A primeira parada nessa viagem de carro pela República Tcheca foi em Ostrava, uma cidade industrial a 4h de carro de Praga, a apenas 15km da fronteira com a Polônia e pertinho da fronteira com a Eslováquia. Quem está fazendo uma road trip por esses países pode usar Ostrava como um ponto base para descanso e aproveitar para conhecer um pouco da história da cidade 😉

Ostrava - Mina Michal entrada

A cidade de Ostrava

Ostrava é a 3a. maior cidade da República Tcheca, ficando apenas atrás de Praga e Brno. Para chegar lá vindo de Praga, o caminho mais fácil é pegar a rodovia D1/E50 que corta todo o país e ainda passa por Brno e várias cidadezinhas lindas no caminho 😉

Ostrava - Vitkovice vista de longe

Segundo estudos, há evidências de pessoas vivendo na região desde a Idade das Pedras, mas foi por causa das minas de carvão e, posteriormente, das siderúrgicas que se estabeleceram ali, que Ostrava cresceu e se tornou um polo industrial, garantindo o apelido de “coração de aço da República Tcheca”.

Ostrava - Mina Michal transporte do carvão

Mina de Carvão Michal

A Mina de Carvão Michal é um dos Monumentos Nacionais da República Tcheca e  foi uma das primeiras a serem exploradas em Ostrava lá em 1843, quando essa região ainda era parte do Império Austríaco.

Ostrava - Mina Michal "cartões de ponto"

Ostrava - Mina Michal gravação dos cartões de ponto

Naquela época, para manter o preço do carvão, os imperadores abriram diversas minas pelo país e em 1856, Ferdinand, dono de várias estradas de ferro, resolveu comprar a mina e aproveitar seu expertise com os trens para facilitar o escoamento das cargas de carvão e ganhar uma graninha 😛

Ostrava - Mina Michal fotos da época

De 1912 a 1915, os prédios da mina foram expandidos e ela tomou a forma que tem hoje. O processo de exploração das minas foi se tornando cada vez menos rentável depois da queda do comunismo e em 1993 Michal foi fechada, sendo 1994 o ano em que a última mina de carvão do país deixou de ser explorada.

Ostrava - Mina Michal roupas deixadas no último dia

O passeio pela mina é bem interessante e mostra como era a vida dos mineradores ali. Desde a hora de pegar sua placa identificadora (que também mostrava em que turno a pessoa trabalhava) e assinar o ponto, passando pela hora de pegar suas roupas de trabalho, até o momento em que os trabalhadores pegavam suas lanternas e máscaras de oxigênio.

Ostrava - Mina Michal elevadores

Pudemos ver também como eram os elevadores que transportavam tanto cargas quanto os mineradores e as enormes máquinas que faziam a mineradora funcionar. Pudemos até ver uma máquina a vapor funcionando para acender uma pequena lâmpada 😛

Ostrava - Mina Michal máquinas

Curiosidades:

  • A Mina Michal era uma das mais profundas da República Tcheca, com o elevador do fosso principal chegando a 670m de profundidade, enquanto a mina em si chegava a 1000m, 200 metros a menos que a mais profunda mina do país.
  • Em Ostrava, não deixe de provar o Miners’ Flag, uma bebida verde e preta feita de Licor de Menta e Licor Fernet que representam a grama e o carvão 🙂

Ostrava - Mina Michal mostradores das máquinas

Mina de Carvão Michal

Endereço:

No ponto final das linhas 101 e 104 dos trams

Ostrava

http://www.dul-michal.cz/en

Horários dos tours:

Terça a Domingo: 9h, 11h, 13, 15 e 17

Tour em inglês: Faça reservas pelo email dulmichal@ostrava.npu.cz

Preços:

Adultos: 80 CZK

Jovens, estudantes e senhores: 50 CZK

 A parte baixa de Vitkovice

Se você sempre teve curiosidade de saber como era uma siderúrgica por dentro, esta é a sua oportunidade. Agora se você gosta de ciência e tecnologia, este também é o seu lugar 😛

Bem no centro de Ostrava está localizada a parte baixa (e desativada) da siderúrgica de Vitkovice. Uma cidade de aço cheia de labirintos, torres de ferro, canos e conduítes que criam formas bizarras e deixam uma impressão estranha e boa ao mesmo tempo.

