Nossa estropiada Seleção Brasileira de Futebol não consegue ganhar de times fortes no elenco e na tradição. Então, resolveu jogar hoje contra uma equipe que, apesar de não ser forte em nada disso aí em cima, pelo menos impressiona no nome aumentativo e imponente: o Gabão.

Para comemorar este jogo tão interessante, resolvi republicar aqui o Por Que Pra Lá? publicado do meu antigo blog.

Assim, se os gaboneses humilharem o time do Mano Menezes, pelo menos você vai já saber um pouco mais sobre eles.

GABÃO – POR QUE PRA LÁ?

Antes de mais nada, vamos ao significado deste nome tão forte.

Segundo o livro A Origem dos Nomes dos Paises, Gabão é uma palavra portuguesa para “casacão” ou “sobretudo”. Os portugas, que foram os primeiros europeus a aparecer pela área, se inspiraram na geografia do lugar para batizá-lo, porque o estuário do rio Mano (olhaí, Mano Menezes!) protegia as embarcações lusitanas no Oceano Atlântico.

O Gabão fica na África Central, cercado pelo Congo, pelos Camarões e por Guiné Equatorial. É um pouco menor do que o estado do Tocantins e a capital é Libreville. Nome bonito também.

Mas por que você passaria férias por lá? Por muito mais motivos do que você imagina:

1) Por que a capital Libreville é considerada uma das cidades mais cosmopolitas da África (tem até loira fazendo topless, você vê).

2) Para conhecer a segunda cidade mais cara da África e a 13ª do mundo. Sim: do mundo. Libreville é mais cara que Helsinque, Moscou e Paris, por exemplo.

Veja onde ficar em Libreville, no Booking

 

3) Para conhecer um país riquíssimo em natureza e que, por isso, transformou 11% do seu território em reservas protegidas, uma das maiores proporções do mundo.

4) Para ver búfalos, elefantes e gorilas tomando banho de sol na beira da praia.

5) Para ver hipopótamos tomando banho de mar.

6) Para conhecer um país que, segundo o Lonely Planet, “quanto mais tempo você fica, menos quer sair”.

7) Para visitar o Loango National Park, uma reserva ecológica chamada de “O último paraíso da África” pelo naturalista Mike Fay, da National Geographic.

8 ) Para tentar entender como um país com mais de 40 etnias consegue ser um dos mais estáveis da região.

9) Para ir a um lugar definido como “totalmente novo para o turismo”

10) Para passear pelos túneis verdes das estradas gabonesas.

11) Para ir ao país considerado “o futuro melhor destino da África para o ecoturismo”.

12) Para conhecer o Ivindo National Park, um dos principais e mais lindos parques ecológicos do país.

13) Para conhecer Lambaréné, a vila onde o Prêmio Nobel da Paz de 1952, Albert Schweitzer, fez o seu trabalho mais importante de ajuda humanitária.

14) Para conhecer um país com 70% do seu território coberto por vegetação nativa.

15) Para fazer uma foto em cima da Linha do Equador, em frente a uma placa em francês.

16) Para ver praias praticamente intocadas.

17) Para voar de Gabon Airlines. (ATUALIZAÇÃO EM 30/04/2013: não dá mais. A empresa fechou.)

18) Para experimentar uma viagem de iboga ou de “kola nuts”, dois alucinógenos leves utilizados principalmente pela rapazeada gabonesa para virar a noite dançando. Aliás, dividir “kola nuts” com alguém é um sinal de respeito e amizade por lá.

19) Porque é impossível não morrer de vontade de ir para lá depois de dar uma olhada neste site.

20) E, finalmente, porque as palavras do naturalista Mike Fay são fortes: “I literally want as many people on earth as possible to see this place and fall in love with it”.

Desculpe, Mano, mas eu já estou torcendo pelo Gabão.

Veja onde se hospedar em todo o Gabão, no Booking

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    6 Comentários
  1. 10) Para passear pelos túneis verdes das estradas gabonesas. É igual a entrada/saida de carros do aeroporto de salvador. Mas depois desse post, sim! dá vontade de ir ao gabão.

  2. E as estradas ótimas!

  3. Traz um Kola Nuts pra mim!

  4. Puxa, como deixei passar esse post?
    Estava no post do Congo e vi o link para ele: quero ir para o Gabão já!
    Ia até comentar que era um lugar para ver hipopótamos nadando no mar, mas você já cobriu essa 🙂
    Fiquei surpresa com as perspectivas do país, fico feliz que alguns lugares na África, como o Botswana também, estejam no caminho certo.

  5. Gabriel, infelizmente a Gabon Airlines perdeu seu certificado operacional em abril de 2012. Veja: http://migre.me/elkzu

Deixe seu Comentário