Faz tempo que eu não escrevo nada da série Quem Batiza os Países?, onde coloco as origens dos nomes dos cantos do mundo que me parecem interessantes.

Para este retorno – que coincide com o aviso de que este blog sai de férias hoje e deve retornar apenas no meio de novembro (veja lá embaixo) – nada mais lógico do que abordar justamente o nome de um dos próximos países de destino, a Geórgia, correto?

Georgia

Então vamos lá.

A primeira coisa que vem à cabeça quando lemos “Geórgia” é que existe alguma relação deste nome com “George”. E pode até existir mesmo, já que a origem dele é incerta e pelo menos uma das versões indica que a inspiração foi São Jorge, o santo matador de dragões, popularíssimo entre os georgianos.

Vladimer Shioshvili (CC BY-SA 2.0)

Vladimer Shioshvili (CC BY-SA 2.0)

Por outro lado, existem outras versões que não têm nada a ver com o santo católico (e padroeiro da Geórgia). Segundo cada uma, “Geórgia” seria derivado:

– De uma palavra persa (Kurj) ou árabe (Gurj) que significam “lobo”;

– Do nome de uma província local chamada Guria, de onde vem o modo como os russos chamam o país: Gruzia;

– Da palavra grega Geo, que significa “terra”. Segundo o livro A Origem dos Nomes dos Países, isso teria acontecido porque o gregos chegaram na área e viram os habitantes trabalhando na terra.

Independentemente de qual dessas aí estiver correta (e se alguma delas estiver correta), é importante saber que os georgianos não chamam o país deles de Geórgia. O correto, na versão local, é Sakartvelo.

Aliás, “georgianos” não: kartvelebi, katlios, kartoel ou kartalios, segundo eles mesmos.

A origem deste nome é bem simples: vem de Kartlos, um deus pagão que seria o pai de todos os georgianos.

E para que tudo fique amarradinho com muita religião, dizem que Kartlos era trineto de Noé – sim, o da arca, que é bem popular pelo Cáucaso.

*****

AVISO DE FÉRIAS

Como eu disse ali em cima, este blog sai de férias hoje e só deve retornar no meio de novembro. Juro que tentei deixar posts prontos para que fossem publicados ao longo desse período, mas não consegui. A trabalheira pré-férias foi muito maior do que eu imaginava.

Para acompanhar a viagem, fique ligado no meu Twitter, na fanpage e também no Instagram (que eu quase não uso, mas que talvez use mais nesta viagem).

Até a volta.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    7 Comentários
  1. Ó, já falei e falo de novo: o IG é minha rede social favorita e eu adoro suas fotos. Ia ser LINDJO ter vc “atuante” por lá também. Boa viagem 🙂

  2. Oi Gabriel, aproveite e curta muito a viagem. Ah, nao se esqueca de comer muito khachapuri adjaruli e khinkali! 🙂

  3. Uma boa viagem Gabriel, e poste coisas no Instagram sim!!! Como bem disse a colega aí de cima, suas fotos são demais!!!!

    • Obrigado, pessoal! Vou me esforçar no Instagram! 😉

  4. Esse negócio do nome da Geórgia me lembrou da Albânia. O nome do país por lá é Shqipëria (já rolou o porquê desse nome aqui?). E me surpreendeu o tanto de gente que não sabia que Macedônia é um país, achando que eu estava falando de uma região da Grécia, que também existe. Ô bagunça!

    Você já prometeu se esforçar, mas mesmo assim vou engrossar o coro pedindo fotos no instagram! Até porque minha vontagem de conhecer a Armênia vai me fazer comprar o mesmo guia que o seu, então essa parte do mundo muito me interessa. 😉

  5. Gabriel boa viagem! EStamos esperando noticias e posts sobre a Georgia! 🙂

    http://destinofeliz.wordpress.com/2014/10/09/roteiro-3-dias-em-veneza/

  6. Adorei esse site, muito diferente de tudo que já vi em blogs de viagem! Estarei viajando pela Nova Zelândia por um ano junto com meu marido e estamos escrevendo nossos relatos no nosso blog: http://vidacigana.com/

Deixe seu Comentário