Eu nunca havia lido/ouvido/visto nada sobre a ilha Aogashima, no Japão. Então, de poucas semanas para cá, 3 pessoas me sugeriram pesquisar sobre esse lugar.

All rights reserved by heptasarim

Como eu gosto de coincidências e de lugares que não aparecem no Lonely Planet, pesquisei. E curti horrores.

Aogashima é uma ilha no Mar das Filipinas, a 358 km de Tóquio. Apesar de toda essa distância, ela faz parte do mesmo parque nacional onde fica o Monte Fuji e é administrada por uma subprefeitura subordinada à prefeitura da capital japonesa.

All rights reserved by mh2718

All rights reserved by Meridianos5

All rights reserved by Meridianos5

A população local é de apenas 195 sortudos (2012) que formam a menor cidade do Japão e vivem na mais pura paz oriental, cercados de água e verde, em uma área de 3,5 km de comprimento por 2,5 km de largura.

All rights reserved by Meridianos5

All rights reserved by izuyan

All rights reserved by izuyan

Aparentemente, a única preocupação deles é (ou deveria ser) com a própria ilha, já que ela é um vulcão ativo, com a última erupção registrada em 1785. E é nesse vulcão que está uma das atrações de Aogashima.

Você percebeu que existe um cone vulcânico no meio da ilha, certo? Pois esse cone está no meio de outra cratera, bem maior, que toma conta de quase toda região (são 1,5 km de diâmetro dentro daquela área que eu citei ali em cima).

All rights reserved by izuyan

All rights reserved by Meridianos5

All rights reserved by Meridianos5

Esse cone dentro da cratera entrou até na bandeira local (que me parece muito mais o símbolo de um super-heroi japonês).

Wikimedia Commons

Segundo o Flags of The World, o círculo representa a ilha, enquanto o triângulo maior é o vulcãozão e o triângulo central é o conezinho.

Legal, mas o que se faz em Aogashima?

A maioria dos sites que pesquisei dizem que não existe nenhuma atividade além de trekking. Mas o site oficial da ilha (que conhece o lugar melhor do que ninguém) mostra a verdadeira atração de um lugar tão isolado no mundo: o céu à noite.

Veja algumas imagens feitas pelo fotógrafo Toshihiko Igawa (e veja outras aqui).

All rights reserved by Toshihiko Igawa

All rights reserved by Toshihiko Igawa

All rights reserved by Toshihiko Igawa

All rights reserved by Toshihiko Igawa

Se você também enlouqueceu com Aogashima e quer muito ir para lá, saiba que as únicas formas de chegar são de helicóptero ou de barco, sempre a partir da ilha Hachijo-jima, a mais próxima, onde você consegue chegar de avião ou de ferry desde Tóquio.

Certamente é um perrengue. Mas paisagens como essas e tanta tranquilidade devem valer o esforço.

Tem hotel em Hachijo-jima cadastrado no Booking. Veja aqui.

Se gostou do que viu, assine o blog!


    11 Comentários
  1. Amei o lugar e a matéria tmb!

  2. 1 2
Deixe seu Comentário