Nós sempre dizemos que, ao planejar uma viagem, é importante que todos os trechos aéreos estejam no mesmo bilhete, desta forma, vários perrengues e gastos inesperados (como o pagamento de excesso de bagagem) são evitados. Fazer isso é relativamente simples, basta comprar uma passagem aérea multidestino (múltiplas cidades) 🙂

Por isso, repitam comigo o mantra: Sempre que possível, comprarei todos os trechos das passagens aéreas no mesmo bilhete. Ohmmmm…

Mas por que é tão importante que todos os trechos das passagens aéreas estejam no mesmo bilhete? E como faço para comprá-las?

Roteiro de Washington - Museu Aero-Espacial 2

Por que comprar passagens aéreas multidestinos?

Uma passagem aérea multidestinos é simplesmente um bilhete aéreo que inclui mais que duas cidades de destino e origem. Por exemplo, uma passagem de ida e volta Nova York – São Paulo não é multidestinos, por outro lado, um bilhete São Paulo – Nova York / Washington – São Paulo é.

Note que trechos com escalas também não são considerados multidestinos, ou seja, a viagem São Paulo – Cusco com conexão em Lima é um trecho normal da sua passagem. A vantagem é que, nesse caso, você pode aproveitar para fazer um Stop Over (detalhes mais abaixo) em Lima antes de voltar para o BrasilParece complicado, mas é só um pouquinho 😛

Ofertas de Passagens Aéreas

Ofertas de Hotéis

Como comprar passagens aéreas multidestinos - 5

Principais vantagens de se comprar uma passagem aérea multidestinos

1) A mesma franquia de bagagem do voo inicial

Esta é a maior e mais importante vantagem das passagens multidestinos 🙂

Isso quer dizer que, se todos os trechos estiverem interligados no mesmo bilhete, a franquia de bagagem de todos eles será a mesma. Mas por que isso é importante, você me pergunta. Porque voos internacionais saindo do Brasil sempre têm a franquia de bagagem maior que os voos internos dos países.

Quem viaja para os EUA saindo do Brasil tem direito a 2 malas de 32kg por padrão. Contudo, em voos internos americanos, conseguir uma bagagem de 23kg de graça já é uma grande vitória, pois quase todas as companhias cobram para despachar bagagem. A mesma coisa acontece com as Low Costs europeias.

Mala para uma viagem ao Peru

Ao colocar todos os trechos no mesmo bilhete, você terá direito à mesma franquia do voo internacional em todos os outros trechos, mesmo que seja política das companhias cobrar por mala despachada. Foi assim que fizemos na Alemanha quando fomos de Colônia para Londres e de lá para Frankfurt com a Air Berlin 😀

2) Poder fazer um Stop Over

Stop Over, em poucas palavras, é quando você transforma a cidade de conexão em uma cidade de destino, desmembrando trechos do seu voo. Isto é, você muda a data da sua conexão para ficar alguns dias na “cidade do meio” daquela passagem aérea.

Stop Overs são ótimos para quem quer passar alguns dias em uma cidade que já faz parte da sua passagem apenas como conexão, pois muitas vezes esse “desmembramento” não altera o valor final do bilhete. Por exemplo, quem vai de Copa Airlines ou de Avianca para os EUA pode tentar um Stop Over na Cidade do Panamá ou Bogotá, pois essas são paradas obrigatórias desses trechos. Infelizmente nem sempre que os Stop Overs são permitidos pelas companhias aéreas ou têm bons preços 🙁

Leia também:

O que fazer em Chicago em uma longa conexão?

O que fazer numa longa conexão na Cidade do México?

Zocalo Centro Histórico da Cidade do México - praça ocupada pelos professores

3) Conhecer múltiplas cidades numa mesma viagem

Assim como fazer um Stop Over numa cidade de conexão, a opção de multidestinos permite que você inclua cidades diferentes não interligadas no seu bilhete. Desta forma, você pode começar a viagem por um destino e terminar voltando por outro. Por exemplo, numa viagem pela Europa você pode ir São Paulo – Madri, depois Barcelona – Londres e ParisBrasil num único bilhete 🙂 BTW, essa rota deve ser muito interessante de se fazer 😉

Roteiro de Paris - Em frente à Torre Eiffel 3

4) Conseguir Descontos nas passagens

Quem já tentou comprar uma passagem aérea internacional só de ida sabe que seu valor é praticamente o mesmo de uma passagem de ida e volta, não é? Pois saiba que comprar uma passagem multidestinos pode gerar bons descontos no final \o/

Quando fomos ao Peru da última vez, conseguimos comprar 2 trechos internos praticamente pelo preço de 1 ao utilizar a opção multidestinos da companhia aérea, e tudo com a mesma franquia de bagagem do voo que saiu do Brasil ~o~

Internet 3G no Peru - Plaza de armas de Trujillo

Como comprar passagens aéreas multidestinos?

Ok. Passagens multidestinos têm boas vantagens, então como fazer para comprá-las?

Você tem duas opções: pelo site das companhias aéreas e agências de viagem online ou através de um agente de viagens.

