Este tema não fazia parte dos meus planos, mas amigos insistiam que o assunto merecia virar post e aqui estamos 🙂 Quando você pensa em viajar pelo México, com exceção, talvez, da região de Cancún, inevitavelmente uma hora você vai se perguntar: É seguro viajar para o México?

Eu sei que este é um tópico delicado, que envolve vários fatores e que depende muito do contexto e da experiência de cada um, mas já nos perguntaram isso tantas vezes que precisamos tocar nesse assunto.

É seguro viajar para o México?

Ao organizar a minha viagem, tentei não ficar muito preocupada com as notícias que falavam sobre o aumento da violência no México, afinal como diria o Riq Freire: “na CNN é sempre pior.”

Nosso plano original era ficar 15 dias entre a Cidade do México, Puebla e Oaxaca, mas, por uma dessas peças que a vida nos prega, acabamos voltando mais cedo e nossa viagem se resumiu a apenas 6 dias na Cidade do México. Portanto, a pergunta deste post poderia muito bem ser substituída por: É seguro viajar para a Cidade do México?

Sim e Não, mas deixe-me explicar melhor cada situação 🙂

Ao pegar ônibus intermunicipais

Uma das situações mais delicadas que enfrentamos foi durante o nosso passeio a Teotihuácan. Seguimos de ônibus convencional e descartamos a opção de passeio privado, pois queríamos saber se era fácil chegar até lá por conta própria 🙂 Logo ao embarcar no ônibus no terminal rodoviário, dois policiais entraram no ônibus, fortemente armados e com uma câmera filmadora apontadas para o rosto de cada passageiro. Um apontava a câmera, o outro uma arma de grande calibre.

É seguro viajar pelo México - Policiais com armamento pesado numa parada de ônibus

Essa cena se repetia a cada ônibus que tomamos, tanto na volta de Teotihuacán quanto na ida para Tula. E assusta. Meu caro leitor, não é todo dia que apontam uma arma para mim e tudo fica numa boa. Eu sei que isso é um procedimento padrão da polícia da região, mas confesso que fiquei assustada na primeira vez que isso aconteceu. Nas viagens seguintes, eu já sabia o que vinha pela frente e fiquei um pouco mais tranquila.

Metrôs da Cidade do México

Nos metrôs e nas principais atrações da Cidade do México, por conta da grande aglomeração de pessoas, sempre tomávamos cuidado redobrado com nossas bolsas e carteiras e não dávamos trela para ninguém. Nos horários de pico, há uma divisão de vagões que são exclusivos para mulheres que aconselhamos sempre respeitar, como explicamos no post sobre o Metrô da Cidade do México.

Veja os melhores bairros para se hospedar na Cidade do México:

Os 3 melhores bairros para ficar na Cidade do México

Maria Condesa: um hotel Boutique no bairro descolado da Cidade do México

Room Mate Valentina – uma opção econômica na Zona Rosa

Segurança em outros locais na Cidade do México

Por toda parte da Cidade do México, inclusive dentro de museus, como o Museu Nacional de Antropologia, era possível ver diversos policiais, todos andando com metralhadoras pesadas, o que nos intimidava e incomodava, principalmente nos primeiros dias.

Quando chegamos ao Zócalo (a Praça de Armas mexicana), encontramos uma grande aglomeração, um tipo de occupy Cidade do México. Depois ficamos sabendo que eram os professores que estavam acampados ali há semanas por conta de mudanças nas leis de educação do país. Tanto esse occupy quanto as manifestações com que cruzamos foram tranquilas, nada que prejudicasse muito a nossa programação.

É seguro viajar pelo México - Professores acampados na frente do palácio / occupy Cidade do México

Curiosidade: O fim dessa história de occupy foi bem tumultuado, mas vocês já devem ter visto cenas parecidas por aqui :/

Teoria sobre a segurança no interior do México

Tenho uma teoria, não comprovada por enquanto, de que, quanto mais viajamos para o interior do México, mais nos sentimos tranquilos. Talvez os grandes balneários como Cancún e Playa del Carmen, também passem essa sensação de segurança, já que são uma espécie de “México para americano ver” 😛

Conclusão sobre a segurança no México

Talvez essa insegurança que senti na Cidade do México, fale muito mais sobre mim mesma do que sobre a segurança no país. Claro que ver policiais fortemente armados por toda a cidade e entrando nos ônibus de surpresa me deixava aflita, mas com o tempo você vai entendendo que aquilo é normal e acaba ficando mais tranquilo. Mas nossos dias na Cidade do México sempre contavam com essa dose de emoção extra seja no ônibus ou no metrô.

