Deixem-me começar dizendo que você pode passar seus dias pela capital da República Tcheca sem utilizar o Metrô de Praga uma única vez. Também preciso falar que os Trams de Praga (também conhecidos como trólebus, bondes elétricos, bondinhos, dentre outros) são a melhor forma de se locomover por lá. De uma forma ou de outra, aqui está o guia definitivo sobre como andar de tram ou metrô em Praga 😀

Como usar o metrô de Praga - Estação Malostranska

site do transporte público de Praga tem uma versão em inglês que funciona muito bem. É nele que você poderá encontrar todas as informações sobre o metrô de Praga, os trams da cidade e até sobre as opções disponíveis para ir e voltar do aeroporto da cidade. Mas, apesar de ser bastante informativo e fácil de usar (mais até do que eu esperava), ele tem muito mais informação do que nós, pobres turistas, precisamos e é aqui que este super guia do transporte público de Praga entra em cena para salvar o dia!

Como comprar os passes de metrô e tram de Praga?

Os tipos de passe

Para quem vai turistar por Praga, há basicamente 4 tipos de passes e que servem para todos os tipos de transporte público como metrô, tram, ônibus e funicular:

  • Passe simples de 30 minutos
    • Valor: 24 CZK (R$ 2,70)
    • Permite que você faça baldeações nos transportes públicos durante 30 minutos
  • Passe simples de 90 minutos
    • Valor: 32 CZK (R$ 3,60)
    • Permite que você faça baldeações nos transportes públicos durante 90 minutos
  • Passe de 1 dia
    • Valor: 110CZK (R$ 12,40)
    • Válido por 24h
  • Passe de 3 dias
    • Valor: 310 CZK (R$ 34,90)
    • Válido por 3 dias

A maioria dos pontos turísticos estão a uma distância bem tranquila de se caminhar e, portanto, você precisará muito pouco do transporte público em Praga. Sendo assim, comprar o passe simples de 30 minutos é normalmente a melhor opção 🙂

Como usar o metrô de Praga - Tarifas do metrô / tram

Nota: Em teoria, bagagens, cachorros e volumes grandes (como carrinhos de bebês desocupados) são cobradas a parte. Nesse caso você precisa de um passe básico/simples de tarifa reduzida (16 CZK / R$ 1,80) por bagagem e ele terá a mesma validade que seu passe. Os passes de 1 e 3 dias já incluem um volume na tarifa.

As máquinas de venda de passes

As maquininhas de venda de passe em Praga me lembram aquelas máquinas que vendem cigarros, com seus botões simples, um mostrador digital, um lugar para colocar o dinheiro e só, bem diferentes das máquinas dos metrôs de Madri, Munique, Nova York, Chicago, Boston e Londres. Para comprar os passes faça o seguinte:

Como usar o metrô de Praga - Máquinas de compra de ticketsComo usar o metrô de Praga - Ponto do Tram / Bondinho

  1. Aperte o botão “English” para que as mensagens do mostrador sejam exibidas em inglês.
  2. Escolha o tipo de passe e aperte o botão correspondente.
    • Se você quiser comprar o passe para estudante ou bagagem, aperte o botão “Discounted” antes de apertar o botão do passe desejado.
  3. Insira o dinheiro. Em muitas máquinas apenas moedas são aceitas!
  4. Pegue o passe e o troco.
  5. Se você quiser cancelar a operação, aperte o botão “Storno”.

Como usar o metrô de Praga - Máquina de compra de ticketsComo usar o metrô de Praga - Detalhes dos tipos de passes na máquina de compra de tickets

Prontinho 🙂

Você também pode comprar os passes em algumas lojinhas que ficam próximas às estações de metrô ou pontos do bondinho. Na nossa primeira vez em Praga, acabamos comprando os primeiros passes numa lojinha dentro da estação do Funicular do Parque Petrin (Ujezd), posteriormente, e depois de ler as instruções em inglês, conseguimos comprar os outros passes diretamente nas maquininhas 😉

Como usar o metrô de Praga - Instruções de compra dos passes

Atenção: Assim como na Alemanha e Áustria, em Praga você também precisa validar seu ticket antes de usá-lo. No metrô, as maquininhas de validação ficam nas estações, enquanto que nos trams, elas ficam dentro dos vagões. Basta inserir o ticket na posição indicada na maquininha (geralmente pequenina e amarela) que ela irá carimbá-lo com a data e hora. Esse procedimento só precisa ser feito uma vez por ticket 🙂

Como usar o Metrô de Praga?

O metrô de Praga tem apenas 3 linhas e elas se encontram em apenas algumas estações: Muzeum (linhas A e C), Mústek (linhas A e B) e Florenc (linhas B e C), portanto não há muito como errar o trem. As estações também tem conexão entre os dois lados das plataformas como o metrô de Londres, ou seja, você pode entrar por qualquer entrada da estação, a contrário do metrô de Nova York que muitas vezes não tem conexão entre os lados das plataformas.

