Já que o nome Djibuti não é muito conhecido, vou começar este Por Que Pra Lá? por este ponto do nosso ator principal.

Travlr (CC BY-NC 2.0)

Tudo nasceu de uma lenda.

Segundo ela, naquela região vivia uma mulher-ogro chamada Buti. A mulher era tinhosa e responsável por todas as mortes, desonras e fraticídios nas bandas. Um dia, um grupo nômade acreditou ter matado Buti e a geral passou a chamar as terras locais de “djibuti”, que significa “a derrota de Buti”.

As tais terras ficam no Chifre da África e viraram um país independente em 1977. Hoje têm aquela bandeira ali na primeira foto e seu povo, os djibutianos, é quase totalmente islâmico.

Agora vamos ao que interessa: por que passar férias no Djibuti?

1) Para visitar um país com quase nada de turistas e um dos mais desconhecidos da África.

CharlesFred (CC BY-NC-SA 2.0)

2) Para conhecer um país chamado de “um paraíso de estabilidade e neutralidade” em uma área meio conflituosa do mundo.

guuleed (CC BY-NC-SA 2.0)

3) Para experimentar o país mais quente do mundo, com média de temperatura anual de 30ºC (239 dias por ano acima de 29ºC e 96 dias acima de 35ºC).

US Army Africa (CC BY 2.0)

4) Se você costuma atacar de DJ, para tentar registrar um domínio de internet com o seu nome e a extensão .dj (a oficial do país).

5) Para visitar a Depressão de Danakil (ou Depressão de Afar ou Triângulo de Afar), uma região de atividade sísmica feroz, onde dizem que deve surgir um novo oceano daqui a uma penca de anos.

Stéphane Pouyllau (CC BY-NC-SA 2.0)

6) Para ver paisagens lunares nos arredores do lago Abbé.

djibnet.com (CC BY-NC-SA 2.0)

7) Para conhecer o ponto oposto ao Kilimanjaro. O lugar mais baixo da África e o terceiro mais baixo do mundo: o lago Assal.

Stéphane Pouyllau (CC BY-NC-SA 2.0)

8) Para conhecer as montanhas Goda, o ponto mais verde do país.

9) Para mergulhar no golfo de Tadjoura. Dizem que é ótimo. (Aqui tem imagens.)

10) Porque o Djibuti é chamado de “o paraíso do Mar Vermelho”.

11) Porque os djibutianos foram um dos primeiros povos islâmicos da África (o país fica a poucos quilômetros da Península Arábica.

candido33 (CC BY-NC-SA 2.0)

12) Para mascar qat (ou khat), a droga mais popular (e liberada) da região.

CharlesFred (CC BY-NC-SA 2.0)

13) Para aproveitar que está por lá e dar uma banda na Etiópia.

14) Para conhecer as ilhas Maskali e Moucha, duas belezuras na Terra (que quase não aparecem na Wikipedia!)

candido33 (CC BY-NC-SA 2.0)

E por último:

15) Porque é difícil encontrar fotos do Djibuti em Creative Commons. Alguém precisa ir para lá e liberar tudo, meu povo!

Veja onde se hospedar na capital do Djibuti, no Booking

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    7 Comentários
  1. Gabriel, legal ver o Djibuti entre os países menos visitados, assim me da ainda mais vontade de conhecer.Tenho uma amiga que é de lá. Abraços!!

  2. Show, que lugar bonito!!! Abraço, continue publicando!

  3. Parabens pelo blog e pela preocupação em usar imagens com licenças que permitam a reprodução. Só faltou dar o crédito para os fotógrafos 😉

    • Valeu, Henrique! Sobre os créditos, eles estão ali, sim. É só deixar o mouse sobre a imagem para ver o nome do fotógrafo. Sei que essa forma de creditar os autores não é das melhores, mas alguns posts ainda estão assim porque, no início, o blog não tinha legendas nas imagens. Aos poucos eu vou atualizando os primeiros posts e passando os créditos para as legendas! =) Abraço!

  4. Puxa Gabriel, que proposta mais legal a sua. Adorei o site, as fotos, as informações e a argumentação. Também tenho muita curiosidade em relação aos outros países e culturas. Adorei mesmo.Parabéns

  5. sabe,gostei.
    nunca imaginei que um pontinho de areia no meio da africa, podia ser tão bonito.
    ps: muito lindo

Deixe seu Comentário