atualizado em:

Como tirar a Carteira Internacional de Habilitação (PID)

Viaje tranquilo: veja como providenciar sua Permissão Internacional para Dirigir.

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

Se pudesse te dar um conselho além do tal uso do filtro solar eu diria: faça sua carteira internacional de habilitação (também conhecida como PID). Principalmente se está pensando em viajar e quer incluir um trecho de carro ou mesmo fazer aquela sonhada road trip. Não custa quase nada (tá, custa um pouquinho só) e pode evitar transtornos durante uma viagem.

Você não vai querer estragar sua viagem de carro pela Toscana ou pelo Vale do Loire só porque não fala italiano ou francês e o guarda rodoviário não foi com a sua cara de jovenzinho e não reconhece sua CNH brasileira. Melhor não arriscar.

Como sempre fazemos algumas viagens de carro, resolvi testar o processo do Detran-SP para tirar a PID (Permissão Internacional para Dirigir, também conhecida como Carteira Internacional de Habilitação) e traçar o caminho para que você não passe por nenhum imprevisto ou dificuldade como passei na primeira vez que tentei fazer meu documento.

Geralmente as locadoras de carro não cobram pela PID, apenas o passaporte e a habilitação brasileira são suficientes, mas já vi alguns relatos em que o documento foi solicitado. Bom, não sei até que ponto essa economia compensa a possível dor de cabeça durante uma viagem internacional.

PID – Permissão Internacional para Dirigir

Confesso que estava esperando o mesmo processo chato e demorado pelo qual passei na minha tentativa anterior, mas fiquei feliz ao saber que está mais fácil e rápido tirar a PID. Em menos de 5 dias, a minha permissão já estava na minha casa.

Hoje, tanto os bancos quanto as pessoas envolvidas no processo estão mais cientes dos códigos de pagamento necessários para completar o processo do pedido da CNH internacional mas, ainda assim, precisamos prestar atenção nas pegadinhas e detalhes para não ter problemas.

Não é todo território que exige a PID, mas é sempre bom tê-la para evitar transtornos durante. Ao final do post, coloquei a lista de países que aceitam a carteira internacional de habilitação.

Como tirar a PID, a carteira internacional de habilitação?

A PID é solicitada no Detran e, sendo este um órgão estadual, o processo, taxas e prazos podem variar de estado para estado. Em todos os estados pesquisados, a solicitação inicial poderia ser feita online. Em São Paulo, o serviço também é oferecido pelo Poupa Tempo.

Em geral, o processo é simples:

  1. Fazer a solicitação online
  2. Pagar a taxa nos bancos conveniados ao Detran do seu estado
  3. Levar a documentação no Detran ou Ciretran da sua cidade

Dicas:

  • Antes de solicitar a PID, verifique o vencimento da sua CNH. Como a PID tem a mesma validade que a sua CNH, se ela estiver pra vencer, sugerimos renová-la antes de solicitar a permissão internacional. A mesma recomendação serve caso tenha que atualizar algum dado, como sobrenome, por exemplo.
  • Você só pode solicitar a PID no estado da sua CNH. Caso tenha se mudado, é necessário realizar providenciar a transferência da habilitação antes de solicitar a PID.

PID em São Paulo

Em São Paulo as opções para solicitar a PID são variadas: via Detran-SP ou Poupa Tempo, online ou presencialmente, com ou sem envio da PID via correios.

Pelo Detran online:

  1. Cadastre-se no site do Detran. Este cadastro é necessário para acessar qualquer serviço eletrônico do Detran como segundas vias e boletim de multas. Se você já fez essa etapa, basta logar no sistema quando pedido. Hoje em dia eles permitem sincronizar com as contas do Facebook e Google.
  2. Nesta página do Detran-SP, clique em “Faça pela Internet”, entre com seu login e complete a solicitação.
  3. Pague a taxa de R$ 282,70 nos bancos conveniados. Atenção com esse passo, pois não é gerada nenhuma guia. A taxa é gerada direto no caixa eletrônico – verifique neste link (seção “Pagamento”) o procedimento de cada banco conveniado (Banco do Brasil, Bradesco ou Santander).
    1. Caso queira que o documento seja enviada via correios, será preciso pagar uma taxa adicional de R$ 11,00.
  4. Aguarde a chegada da PID na sua casa em até 7 dias úteis ou, no prazo estipulado, vá à unidade do Detran-SP escolhida, munido do protocolo de solicitação e documento de identificação (original e cópia, em bom estado de conservação).

Pelo Detran presencial:

  1. Pague a taxa de solicitação da PID nos bancos conveniados (Banco do Brasil, Bradesco e Santander) e guarde o comprovante de pagamento. A taxa é gerada direto no caixa eletrônico – verifique neste site (seção “Pagamento”) o procedimento de cada banco.
    1. Essas unidades aqui aceitam pagamento via Débito Visa, Mastercard e Elo.
  2. Vá até a unidade do Detran-SP mais próxima da sua casa, munido da CNH (original e cópia simples, em bom estado de conservação) e do comprovante de pagamento (original).

