Jet Lag, ou mal dos viajantes, é algo que acomete 81,4% dos viajantes e é causado pela diferença de fuso entre o local de origem e destino de uma viagem. Outros fatores, como o cansaço causado por longos vôos (fish class, estou olhando para você), também ajudam a piorar o Jet Lag.

Mas o que é Jet Lag?

Se você não sabe, mas já viajou para o exterior, é bem provável que já tenha sentido seus efeitos. Jet Lag nada mais é que seu corpo tentando lhe trollar no início ou fim de sua viagem. Isso porque, ao chegar no seu destino, seu corpo tentará dormir ou acordar no horário em que está acostumado, só que esse horário não será, vamos dizer, adequado para aquele local.

Jet Lag - Photo by Scott Garner

Jet Lag - Photo by Scott Garner

Obviamente, quanto maior a diferença de horário entre o local de origem e destino de uma viagem, maiores serão os efeitos do Jet Lag, mas não priemos cânico, normalmente seus efeitos passam em 1 ou 2 dias (ufa! :mrgreen:)

Situações comuns de Jet Lag

Destino em um fuso horário adiantado em relação à origem:

O Jet Lag faz com que o viajante não tenha sono no horário local de dormir.

Resultado: Insônia.

Essa condição é parcialmente atenuada se o vôo tiver sido muito cansativo, pois o viajante já chegará ao destino com sono, não importando a hora 😛

Um exemplo desse caso seria sair do Brasil e ir para a Europa com um fuso adiantade entre 3 e 5 horas (sem horário de verão) em relação ao Brasil.

Destino em um fuso horário atrasado em relação à origem:

Neste caso, o Jet Lag fará com que o viajante tenha sono antes do horário local de dormir.

Resultado: Sono incontrolável.

Se o vôo tiver sido cansativo então, o viajante ficará ainda mais cansado. Este é o pior tipo de Jet Lag na minha opinião.

Sair do Brasil e ir para São Francisco, que está 5 horas atrasado (sem horário de verão) em relação ao Brasil, é um bom exemplo.

Como evitar o Jet Lag

Evitar o Jet Lag é possível e uma boa dica é tirar o primeiro dia de viagem, aquele da chegada, para descansar. Tentar fazer um segundo dia mais devagar também ajuda, pois seu cérebro e corpo ainda não estarão em sincronia (cadê meu botão de sync?)

Eu sei que descansar no primeiro dia de viagem, ainda mais se você chegou super cedo ao destino, é difícil, pois você quer aproveitar sua viagem ao máximo. Sendo assim, no dia da chegada, faça coisas que não necessitem de muita energia e tente ir descansar ou dormir mais cedo para acordar melhor no dia seguinte.

Eu geralmente não sinto muito os efeitos do Jet Lag, mas depois de 3 semanas num fuso +5 em relação ao Brasil, acabei sofrendo os efeitos ao voltar para casa.

E vocês? Como fazem para evitar o Jet Lag? O que você faz quando sente seus efeitos?

Deixe suas dicas nos comentários para vermos as mais comuns e mais inusitadas 😛

P.S.: Os 80,4% são um número inventado por mim, sem nenhum valor estatístico real 😛

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    25 Comentários
  1. Olá!!! Cheguei aqui pesquisando sobre a Pizzeria Peperino. Adorei seu post e seu blog!
    Também moro em Vinhedo, também adoro a Peperino, também sou blogueira…quanta coincidência!! Rsrsrsrsrs…Ah! E sou professora de italiano, a língua que vc prometeu que vai aprender…espero que possamos conversar em italiano logo!

    Bom, adorei o post do jetlag ! Beijos

    • Obrigado Ana!

      Coincidência mesmo, né? 😛 Nós ainda queremos aprender italiano, mas mudamos um pouco os planos e adiamos essa ideia, mas é para um bem maior 🙂

      Seja bem vinda, espero que goste da nossa casinha 😛

      Ciao!

  2. Nossa, que blog bacana: delícia de ler!

    Parabéns!!

  3. Uma coisa que funciona muito é tomar dramin ou cinfamar (no caso 1:insônia)
    No caso 2 uma capsúla de guaraná com um bom prato de massa manda o sono embora

  4. Sua mensagem…

  5. Fui pra Miami e para evitar o Jet Lag me adaptei ao horário de lá 3 dias antes de minha viagem.Funciona mesmo ;))

  6. 1 2
Deixe seu Comentário