Na minha outra vida digital, quando lancei o Por Que Pra Lá?, pedi para os leitores me passarem os destinos que apareceriam na série. A primeiríssima sugestão veio do Träsel, que mandou a pergunta:

Por que alguém passaria férias nas Ilhas Faroe?

All rights reserved by little_frank

Pegue todo tipo de roupa que você tiver (você vai entender o motivo a seguir) e me acompanhe.

Ilhas Faroe

Antes de mais nada, é “Faroe” ou “Féroe”? As duas formas são apresentadas em mais de uma fonte.

No Wikipedia, elas estão juntas, mas sem explicar o motivo. No livro A Origem dos Nomes dos Países, está “Féroe”. Na Folha Online, estão lá as duas de novo. Enfim, ignoremos essa parte. Mas, para manter uma ordem nessa suruba, doravante chamaremos apenas de Ilhas Faroe, com A.

As pequenas ilhotas vulcânicas, que ficam isoladas entre a Escócia e a Islândia, são um território autônomo da Dinamarca, mas já foram dos Ingleses e também da Noruega. Os primeiros a chegar lá para valer foram monges irlandeses, por volta do ano 700. Construíram igrejinhas aqui e ali, até que piratas noruegueses apareceram para se estabelecer definitivamente.

Além do nome, a quantidade de ilhas que compõem as Faroe também gera dúvida: são entre 18 e 22, com alguns sites dizendo que todas são habitadas, enquanto outros dizem que apenas 17 têm moradores.

As maiores são Strömö, Österö e Vaagö, o que me leva a crer que as Faroe são o maior produtor de trema do mundo.

Aliás, Ilhas Faroe significa, para a maioria dos pesquisadores, “ilhas das ovelhas”. Mas há correntes que dizem que também pode significar “ilhas das velhas” e “ilhas dos navegantes”.

É, parece que o isolamento das Faroe fizeram o mundo ter muitas dúvidas sobre elas mesmo.

Bom, vamos aos motivos: por que ir para as Ilhas Faroe?

1) Por causa das fotos abaixo.

All rights reserved by Gareth Codd Photography

All rights reserved by g.norðoy

All rights reserved by Felix van de Gein

All rights reserved by g.norðoy

All rights reserved by hó

All rights reserved by little_frank.jpg

All rights reserved by Eileen Sandá

All rights reserved by Spumador

All rights reserved by Felix van de Gein

All rights reserved by g.norðoy

All rights reserved by Mortan

All rights reserved by Eileen Sandá

All rights reserved by Erik Christensen, Porkeri

All rights reserved by Felix van de Gein

Jan Egil Kristiansen (CC BY-NC-SA 2.0)

All rights reserved by **Anik Messier**

All rights reserved by Eileen Sandá

All rights reserved by Felix van de Gein

All rights reserved by Felix van de Gein

All rights reserved by puffin11uk

All rights reserved by Felix van de Gein

All rights reserved by little_frank

All rights reserved by www.taringa.net

All rights reserved by little_frank

(E eu poderia terminar por aqui, mas tem mais.)

2) Para conhecer a capital Tórshavn, considerada uma das menores do mundo, com 19 mil habitantes (a menor, pelo que pesquisei, é Nuuk, na Groenlândia).

All rights reserved by F. Ewald

 

 Gostou de Tórshavn? Veja onde ficar lá.

 

3) Porque uma cidade que se orgulha de ter casas pintadas em cores diferentes umas das outras merece ser conhecida. Sim, os habitantes de Tórshavn acham o máximo poder pintar suas casas de azul, amarelo, marrom e até rosa! Inclusive fizeram um vídeo mostrando isso.

4) Para, se der sorte, ver a aurora boreal sobre Tórshavn.

All rights reserved by Hans J. Hansen

5) Para fazer trekking por lugares maravilhosos (trekking é uma das maiores atrações faroesas, o que fica óbvio depois das fotos acima).

6) Para ver igrejas e casas com grama nos telhados, uma característica da região, utilizada para proteger os moradores do frio.

swishphotos (CC BY-NC-SA 2.0)

7) Para conhecer um lugar famoso por ter clima imprevisível (entendeu por que você precisa levar todo tipo de roupa?)