Ostrava - Vitkovice tubos e conexões

Assim é o passeio pela área da siderúrgica que foi tombada como Monumento Nacional da República Tcheca, como Herança Cultural Europeia e é candidata a patrimônio da UNESCO. De acordo com eles, Vitkovice é o único lugar da Europa em que todo o processo de produção de ferro acontecia num mesmo local.

Ostrava - Vitkovice vista de longe

Eu nasci e vivi até os 18 anos ao lado da Vale do Rio Doce e bem pertinho da CST (Companhia Siderúrgica de Tubarão), mas nunca tive a oportunidade de visitá-las por dentro. Talvez por isso a minha curiosidade tenha se aguçado tanto ao passear por Vitkovice 😛

Ostrava - Vitkovice elevadorOstrava - Vitkovice vista de cimaOstrava - Vitkovice fornos e tubos

Ostrava - Vitkovice o último dia de trabalho

Além desse passeio pela siderúrgica em que conhecemos os fornos, as áreas de acúmulo de gás e de derretimento do ferro, Vitkovice ainda tem uma área dedicada à ciência (chamada de U6) que certamente vai divertir as crianças 😀 Som, imagem, computadores antigos, jogos, teares manuais e bastante interação irão deixá-las com os olhinhos brilhando.

Ostrava - Vitkovice U6 brincando com madeira

Ostrava - Vitkovice U6 tear manual

Vitkovice

Endereço:

Ruska street 2993

Ostrava

http://www.dolnioblastvitkovice.cz

Tours por Vitkovice:

Segunda à Domingo: 10h, 12h, 14h, 16h

Tours duram em média 100min e são em Tcheco. Tours em inglês podem ser reservados com antecedência pelo email nkp@vitkovice.cz, mas custam o dobro do preço.

Preços:

Adultos: 150 CKZ

Famílias (2 adultos + 2 crianças até 15 anos): 390 CKZ

Crianças, Estudantes e Senhores: 90 CKZ

U6 – o pequeno mundo da tecnologia

Endereço:

Dentro de Vitkovice

http://svet-techniky-ostrava.cz/cs/vi-energeticka-ustredna-podle-julese-verna

Horários:

Segunda à Domingo de 10 às 18h

Preços:

Adultos: 90 CKZ

Famílias (2 adultos + 2 crianças até 15 anos): 290 CKZ

Crianças, Estudantes e Senhores: 50 CKZ

A lendária Rua Stodolni

Quando passei por lá, numa Quinta-feira a noite, a rua estava tranquila, com seus cafés, bares e hotéis funcionando calmamente, mas, segundo o pessoal do Turismo de Ostrava, é nos finais de semana que, a rua ferve e se transforma numa pista de dança ao ar livre, fazendo por merecer o apelido de legendary street :mrgreen:

Ostrava - Stodolni Street bar 1

Ok, lendária pode ser um exagero, mas é nessa rua que a noite de Ostrava acontece durante os finais de semana com cerca de 60 dos melhores bares, pubs, boates e clubs da cidade. Tem até um Mulata bar o.O

Ostrava - Stodolni Street Mulata Bar

Se você for nessa rua algum dia, por favor me conte como foi a experiência 😉

Onde se hospedar em Ostrava?

A dica é ficar o mais próximo do centro possível, próximo a estações de tram e de preferência a uma distância caminhável da Rua Stodolni, mas que não seja nessa rua em si. O Hotel Imperial, da rede Mamaison, em que ficamos tinha exatamente essas características, além de ter estacionamento para quem está numa road trip 😉

Ostrava - Hotel Imperial Mamaison quarto

O Hotel Imperial é um hotel sóbrio, sem extravagâncias, com quartos de bom tamanho e o com um farto café da manhã.

Ostrava - Hotel Imperial Mamaison café da manhã

Um bom restaurante em Ostrava

Jantamos no restaurante/cervejaria Brewery Zamek Zabreh (U Zamku 42/1, Ostrava), um restaurante relativamente novo que fica no também novo hotel de luxo Zamek Zabreh, mas num bairro mais afastado do centro.

Ostrava - Brewery Zamek Zabreh entrada

Não tivemos a oportunidade de conhecer o hotel, mas o ambiente do restaurante e a comida eram muito bons 🙂

Ostrava - Brewery Zamek Zabreh sobremesa

Infelizmente eu não fui o primeiro brasileiro a pisar em Ostrava :/

Será que algum de vocês já passeou por lá? Como foi a experiência?

Fred viajou para a República Tcheca a convite do CzechTourism.

Se gostou do que viu, assine o blog!


Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] A cidade industrial de Ostrava na República Tcheca […]