atualizado em:

Planetóvski Rússia: Bascortostão

“Bascortostão, Bascortostão, Bascortostão.” Tente dizer isso rapidamente. Se conseguir, aposto que você também vai dizer o nome da capital dessa república russa: […]

por Gabe Britto outros artigos do autor
atualizado em:

“Bascortostão, Bascortostão, Bascortostão.”

Tente dizer isso rapidamente. Se conseguir, aposto que você também vai dizer o nome da capital dessa república russa: Ufa.

A culpa da enrolação de língua é dos basquírios, mais um povo turco que vive no país há trocentos anos. É do nome deles que vem o Bascortostão (“terra dos basquírios”) e é da língua deles que vem o Ufa (“água escura”).

O Bascortostão fica aos pés dos Montes Urais, exatamente na fronteira entre a Europa e a Ásia. E, apesar de ser apenas a 7ª maior república da Rússia, tem sonhos bem grandes relacionados ao turismo. Nas palavras dos próprios, eles querem ser “uma nova Meca para os turistas” até 2016.

Para conseguir esse feito, em 2007 foi lançado o projeto “Bascortostão – A Terra das Aventuras no Sul dos Urais”, que tem até uma lista das 7 maravilhas basquírias. Dá uma olhada:

1 – A caverna Shulgan-Tash, com desenhos rupestres em excelente estado, comparáveis aos encontrados na França e na Espanha. Dizem que a caverna tem poderes místicos e, depois de sair dela, você não pode olhar para trás.

Genek’s cards – All Rights Reserved

2 – Apicultura selvagem. O Bascortostão é o único lugar da Rússia onde ainda se pratica o método mais antigo de criação de abelhas (direto nas árvores, não em apiários). Isso faz com que o mel basquírio seja “o único mel absolutamente natural e puro do mundo”. Com uma fatia de pão, dizem que vira coisa de louco.

3 – A fronteira da Europa com a Ásia. Sim, dá para ver ao vivo o ponto onde os dois continentes se separam. E dá para fazer aquela foto com um pé de cada lado.

4 – O Urso Irendyk. Na verdade, não é um urso. É uma pepita de ouro com um formato que lembra um urso (mas se não dissessem isso, você nem saberia). Segundo a lenda, essa pepita de ouro com 5 quilos deveria ter sido entregue a Ivan, o Terrível, como um presente dos basquírios, em 1557. Mas uma tentativa de roubo fez com que um guarda a enterrasse e ela ficasse sumida por 436 anos.

5 – O monumento de Salavat Yulaev, o maior heroi basquírio. É também a maior estátua equestre da Rússia e fica na capital Ufa.

Boris Bartels (CC BY-SA 2.0)

6 – Sheehany. Um conjunto de 4 picos que se estendem por 20 km nos montes Urais.

alex_right – All Rights Reserved

7 – Monte Iremel. A sétima maravilha basquíria é a segunda maior montanha do sul dos Urais.

den_kid – All Rights Reserved

Falando bem sério, acho que vai ser dificílimo alcançar o objetivo basquírio com essas atrações. Mas se elas parecem (muito) fracas isoladamente, talvez o conjunto da obra tenha mais força. Foi o que eu deduzi ao ver as fotos da região. A república tem pelo menos 3 reservas naturais enormes e é chamada pelos russos de “a segunda Suíça”, justamente pela paisagem.

YMR.. – drynwhyl – All Rights Reserved
Andre Bulber (CC BY 2.0)
Alexey Shockov (CC BY-SA 2.0)
Micaela Rosenberg – All Rights Reserved

Tomara que seja assim mesmo. Caso contrário, as grandes atrações vão continuar sendo o nome do país e da capital.

Veja onde se hospedar em Ufa com o Booking.

Assine nossa newsletter!

Comentários