Pelo Poupa Tempo presencial:

  1. Se dirija a uma agência do Poupa Tempo mais próxima de você. Levar CNH (original e cópia simples), CPF e comprovante de pagamento da taxa de R$ 282,70.
    1. Se necessário, nas situações seguintes, podem ser requisitados os documentos:
      1. boletim de ocorrência, em caso de perda ou roubo;
      2. declaração de perda ou extravio;
      3. guia de apreensão e recolhimento, em caso de apreensão em procedimento de fiscalização de trânsito.
  2. Após o prazo estipulado, volte Posto Poupa Tempo onde a solicitação foi efetuada para retirada do documento. Os prazos variam de cidade para cidade.

PID em Pernambuco

Em Pernambuco, o processo é parecido, mas não há o serviço de envio pelos correios, ou seja, precisa ir retirar a PID pessoalmente.

  1. Basta entrar no site do Detran-PE e, com o CPF e número da CNH em mãos, abrir a solicitação online. Selecione o local de atendimento e clique no botão “Abrir serviço”.
  2. Aparecerá um botão para Gerar Guia, no valor de R$ 219,97 (atualizado em 23/jan/2018). Pague-a nos bancos credenciados (Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Lotéricas, Bradesco ou Santander) e sua PID estará pronta para retirada no posto de atendimento escolhido entre 5 e 10 dias úteis.
  3. No dia da entrega, leve o original e cópia do documento de identificação em bom estado de conservação (RG, Carteira de Trabalho, CNH, Passaporte) e CPF. Atualmente eles solicitam que os documentos não tenham mais de 10 anos.

Nota:

Em São Paulo ou Pernambuco, em qualquer uma das situações de retirada presencial, parentes de primeiro grau (pais, irmãos, filhos) e cônjuges podem fazê-la por você, desde que o parentesco seja devidamente comprovado em documentos de identificação (RG, CNH, Passaporte, por exemplo).

Caso seja indicado um procurador, é necessário uma procuração pública (vigente) ou particular (com reconhecimento de firma por autenticidade ou semelhança, expedida há no máximo 3 meses). O procurador também deve levar um documento de identificação. Caso o procurador seja advogado, não será necessária o reconhecimento de firma.

Atenção: Tenha certeza de que seu endereço cadastrado no site está correto, pois é para lá que a PID será enviada pelos correios.

Pesquisamos ainda procedimentos de solicitação da habilitação internacional nos Detran de Alagoas, Paraná, Rio de Janeiro e Espírito Santo, e todos eles possuíam um passo-a-passo bastante similar ao que foi apresentado aqui. Entretanto, como o procedimento pode mudar sem aviso prévio, sugerimos que consulte o site do Detran do seu estado para confirmar as informações.

Dicas

  • Mora em SP e tem menos de 2 semanas para sua viagem? É melhor tirar a PID pelo Poupa Tempo, pois ela fica pronta mais rapidamente. Se houver mais tempo, o processo pelo site do Detran-SP é melhor para evitar as possível filas nos postos de atendimento.
  • Se você costuma viajar de carro no exterior, faça sua PID sempre que renovar a sua CNH, pois elas terão sempre a mesma validade.
  • Pode parecer óbvio, mas é aconselhável carregar a PID o tempo todo com você, mesmo que não esteja utilizando o veículo naquele momento, evitando esquecer de pegá-la ao sair com o carro 🙂

Onde fazer compras na Flória - Palm Beaches e Paradise Coast - 04

Países que aceitam a PID

  • África do Sul
  • Albânia
  • Alemanha
  • Angola
  • Argélia
  • Argentina
  • Austrália
  • Áustria
  • Azerbaijão
  • Bahamas
  • Barein
  • Belarus (Bielo-Rússia)
  • Bélgica
  • Bolívia
  • Bósnia-Herzegovina
  • Bulgária
  • Cabo-Verde
  • Canadá
  • Cazaquistão
  • Chile
  • Cingapura
  • Colômbia
  • Coréia do Sul
  • Costa do Marfim
  • Costa Rica
  • Croácia
  • Cuba
  • Dinamarca
  • El Salvador
  • Equador
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Estados Unidos
  • Estônia
  • Filipinas
  • Finlândia
  • França
  • Gabão
  • Gana
  • Geórgia
  • Grécia
  • Guatemala
  • Guiana
  • Guiné-Bissau
  • Haiti
  • Holanda
  • Honduras
  • Hungria
  • Indonésia
  • Irã
  • Israel
  • Itália
  • Kuwait
  • Letônia
  • Líbia
  • Lituânia
  • Luxemburgo
  • Macedônia
  • Marrocos
  • México
  • Moldávia
  • Mônaco
  • Mongólia
  • Namíbia
  • Nicarágua
  • Níger
  • Noruega
  • Nova Zelândia
  • Panamá
  • Paquistão
  • Paraguai
  • Peru
  • Polônia
  • Porto Rico
  • Portugal
  • Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales)
  • República Centro-Africana
  • República Democrática do Congo
  • República Checa
  • República Dominicana
  • Romênia
  • Rússia
  • Saara Ocidental
  • San Marino
  • São Tomé e Príncipe
  • Seichelles
  • Senegal
  • Sérvia e Montenegro
  • Suécia
  • Suíça
  • Tadjiquistão
  • Timor
  • Tunísia
  • Turcomenistão
  • Ucrânia
  • Uruguai
  • Uzbequistão
  • Venezuela
  • Zimbábue

Se você é de outro estado e já tirou a PID, compartilhe com a gente como foi o processo 🙂

Assine nossa newsletter!

Comentários