Algumas dicas seguindo as fotos 😛

Como usar o metrô de Praga - Placas de direção do trem

Na foto acima a placa indica para qual estação final (smer stanice) o trem de cada plataforma (kolej) está indo. Smer stanice Dejvicka significa: direção estação Dejvicka 😛

Como usar o metrô de Praga - Mapa do metrô na estação

Já nesta foto, fica mais fácil descobrir em qual plataforma você precisa pegar seu metrô, pois o mapinha ajuda bastante 😀 Mas não é em toda estação que você irá encontrar esse tipo de placa, portanto, fique atento.

Como usar o metrô de Praga - Placa de saída da estação

Esta foto já mostra a direção da saída (vystup) da estação. Como há duas saídas, uma está apontando para o Mustek, enquanto que a outra está apontando para o Vaclavske Namesti (a famosa Praça Venceslau / Wenceslas Square).

As linhas mais importantes do Metrô

Como eu disse ali em cima, o metrô de Praga não é assim um meio de transporte muito utilizado pelos turistas, portanto sugiro que você use apenas se for realmente necessário ou se você for como eu e gostar de conhecer os metrôs pelo mundo 😉

Em todo caso, a linha mais importante é a Linha A, pois ela passa na base do Castelo de Praga, é a que chega mais próxima ao Aeroporto de Praga (não, o metrô não chega até lá 🙁 ) e faz baldeação com a Linha C para a estação de trem e ônibus Hlavni nadrazi.

Como usar o metrô de Praga - Mais detalhes da máquina de compra de passes

Como usar o Tram de Praga?

O Tram é tão simples quanto o metrô, talvez até mais simples no sentido de que você só precisa encontrar o ponto correto. Todos os pontos são devidamente sinalizados e incluem o número dos bondes que passam por ali. Infelizmente eles não incluem um mapa da rota dos trams, mas incluem o nome das paradas de cada linha.

O mais difícil mesmo é conseguir descobrir qual tram pegar para ir até o local desejado. Por isso, se possível, já planeje isso com antecedência tanto pelo Google Maps quanto pelo site do Departamento de Trânsito de Praga. Se você tiver uma conexão 3G na República Tcheca, então a coisa fica bem simples 😉

Entre no tram, valide seu ticket e aproveite para apreciar a paisagem 8)

Atenção: Alguns pontos de tram não têm lugar para comprar a passagem, por isso tente comprar com antecedência sempre que possível. 

As linhas mais importantes de Tram

Mesmo sendo uma cidade em que você fará quase tudo a pé (sempre há alguma surpresa pelo caminho, como um Freud pendurado no telhado), às vezes é preciso pegar um tram para ir a um local um pouco mais longe. Sendo assim, as linhas mais importantes de bonde que eu utilizei foram:

Linha 22: Essa é a linha que leva desde próximo à Ponte Carlos e à Catedral de São Nicolau (St. Nicholas Cathedral), até a entrada do Castelo de Praga no ponto Prazsky hrad (literalmente Castelo de Praga :mrgreen:). Esta é certamente a linha mais famosa da cidade.

Como usar o metrô de Praga - Mapa do metrô no vagão

Linhas 9: Esta é outra linha importante de tram, pois passa perto do Parque Petrin e leva até a estação de trem e ônibus (Praha hl. n. / St. Wilsonova) e a alguns outros pontos turísticos mais afastados da cidade como o Parque / Memorial de Vitkov onde estão o Monumento Nacional (a maior estátua equestre de bronze do mundo) e o Museu Armamentista Soviético. Um passeio bem interessante e off turístico 😛 Falarei mais dele no futuro, fiquem tranquilos.

Você já foi a Praga? O que achou do transporte público da cidade?

Conta pra nós sua dica para não cair em nenhuma furada 😉

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    24 Comentários
  1. Olá Fred, boa tarde. Ótimas dicas!

    Só uma informação simples. Li que o funicular para subir a colina Petrin é integrado ao transporte público. Estarei hospedado ali pertinho, provavelmente vou a pé para a estação do funicular. O processo é igualzinho? Comprar na maquininha o passe para trajetos curtos, um para subir, e depois para descer?

    Obrigado,

  2. Pessoal, ótimas dicas, apenas ressaltando um ponto, existem fiscais nos metros mais movimentados, se não em todos, e eles não ficam dentro dos trens, mas sim nas estações. Então, diferente de Berlim, por exemplo, não se pode ir ao local de entrada nos trens/metrôs e depois sem estar com os tickets validados ou pode ser multado e sofrer outras sanções.

    Outro ponto, o local de validação do ticket, é o oposto dos de Berlim, ou seja se coloca de cabeça para baixo na máquina, do contrario pode trazer problemas com algum guarda mais complicado…

  3. Olá! Ótimas informações!! Uma dúvida: os passes de 24h e 72h só precisam ser validados no primeiro uso não é?

  4. 1 2
Deixe seu Comentário