A Groenlândia é um lugar estranho. Acompanhe comigo.

All rights reserved by ~ Floydian ~ (Flickr)

– Pode ser apenas impressão minha, mas lembro de ver o país sempre representado em branco, mesmo em mapas políticos muito coloridos.

– O país tem um nome que significa “Terra Verde”, mas 80% do seu território é coberto por gelo.

Mark Mitchell (CC BY-NC-SA 2.0)

Mark Mitchell (CC BY-NC-SA 2.0)

– É (possivelmente) a maior ilha do mundo, com 2,1 milhões de km².

Para você ter uma ideia, esse tamanho deixa o estado do Amazonas no chinelo. Porém, mesmo com essa enormidade toda, a Groenlândia faz parte do reino da minúscula Dinamarca, com seus míseros 43 mil km², o mesmo tamanho do estado do Rio de Janeiro.

– Apesar de fazer parte do Reino da Dinamarca, a Groenlândia não faz parte a União Europeia. (Até já fez, mas se retirou em 1985, sendo o único caso do tipo até hoje.)

Mas ser estranha não significa que a Groenlândia não seja um belo destino de férias.

O país é considerado um dos lugares mais atraentes do mundo para quem gosta de belezas e paisagens naturais, além de ter atividades totalmente exóticas para quem vive abaixo do círculo polar ártico (ou seja: todo mundo).

All rights reserved by peo pea

Por tudo isso, começa aqui mais um Por Que Pra Lá?.

Groenlândia

Oficialmente descoberta por um islandês chamado Erik (cujo codinome era meio redundante para um viking: “o Ruivo”), a Groenlândia já foi território norueguês e motivo de disputa entre a Noruega e a Dinamarca.

Também já teve a sua costa explorada pelos ingleses e foi invadida pelos alemães na 2ª Guerra.

Depois disso, voltou ao domínio dinamarquês e, já há algum tempo, pretende ficar totalmente independente.

Segundo o livro A Origem dos Nomes dos Países, o nome “Terra Verde” é creditado ao fato de haver um bosque de bétulas na região onde Erik, o Ruivo, desembarcou no ano de 983 d.C.

All rights reserved by elosoenpersona

Apressadinho e sem ver que o resto todo era gelo, Erik chamou o país de Groen-Land. E assim ficou.

A bandeira da Groenlândia tem as cores da bandeira dinamarquesa, mas é cheia de significados próprios.

A faixa branca representa a camada de gelo que cobre 80% do país. A faixa vermelha é o oceano. O semi-círculo vermelho representa o sol no horizonte, enquanto o semi-círculo branco representa os icebergs.

Aos que se interessarem pelo destino, um aviso: preparem seus bolsos. Como o próprio site oficial de turismo do país explica, a Groenlândia só é autossuficiente em alguns cereais, peixes e cubos de gelo. O resto tem que ser importado, o que deixa os preços aproximadamente 10% mais caros do que na Escandinávia.

Em resumo: é caro pra cacete.

Mas chega de blablablá e vamos ao que interesse: por que passar férias na Groenlândia.

1 – De novo: por causa destas fotos.

All rights reserved by elosoenpersona

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

All rights reserved by wili_hybrid

Michael Studinger (NASA)

banyanman (CC BY-NC-SA 2.0)

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

wili_hybrid (CC BY-NC 2.0)

All rights reserved by _Zinni_ (Flickr)

All rights reserved by Giorgio Ghezzi (Flickr)

All rights reserved by ~ Floydian ~ (Flickr)

All rights reserved by Jesús Gabán (Flickr)

All rights reserved by Jaime_Daniel`s (Flickr)

2 – Para conhecer a maior ilha do mundo (ou a segunda maior, se você é daqueles que acredita que a Austrália é uma ilha).

3 – Para conhecer um país que tem 80% do território coberto de gelo.

4 – Para tirar habilitação de motorista de trenó.

ilovegreenland (CC BY 2.0)

5 – Para ver o Festival do Retorno do Sol, quando os groenlandeses festejam o fim das noites intermináveis.

All rights reserved by Galya Morrell (Flickr)

6 – Para conhecer um país que não tem absolutamente nenhum trem e nenhuma estrada, o que significa que ir de uma cidade a outra só é possível de trenó, de barco ou de avião/helicóptero (outro motivo para aumentar muito os custos das suas férias, mas que faz você ver cenas aéreas com mais frequência).

All rights reserved by _Zinni_

7 – Para conhecer um país que tem 57 mil habitantes e 30 mil cães de trenó.

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

8 – Para conhecer um país que diz ter apenas 3 estações no ano: Primavera (março e abril), Verão (maio-setembro) e Inverno (novembro a fevereiro). Não me pergunte onde eles colocaram o mês de outubro, porque eu não sei.