All rights reserved by Jóannis

8 ) Para conhecer um lugar tão cheio de mistérios para o resto do mundo.

9) Porque as Ilhas Faroe são um paraíso para observação de pássaros, com passeios que viajantes elogiam pra caramba.

All rights reserved by Felix van de Gein

10) Para ver cavernas, muitas cavernas. E para passear de caiaque entre elas.

All rights reserved by Eileen Sandá / Sebastian Anthony (CC BY-ND 2.0)

11) Para conhecer o segundo mais alto fiorde da Europa, o Enniberg, na ilha de Viðoy, com 754 metros.

All rights reserved by Erik Christensen, Porkeri

12) Para ver aquelas cenas de baleias mortas na beira da praia, pintando o mar de sangue. (Não me xingue. É a cultura deles. Eles comem baleias. Não vou me meter.)

All rights reserved by Jan Egil Kristiansen

13) Para beber Föroya Bjór, a cerveja local mais antiga.

14) Por que o Lonely Planet define o lugar mais ou menos assim:

“O caráter das Ilhas Faroe foi forjado com sangue Viking, piedade cristã, abertura escandinava e respeito pela natureza que está ao redor. Poucas comunidades tão pequenas são tão vivas na arte, e a cena musical das Ilhas Faroe não é nada menos que surpreendente. Assim, mesmo com o clima que não ajuda, esta quase-nação é capaz de surpreender e encantar até mesmo o viajante mais cético.”

15) Para guardar algumas notas de uma moeda massa: a coroa faroesa (que vale exatamente o mesmo que a coroa dinamarquesa).

16) Para ver um eclipse total do sol nesta paisagem fucking amazing (se você for em março de 2015). Mas não esqueça que pode chover.

All rights reserved by Jákup

17) Para conhecer um lugar onde, até 2011, era proibido fabricar bebidas mais fortes que cerveja.

18) Para ver se esse lugar existe mesmo, porque praticamente não existem crimes por lá.

All rights reserved by Svensson1978

19) Para jogar uma pelada nesse campo aqui embaixo. E torcer para não ter que buscar a bola caso alguém dê um bicão para longe.

All rights reserved by ichimusai

20) E pelo motivo derradeiro: porque, em 2007, a National Geographic classificou as Ilhas Faroe com as mais interessantes do mundo, depois de uma pesquisa em 111 ilhas ao redor da Terra, incluindo Açores e Bermudas, por exemplo. “Lovely unspoiled islands. A delight to the traveller.”, foi o que a NetGeo declarou, depois de avaliar as ilhas em quesitos como preservação da natureza, arquitetura histórica e orgulho nacional.

Deu assim?

Veja onde se hospedar nas Ilhas Faroe

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    53 Comentários
  1. faroe island é um país lindo é tranquilo. a primeira vez que estive aqui estava bem frio e ainda era outono. Agora estou aqui novamente na primavera. As pessoas aqui são super amigáveis , todos de tratam bem. A cultura culinária daqui é praticamente baseada em peixes e ovelhas. Além de ser uma ótima opção para quem pretende se casar e não decidiu o destino da lua mel. com um clima excelente para um bom vinho e para durmo juntinho.

  2. Lugar maravilhoso….

  3. Parabéns Gabriel! É pra lá que eu vou!!

  4. amei a materia, teria como entrar em contato com o dono do blog e me ensinar como morar ai ?

    • Obrigado, Alexandre, mas eu não moro lá. 😉

  5. linda materia, estamos programando uma viagem para essa ilha, gostaria de saber quantos dias vc ficou na ilha, como fez para se hospedar, vc reservou antes. quantas cidades vc conheceu? como montou seu roteiro?

    brigadinha

  6. Ja havia vistos alguns programas sobre estas ilhas. O que mais me agradou foi a igualdade social. Ninguém é tão rico e ninguém é pobre. Também os telhados de grama acho maravilhoso. Qto a matança das baleias…
    Meu marido pescava tubarão no Atlantico Sul.

  7. 1 2 3 4
Deixe seu Comentário