A falecida Iugoslávia foi um país complicado.

Em 1929, era um reino formado por vários povos. Então virou uma república que durou muito tempo, mas depois entrou em guerra interna, perdeu membros e acabou oficialmente em 2003, quando seus dois últimos inquilinos mudaram o nome do país para Sérvia e Montenegro.

Em 2006, os dois se separaram e enterraram de vez a velha “terra dos eslavos do sul”.

Marxchivist (CC BY 2.0)

No meio desse borogodó todo, a Iugoslávia foi um grande expoente do comunismo no nosso mundinho e, como todo bom comuna, adorava criar monumentos grandiosos em homenagem a tudo.

© Jan Kempenaers

Muitos destes monumentos criados nos anos 60-70 foram fotografados pelo belga (?) Jan Kampenaers e reunidos no livro Spomenik, que justamente significa “monumento” em servo-croata.

Fiquei sabendo deste livro por um post do Crack Two, há algum tempo, e me joguei no Google para encontrar a localização exata das mais bonitas destas maravilhas histórico-arquitetônicas.

Você pode ver o Spomenik em PDF aqui, ou comprar o livro aqui.

E aqui embaixo estão as coordenadas para quem quiser ver ao vivo os monumentos que eu achei os mais bonitos.

Spomenik Revolucije (Monumento à Revolução)

© Jan Kempenaers

Foi inaugurado em 1967. Para chegar lá, vá até a cidade de Berek, na Croácia.

Spomenik na Kosmaju (Monumento do Monte Kosmaj)

© Jan Kempenaers

Esta lindeza foi erguida em homenagem aos soldados iugoslavos mortos na Segunda Guerra. Fica no Monte Kosmaj, pertinho de Belgrado, a capital da Sérvia. Dizem que, até 1999, quando a iluminação noturna do local funcionava, era possível enxergar o monumento sem sair da capital.

Veja onde ficar em Belgrado, no Booking

 

Monumento à Batalha de Sutjeska

© Jan Kempenaers

Esse é o mais lindo, na minha amadora opinião. Fica na Bósnia-Herzegovina, quase na fronteira com Montenegro, em um parque famoso chamado Sutjeska National Park. Para chegar lá, aponte sua bússola para a cidade de Tjentište, perto de Foča.

Veja onde ficar em Foča, no Booking • 

 

Monumento de Jasenovac

© Jan Kempenaers

Jasenovac foi o maior campo de concentração da Croácia. Funcionou entre 1941 e 1945 e hoje é o Memorial de Jasenovac, onde está esta escultura em homenagem a todos que morreram ali.

O Memorial de Jasenovac fica na cidade de mesmo nome, a 95 km da capital Zagreb.

Veja onde ficar em Jasenovac, no Booking •  

 

Bubanj Memorial Park

© Jan Kempenaers

Estes três punhos fechados fazem parte de um conjunto de monumentos aos cidadãos da cidade de Niš, na Sérvia, mortos na Segunda Guerra. Eles têm tamanhos diferentes e representam um homem, uma mulher e uma criança.

Niš é a 3ª maior cidade da Sérvia e fica 200 km ao sul da capital Belgrado.

 Veja onde ficar em Niš, no Booking • 

 

Batalhão de Trabalhadores – Memorial de Kadinjača

© Jan Kempenaers

Essa foto mostra apenas um pedaço deste monumento em homenagem aos trabalhadores da cidade de Uziče, que lutaram e morreram no local, em 1941.

O complexo inteiro tem 15 hectares e fica a 14 km de Uziče, na Sérvia.

 Veja onde ficar em Užice, no Booking

Importante: ao contrário do que o post do Crack Two diz – e que muita gente simplesmente copiou e colou por aí (inclusive eu, no Twitter) – nem todos estes monumentos estão abandonados. Muitos são atrações turísticas famosas em seus países, incluídos em qualquer roteiro básico por eles.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    2 Comentários
  1. Olá! As fotos estão muito boas, esta é uma região fantástica de se ver/conhecer…
    Se me permite um comentário, o plural de “spomenik” é “spomeniki”. O bósnio-croata-sérvio tem uma regra de formação do plural que lembra um pouco a do italiano.
    Abraços!

    • Valeu pela dica, Eduardo! Mas vou deixar na versão aportuguesada mesmo! =)

Deixe seu Comentário