atualizado em:

Perfumes, viagens e lembranças

(Voltei de viagem e encontrei esse post carinhoso escrito pela minha mãe, dona Sônia, e agora divido com vocês 🙂 […]

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

(Voltei de viagem e encontrei esse post carinhoso escrito pela minha mãe, dona Sônia, e agora divido com vocês 🙂 Enjoy.)

Cheguei neste sábado de mais uma viagem às cidades históricas de Minas Gerais e qual não foi minha surpresa ao ser recebida por um delicioso e conhecido perfume?

Corria o último quartel do séc. XIX, a escravidão estava oficialmente terminando e meus bisavós maternos chegavam ao Brasil como imigrantes para instalarem uma fábrica de sapatos em São Paulo. Contudo, um sério problema ocorreu no porto do Rio de Janeiro e eles perderam tudo o que traziam para iniciar a vida no novo mundo. Restou apenas aceitar a indenização em terras mineiras que o governo de D. Pedro II ofertou. E foi dessa forma que a história de nossa família se cruzou com a de Minas Gerais.

Minha bisavó, que havia nascido no Vale do Ruhr (Alemanha) e estudado em Londres, sem saber direito como, se percebeu vivendo no interior de terras mineiras.

Em um primeiro momento, a única coisa que ela desejava era ir embora e viver na “norte-américa”, como dizia com seu português de forte sotaque.

Meu bisavô não sabia mais o que fazer. Certa vez, um perfume, vindo de uma árvore, invadiu a pequena casa onde eles moravam e ele então resolveu fazer um pacto com sua amada esposa. Se aquela árvore tão perfumada desse frutos e estes não conquistassem o coração da minha bisavó, eles iriam embora para a “norte-américa”.

Passado algum tempo, minha bisavó colheu e experimentou uma jabuticaba pela primeira vez. A experiência foi tão marcante que ela nunca mais falou em deixar o Brasil. A partir de então, em nossa casa, nunca mais faltou um pé de jabuticaba e seu aroma para nos receber no retorno de nossas viagens.

Quem também quiser ter essa experiência de perfumes, viagens e saudades pode hospeda-se em algumas regiões de Minas Gerais, principalmente na região de Sabará e de Ouro Preto. Mas isso, como diria a Natalie, é assunto para outro post.

Vocês sabiam que Sabará é uma das  variedades de jabuticaba?

Assine nossa newsletter!

Comentários