Do lado chileno, essa região é mais conhecida como a “região dos lagos” e muitas vezes confundida como um trecho da patagônia. Já do lado argentino, ela faz parte da patagônia norte e nem sempre é associada a essa área do mapa. Deixando a geografia de lado, esse roteiro entre Puerto Varas e Bariloche também responde muito bem pelo apelido de beleza pura 🙂

Como é o Cruce Andino - 15

Reuni quatro cenários imperdíveis que mostram tudo isso e muito mais para quem quer fazer a travessia entre essas duas cidades, seja com o Cruce Andino ou viajando por terra.

Cruce Andino: um sentido diferente de viajar entre o Chile e a Argentina

Saltos de Petrohué, Puerto Varas

As quedas d’água do Lago Todos Los Santos, no Rio Petrohué e dentro do Parque Nacional Vicente Perez Rosales, são alguns dos cenários mais bonitos de toda região. Graças à composição das rochas de origem vulcânica, o tom da água beira um verde esmeralda.

Roteiro de 3 dias em Puerto Varas

O que fazer em Puerto Varas - Petrohué

Frutillar, a cidade da música

Frutillar é conhecida por sua forte ligação com o cenário musical. Assim como Puerto Varas, a cidade também foi colonizada por alemães que trouxeram, além dos traços de sua arquitetura singular, suas tradições da confeitaria. Passar uma tarde por lá é um programa bem gracinha e você ainda pode complementar esse tour com uma ida até Puerto Octay para visitar suas cascatas e seu mirante.

Frutillar: o melhor bate-volta saindo de Puerto Varas

O que fazer em Puerto Varas - Frutillar

Cerro Campanário, Bariloche

Paraíso dos fotógrafos e dos não fotógrafos também, nada melhor do que visitar o Cerro Campanário em um dia de sol para ter uma vista completa dos lagos que cercam Bariloche.
Do alto do teleférico e do mirante, é possível ver o lago Nahuel Huapi, o hotel Llao Llao e a cadeia de montanhas no horizonte.

Essa é uma das vistas contemplativas mais bonitas de Bariloche 🙂

Roteiro de quatro dias em Bariloche

O que fazer em Bariloche - Cerro Campanário 02

Navegação pelo lago Nahuel Huapi, Bariloche

Uma das melhores maneiras de aproveitar os belos lagos que circundam a região, é fazer um passeio de barco e curtir a paisagem que parece ter saído da Noruega. Um dos itinerários mais procurados é o tour de barco pelo lago Nahuel Huapi até o Bosque de Arrayanes e a ilha Victoria.

Outro passeio interessante segue até Puerto Blest e Cascata dos Cântaros. Nesse trecho já é possível sentir um pouco do clima do Cruce Andino, também conhecido como Cruce de Lagos.

O que fazer em Bariloche: Meus passeios favoritos

Como é o Cruce Andino - 17

O Sundaycooks viajou a convite do Cruce Andino.

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


Deixe seu Comentário