Site das companhias aéreas ou agências de viagem online

Neste caso, procure pela opção que diz: Múltiplas Cidades, Múltiplos Destinos ou algo parecido.

Como comprar passagens aéreas multidestinos - 1Como comprar passagens aéreas multidestinos - 2

Em geral, aparecerá uma tela onde você pode colocar as cidades de ida e de volta para cada trecho e as datas correspondentes. Lembre-se de que o trecho seguinte não precisa partir necessariamente da cidade de chegada do trecho anterior 😉

Como comprar passagens aéreas multidestinos - 3

Como comprar passagens aéreas multidestinos - 4

Pronto, ao emitir dessa forma, os trechos estarão no mesmo bilhete.

Atenção: Esse processo deve gerar apenas um número de e-Ticket / Localizador. Se for gerado mais de um número, significa que os trechos estão em bilhetes diferentes e, portanto, não são considerados multidestinos 🙁

Limitações:

Ao comprar as passagens aéreas dessa forma, alguns sites limitam o número de trechos que podem ser comprados. Dificilmente você precisará de mais trechos do que o que eles permitem, mas se este for seu caso, tente ligar no call center da empresa ou faça a compra com um agente de viagens. Ah, e o desmembramento de trechos com conexão não podem ser feitos diretamente pelo site 🙁

Por um agente de viagens

Um bom agente de viagens consegue comprar as passagens do jeito que você precisar, inclusive com desmembramentos se necessário. Eles também têm acesso, muitas vezes, a boas tarifas que não aparecem nos sites de compra online. Infelizmente a comissão que as companhias pagam a eles têm diminuído cada vez mais, fazendo com que eles precisem colocar uma taxa extra sobre o valor da passagem que, muitas vezes, pode deixar de ser atrativo :/

Você já emitiu esse tipo de passagem? O que achou do processo? Valeu a pena?

Se tiver alguma dica ou dúvida, é só deixar um comentário 🙂

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    30 Comentários
  1. Olá!

    Esse procedimento também é válido para passagens entre mais países? Por exemplo, vou sair do Brasil até Santa Cruz de la Sierra-Sucre, seguirei viagem e depois irei de Ica para Lima de ônibus e de Lima gostaria de pegar um voo para Cusco.. Qual a melhor maneira? Obrigada!

    • Oi Yasmine.

      Vale sim, desde que a empresa aérea tenha esses locais disponíveis na hora da pesquisa 🙂

  2. Estou tentando há dias combinações em vários sites diferentes para voos multi trechos e os preços são muito altos. Pretendo fazer os trechos (i) SP -> Santiago e (ii) Cuzco -> SP, vez que vou mochilar de Santiago até Cuzco por 20 dias. Porém não consigo encontrar preço legal. O Google Flights mostra preços sensacionais, mas nunca aparecem nos sites das companhias (tam principalmente). Nele fiz a simulação SP->Santiago, Cuzco->Santiago->SP, e o preço era 1299 com taxas, porém no site da TAM era 2404 !! Tentei alterar para Lima, porém sem sucesso. Acho que não estou sabendo encaixar os voos certos. É isso ? Ou realmente não tá barato? haha

    • Quando você encontra essa opção no Google Flights, você clica no link e ao ser redirecionado para o site da cia não encontra o valor sugerido? É isso, Christian? Poxa, geralmente costuma funcionar, mas o sistema não mostra o valor das taxas. Esse preço na casa das 1200 está muito bom. Uma alternativa mais antiga é tentar ligar diretamente para o SAC da cia e tentar fechar a compra por telefone. Já fiz isso também 😉

  3. por Gentileza , como comprar São Paulo /Londres Portugal / Lã Corunã / São Paulo,. quero ficar 04 dias na cidade que faz conexão . Agradeço desde já a dica

    • Oi Adriana. Do mesmo jeito que está no post 😉 e cada perna da viagem seria uma perna diferente na hora da compra.

  4. Olá,

    Comprei uma passagem pela Latam com pontos SP > Cidade do México, porém meu destino final será Cancun. Agora vou ter que comprar outro trecho pela Aeromexico, ja que a Latam nao faz Cidade do México >Cancun. So depois descobri sobre a franquia de bagagem. Além da franquia de bagagem, tem mais algum inconveniente em relação aos trechos fracionados?

    • Oi, Ronaldo.

      Se o seu destino final era Cancun, o ideal era emitir o bilhete – mesmo usando milhas – até Cancun. (O Google Flights me indica a possibilidade de voar até Cancun com a LATAM fazendo conexão em Santiago, ou Lima ou Bogotá).

      Além da franquia de bagagens, se você tiver algum tipo de imprevisto como atraso dos voos, cancelamentos, extravio ou qualquer coisa do tipo, a empresa a operar o voo seguinte não pode ser acionada ou responsabilizada. Por isso, o ideal agora é tentar emitir esse segundo trecho com um tempo considerável de conexão, tendo em vista que será necessário fazer todo procedimento de imigração, segurança, check in e despacho da bagagem novamente.

      Boa viagem! 😀

  5. 1 2
Deixe seu Comentário