atualizado em:

Trip com a Trip

Eu e uma amiga do ballet encontramos uma passagem promocional da TRIP voando São Paulo – Joinville bem na data […]

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Eu e uma amiga do ballet encontramos uma passagem promocional da TRIP voando São Paulo – Joinville bem na data do festival de danças, então pensei por que não aproveitar e conhecer outra cia aérea brasileira e economizar um pouco no valor da passagem que o grupo da academia havia conseguido?

O atendimento no check in em SP, embora um pouco lento, foi bem educado. O serviço de bordo também foi satisfatório: o café servido estava gostosinho (não sei se influenciado pelo meu fator fome) e o atendimento bastante simpático.

Infelizmente nosso voo atrasou mais de duas horas devido ao mal tempo em Juiz de Fora, onde a aeronave estava.

Como eu já comentei, de forma geral fomos bem atendidas por todos da cia e bem servidas, mas confesso que fiquei muito apreensiva ao me dar conta do tamanho real do nosso avião. Tanto na ida quanto na volta, voamos em um ATR-42 300 – um pequeno avião turboélice.

Embora  a decolagem e a aterrissagem tenham sido tranquilas, a impressão de estar dentro da minha máquina de lavar enquanto ela centrifuga um edredom em pleno ar não me agradou muito, sem contar o barulho excessivo…

Vale a pena aproveitar os voos da TRIP para os pequenos aeroportos, pois a cia opera em várias cidades menores e aproveitar também o lanchinho servido. Basta não olhar para as hélices e caprichar na playlist do seu mp3 e logo logo você estará em terra firme 🙂

PS1: Nesse pequeno avião não é possível #viajarsemdespachar porque o bagageiro é muito pequeno.

PS2: A empresa também trabalha com aviões maiores. Quem sabe eu não consigo voar em um outro avião da próxima vez?

PS3: No blog Aquela Passagem você também encontra um ótimo relato sobre como é voar com a TRIP.

Assine nossa newsletter!

Comentários