9 – Para ver a corrida de cross-country mais casca-grossa do mundo: a Artic Circle Race – 160 km de corrida no gelo e nas montanhas, durante 3 dias.

All rights reserved by destination arctic circle

10 – Para experimentar o Greenlandic Coffee, um pouco mais forte do que o Irish Coffee

11 – Para conhecer o lugar onde ficava a primeira igreja do novo mundo: Thjodhild.

All rights reserved by La señorita del Tiesto

12 – Para conhecer Kulusuk. Segundo o Lonely Planet, este é um dos melhores lugares do mundo para se ficar sozinho e distante de tudo. (E tem hotel cadastrado no Booking lá.)

Nir Nussbaum (CC BY-ND 2.0)

13 – Para comer gordura de baleia, o mattak, adorado pelos groenladeses.

14 – Para conhecer o Northeast Greenland National Park. O maior parque nacional do mundo, maior que a França e a Inglaterra juntas.

TUBS (CC BY-SA 3.0)

Jerzy Strzelecki (CC BY-SA 3.0)

15 – Para conhecer a geleria (ou fiorde de gelo) Ilulissat, Patrimônio Natural da Humanidade, que produz mais gelo do que qualquer outro glaciar fora da Antártida. Haja uísque.

Tim Norris (CC BY-NC-ND 2.0)

Bill Ward’s Brickpile (CC BY 2.0)

All rights reserved by _Zinni_ (Flickr)

16 – Para conhecer o povo que inventou os óculos de sol.

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

17 – Para conhecer um lugar que tem uma média de 1 carro para cada 22 habitantes (o Brasil tem 1 carro para cada 5,12 habitantes – dados de 2010).

All rights reserved by Andri Thorstensen

18 – Para conhecer um país que tem apenas 4 semáforos.

All rights reserved by lovstromp (Flickr)

19 – Esse motivo é tão bom que vale a pena repetir: para conhecer um país que tem apenas 4 semáforos.

All rights reserved by lovstromp (Flickr)

20 – Para ver a aurora boreal.

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

21 – Para aprender algumas palavras de kalaallisut (a.k.a. “groenlandês”).

22 – Para conhecer o povo que inventou o caiaque (ou o qajaq, em kalaallisut).

ilovegreenland (CC BY 2.0)

23 – Para ver o sol da meia-noite…

24 – …e para ver icebergs.

All rights reserved by Ben H

25 – Para (tentar) ver ursos polares antes que eles desapareçam.

All rights reserved by Olof S

26 – Para observar baleias.

27 – Para comprar um toupilaq, os bonequinhos inspirados nos “espíritos dos ancestrais”.

destination arctic circle (CC BY-ND 2.0)

28 – Para conhecer a Nuuk, considerada a menor capital do mundo.

All rights reserved by arnihafsteins (Flickr)

All rights reserved by _Zinni_ (Flickr)

 

Escolha aqui o seu hotel em Nuuk

 

29 – Para comer um churrasquinho de boi almiscarado, o maior mamífero terrestre da região.

All rights reserved by neoviking (Flickr)

30 – Para conhecer a Ushuaia do norte: Qaanaaq, a cidade mais ao norte do mundo.

All rights reserved by sho photos

31 – Para descobrir porque grandes viajantes dizem que “Quando você já viu o mundo inteiro, sempre tem a Groenlândia”.

32 – Para prestigiar um país que fez o site de turismo mais claro e completo que eu conheci até hoje, de onde tirei a maior parte das informações deste Por Que Pra Lá?.

33 – Para ver que estes 32 motivos anteriores são apenas a ponta do gigantesco iceberg de atrações groenlandesas.

Veja onde se hospedar em cidades da Groenlândia

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    42 Comentários
  1. gente q lugar lindoo,
    deu ate p/ encher os olhos… *.*

  2. Adorei o post! Parabens!

  3. Agora eu quero ir pra Groelândia! rs ue fotos incríveis!

  4. Ola Gabriel ja decidi minha proxima aventura Groêlandia. Tenho 60 anos adoro viajar e tb gosto de lugares diferentes. Atualmente estou explorando o Sudeste Asiatico ja fui pra Tailandia,Indonesia, malasia e agora vietna laos etc mas a proxima….Obrigada por essas fotos lindas gitricca

  5. Gabriel quero viajar para Greonelandia já daquia pouco.tenho 23anos adoro bastante de lá
    Já jiegei para Brasil,francai ,Portugal

  6. E como faz pra chegar lá? rs
    Estou planejando as férias do ano que vem e estou tendo dificuldade em achar como ir pra lá. Alias, você sabe se é preciso visto?

    • Alexandre, procure nos buscadores de passagens aéreas, nos guias de viagem e no site do Itamaraty.

  7. 1 2 3 4
Deixe seu Comentário