Você já deve ter ouvido o slogan do Multishow, “A vida sem roteiros”, certo? Ele se encaixa perfeitamente quando o assunto é o sul de Manhattan e seus bairros. Mais do que indicar lugares para se conhecer, o simpático é se dar ao luxo de caminhar sem pressa e sem destino certo. Boas surpresas vão surgir ao longo do caminho.

Sul de Manhattan: A vida sem roteiros

Sul de Manhattan

Que o sul de Manhattan virou a região queridinha dos jornalistas e de muita gente (presente!) já não é mais segredo. É interessante conhecer os bairros que estão se revitalizando, as lojEnhas descoladas, os hotéis que estão surgindo, os restaurantes e as pessoas que por ali circulam… Um clima bem diferente do que você vai encontrar na Times Square, por exemplo 🙂

Nova York é feita de detalhes, de arquiteturas que se complementam, de pessoas que correm sem parar, de restaurantes bacanas, lojas tentadoras e, por que não, de regiões e museus especiais?

A vida quase sem roteiros

Sul de Manhattan - limpeza

Você aí, imaginando que eu ia terminar o post sem falar do High Line? Tarefa impossível. Taí um passeio gostoso para fazer com a mulherada ou mesmo com o seu bofe do lado. O projeto foi muito bem bolado e trouxe novos ares, bem como novos turistas, para a região, afinal, andar no que restou de uma das linhas de metrô elevados de NY e que agora está cheia de natureza é bem legal 😀

Sul de Manhattan - High Line

Sul de Manhattan - High Line - outra vista

O Chelsea Market também é um programão no sul de Manhattan para quem curte um bom mercado. Quando visitei passei um tempinho observando uma chef decorando um bolo enorme, bem coisa de Top Chef Just Desserts 😛

Sul de Manhattan - Chelsea Market

Sul de Manhattan - Chelsea Market - Cupcake

Eataly, o mercado italiano mais famoso fora da Itália 🙂 Todo mundo comenta sobre esse badalado mercado, dizem até que, em certos momentos, ele anda tão lotado de turistas que fica difícil conseguir caminhar por lá.

Pois é, sabe essa brincadeira de andar sem rumo e se perder pelo caminho? Segui ao pé da letra e não passei pelo Eatly, fui parar sem querer numa loja chamada Williams Sonoma, que até então eu nunca tinha ouvido falar. Pronto, festa garantida. Eu sei que essa loja não é das mais baratas, mas se você procura um artigo de cozinha diferente, de determinada marca ou algo mais especial, ali é o lugar certo para encontrá-lo.

Sul de Manhattan - Williams Sonoma

Há quem garanta que o passeio de barco até a Estátua da Liberdade é o maior programa de índio. Há quem diga que se você visita a cidade pela primeira vez, é um passeio legal, pois além de garantir boas fotos do skyline da cidade, você ainda conhece um dos marcos mais destruídos por Hollywood.

Mas se você optar por não encarar a fila da segurança do barco para a Estátua, caminhar pelo Battery Park também é um bom programa. A vista para a Estátua é garantida 🙂

Sul de Manhattan - badulaques

Não deixe de curtir os simpáticos prédios da região e de imaginar como são e o que fazem as pessoas que vivem por ali, quase como se fossem parte do seu seriado americano favorito 😉

Sul de Manhattan - uma bela rua

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] de muitos, a Williams-Sonoma apresenta uma variedade notável de utensílios para a sua casa. Confesso que a loja não é das […]