Esses dias eu trombei com um site interessante chamado Sightsmap que traz um mapa mostrando os lugares mais fotografados do mundo \o/ Uma ferramenta divertida para dar aquela última arrumada no seu roteiro de viagem e não perder nenhuma foto interessante 😛

Times Square Nova York - Tilt ShiftRockfeller Center Nova York Tilt Shift

Sightsmap

O Sightsmap usa a base de dados do Panorâmio (serviço de fotos com geolocalização do Google) para criar seus rankings e o heat map (mapa de calor) dos locais mais visitados do mundo. Como a maioria dos smartphones de hoje já tem GPS e as pessoas quase nunca desligam a geolocalização das fotos, fica muito mais fácil para o Google identificar de onde elas foram tiradas quando essas fotos são compartilhadas. Pretty smart, huh?

Sightsmap Lugares mais fotografados do mundo - Mapa

Curiosidade: Quem já tentou usar o Street View no Google Maps em cidades que ainda não estão cobertas por ele, já deve ter percebido que algumas fotos aparecem. Essas fotos são todas do Panorâmio. Essa é uma maneira interessante de não deixar o usuário completamente na mão 😉

Voltando ao Sightsmap, ao abrir o site, você verá uma lista com os 10 lugares mais quentes do planeta no quesito fotos tiradas. Algumas são óbvias como Nova York (1), Roma (2), Barcelona (3) e Paris (4), mas você sabia que Buenos Aires (9) está bem a frente de São Paulo (38), Rio de Janeiro/Ipanema (51) e Foz do Iguaçu (53) no ranking mundial?

Você concorda que nossa hermanita Buenos Aires seja realmente

a cidade mais fotogênica da América do Sul? :mrgreen:

Como usar o Sightsmap?

A interface do Sightsmap é bem simples e usa o Google Maps como base e uma camada, o heat map, por cima indicando os locais mais fotografados. Quanto mais amarelo o mapa ou o pin, mais quente ele é. Ao aproximar o zoom do mapa, você perceberá que alguns outros locais aparecerão e as cores dos já existentes mudará de acordo com a região mostrada.

Sightsmap Lugares mais fotografados do mundo - Europa e Roma

O menu superior ainda lhe dá algumas opções como:

  • Places: Aqui você pode mudar a quantidade de cidades/pontos turísticos exibidos no mapa ao mesmo tempo e também dizer se quer ver todos os locais, só os mais top ou apenas locais de um determinado tamanho.
  • Trip Plan: Aqui você pode deixar o mapa lhe sugerir uma rota pelos pontos de referência. Não gostei muito do resultado e achei que precisa melhorar a usabilidade, por isso deixo aqui apenas como curiosidade 😉

Ao passar o mouse em cima de um pin no mapa, você poderá ver o ranking mundial e o ranking local. Além disso é possível clicar nos varios links disponíveis para encontrar mais informações sobre aquele ponto.

Sightsmap Lugares mais fotografados do mundo - Sugestão de roteiro em Nova York

Conclusão

Achei o Sightsmap interessante e divertido de brincar, mas não é nada que irá mudar sua vida 😛 Ele pode lhe ajudar a não perder nenhuma foto especial da sua viagem, mas não acho que seja um ponto de partida para a criação do seu roteiro. Além disso, para ser chatinho, também achei que a interface ainda tem vários problemas e que poderia ser melhorada 😛

Sightsmap Lugares mais fotografados do mundo - Guggenheim em Nova York

Curiosidades encontradas com o Sightsmap

  1. Nova York é a cidade número um no Sightsmap, mas você sabe qual o ponto mais fotografado da cidade? Se você acha que é o Empire State acer… Nope. Não é. O ponto mais fotografado é o Museu Guggenheim. Pois é, nem eu esperava isso o.O”
  2. Repare como o Ártico também tem alguns lugares bem fotografados. Será que deram câmeras para os Ursos Polares aproveitarem o verão?
  3. Note também como muitas ilhotas estão em amarelho no mapa, indicando que também gostam de sair bem nas fotos 😛
  4. Aposto que você também tem foto desses mesmos lugares, não é? :mrgreen:

Sightsmap Lugares mais fotografados do mundo - Detalhes do Guggenheim em Nova

O que você achou da brincadeira? Concorda com o ranking?

Descobriu alguma outra curiosidade?

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    2 Comentários
  1. Buenos Aires?
    Oi brasil, Rio de Janeiro, cadê voce?
    E Machu Picchu?

Deixe seu Comentário