato relativamente corriqueiro nos USA, justamente pela corrosão das praias. 😉

  2. E quando eu digo corrosão, por favor leiam erosão! 😯

  3. Que legal ler algo sobre Cape Cod na viajosfera =)
    Estivemos lá na fase sem-filhos e também encontramos a mesma tranquilidade relatada aqui. Não esquecemos as lojas de antiguidades que encontramos por lá, uma mais interessante do que a outra. Ah se o limite de bagagem fosse maior… Vcs também fora para Martha’s Vineyard?

    • Oi Adriana.

      O nome não me é estranho, mas não sei dizer. Haviam apenas umas 2 lojinhas e um supermercado abertos na região >.< E o restaurante do hotel fechava às 9. ahhaha

Deixe seu Comentário