Em resumo, é seguro viajar para o México se você tomar os mesmos cuidados que tomaria em grandes cidades Brasileiras, ou seja, não andar com itens de valor à mostra, não contar dinheiro na rua, colocar a carteira sempre no bolso da frente ou no fundo da bolsa, etc.

Depois desse choque “cultural-policial”, eu decidi que quero um dia voltar para o México e conhecer Puebla e Oaxaca.

É seguro viajar pelo México - Passeata de professores pelo centro da cidade

Cuidados com a segurança durante uma viagem ao México

As mesmas dicas de segurança que usamos aqui no Brasil valem para o México e praticamente qualquer lugar do mundo.

  • Não conte dinheiro na rua
  • Leve sempre dinheiro trocado e moedas para os pequenos gastos do dia a dia
  • Cuidado com os taxistas mal intencionados na Cidade do México. (Assunto para um outro post)
  • Nas grandes aglomerações, cuidado com seus pertences pessoais.
  • Não dê bobeira com a sua carteira e sua câmera, afinal, batedores de carteira existem em qualquer lugar no mundo. Até em Valinhos.
  • Evite andar de metrô na Cidade do México nos horários de pico, entretanto, se isso não for possível, respeite a sinalização
    • Principalmente se você for mulher e estiver numa linha onde os vagões são divididos entre vagões para homens e para mulheres. Insistir em embarcar num vagão errado pode ser um tanto quanto traumático. Digo por experiência própria 🙁

Você já foi para o México? O que achou da segurança?

Tem alguma experiência ou dica para dividir conosco?

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros do México \o/

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    31 Comentários
  1. Bom dia, Natalie. Tudo bem? Excelente “Post”! Parabéns!
    Meu nome é Thiago, sou deficiente auditivo. Eu pretendo ir para o México em “Abril” desse ano. Eu preciso da sua ajudinha! Você indica algum melhor bairro para eu hospedar lá no “Ciudad de México”? Por exemplo, bairro nobre, bonito e calmo, bares noturnos, shopping.
    Que documentos eu levo para entrar o México? Muito agradecido!

  2. Olá!
    Você recomendaria fazer um roteiro incluindo Guanajuato ? E claro, Cidade do México.
    Outra pergunta: Qual é a praia mais próxima da Cidade do México?
    Desde já, obrigado.

    • Vinícius,

      Não visitamos Guanajuato, mas parece ser uma cidade histórica bem interessante.

      O México é um país muito grande e com inúmeras possibilidades de roteiros diferentes. Tudo vai depender das suas preferências e expectativas.

      Não tem nenhuma praia perto da Cidade do México. É melhor seguir esse trecho de avião.

  3. Olá, boa noite.
    Estou querendo ir ao México passear… Mas fiquei com uma dúvida. Sei que não se precisa de visto para entrar lá, mas vi em um site falando Que eu preciso de uma autorização eletrônica. Isso procede?!
    Obrigada.

  4. Boa tarde. Tô querendo ir pro México no meio do ano, mas sozinha. Será que é muito perigoso?
    Obrigada.

    • Oi, Verônica.

      Eu achei um pouco perigoso, sim, mas muita gente descorda veementemente da minha imagem. Acho que não tive uma boa impressão.

      Tome os mesmo cuidados que você tomaria ao viajar sozinha pelo Brasil e sempre entre no metrô dentro do vagão reservado para mulher. Se possível, dê preferência ao Uber e evite os táxis na cidade.

  5. Prefiro ver polícias fortemente armados que bandidos!!

  6. 1 2
Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. […] – Wikipedia, Melhores Destinos, Zona Turística, Sunday Cooks, Viaje Aqui Abril, Quanto Custa Viajar, Viaje na Imagem, Adventure Club, Visit […]

  2. 1 2