Ao programar sua viagem a Praga, certamente irá passar pela sua cabeça se há algum outro lugar para visitar enquanto estiver na cidade. Por isso, separei uma lista de lugares maravilhosos que nem eu, que sou fã da República Tcheca, imaginava 😀 Sigam-me os bons!

Cesky Krumlov UNESCO - Vista lateral do castelo

Por que ficar mais tempo em Praga?

A primeira coisa que irá notar ao chegar em Praga é: você reservou poucos dias para ela. Sério. À medida que vamos conhecendo e entendendo como funcionam a cidade e o povo tcheco, percebemos que ficar 1, 2 ou mesmo 7 dias no país é pouco.

A mistura da cultura Tcheca com as culturas Alemã e Judia fez com que fosse criado ali um ambiente perfeito para o desenvolvimento das artes, ciência e arquitetura – especialmente em Praga, o centro da história da República Tcheca.

Como é que um dia pode ser suficiente

para absorver milhares de anos de história?

Com essa frase, que acho que define bem meu sentimento pela cidade, deixo vocês com os 10 mais interessantes bate e voltas de Praga e um pitstop de bônus 🙂

Ofertas de hotéis em Praga

Potrefena Husa de Praga - Em frente à Dancing House

10 bate e voltas de Praga e 1 pitstop

1) Cesky Krumlov – Patrimônio da UNESCO

A cidade ficou de fora dos planos da nossa primeira visita à Praga, mas na segunda oportunidade consegui um diazinho para ir a Cesky Krumlov. Ainda bem, porque eu moraria lá facilmente se tivesse a oportunidade 😛 Pra não correr o risco de não fazer jus à cidade, acho melhor deixar o post sobre ela:

Como se apaixonar por Cesky Krumlov

Cesky Krumlov UNESCO - Outra curva do rio

Como chegar a Cesky Krumlov?

GPS: 48o48’51.510”N, 14o19’4.419”E

Carro: 173 km – 2h25

Trem: 3h40

Ônibus: 3h

2) Karlovy Vary

Meu segundo arrependimento. Dizem que Karlovy Vary, a 1h40 de Praga, foi criada em 1350 quando o Rei Carlos IV (aquele mesmo da famosa Ponte Carlos) provou de suas águas termais. 200 anos mais tarde ela ficaria famosa entre as personalidades da época e hoje aguarda para entrar na lista de patrimônios da UNESCO 😉

Bate e volta de Praga - Karlovy Vary

Foto: Czech Tourism

Como chegar a Karlovy Vary?

GPS: 50o13’47.864”N, 12o51’51.866”E

Carro: 130 km – 1h40

Trem: 3:20

Ônibus: 2h15

3) Plzen – Capital da Cultura Européia 2015

Plzen é uma cidade que literalmente vive da cerveja.” E assim começa sua descrição nos materiais do turismo da República Tcheca 😛 E não é pra menos, a cidade é casa do tipo de cerveja mais consumido no Brasil, mas deixemos isso para o post sobre o assunto.

Além de casa da cervejaria Pilsner Urquell, a catedral de São Bartolomeu, dona da mais alta torre de igreja do país, também é um de seus grandes atrativos. Aproveite para visitar a cidade no início de Maio durante o “Festival da Libertação (Liberation Festival)” que comemora sua libertação das mãos dos nazistas na Segunda Guerra.

Bate e volta de Praga - Plsen

Foto: Czech Tourism

Como chegar a Plsen?

GPS: 49o44’53.412”N, 13o22’39.129”E

Carro: 91 km – 1h

Trem: 1h35

Ônibus: 1h

4) Mariánské Lázne

Uma pérola da arquitetura, a Nascente de Maria foi descoberta em 1197 e, devido às suas características medicinais foi visitada por Goethe, Richard Wagner, Frédéric Chopin, Franz Kafka, Thomas Edson e muitas outras pessoas importantes. Não é à toa que ela também está aguardando para entrar na lista da UNESCO de patrimônios da humanidade.

Dica: Visite as fontes termais pela tarde entre Abril e Outubro, quando a música (tocada a cada hora ímpar) é complementada por uma iluminação especial 😉

Bate e volta de Praga - Marianske Lazne

Foto: Czech Tourism

Como chegar a Mariánské Lázne?

GPS: 49o58’31.091”N, 12o42’10.767”E

Carro: 170 km – 1h50

Trem: 2:50

5) Kutná Hora – Patrimônio da UNESCO

Ao pesquisar mais sobre a República Tcheca, você lerá sobre Kutná Hora, principalmente por causa de seu ossuário. Quando o monastério do local foi desfeito, a família que passou a tomar conta do prédio fez uma modificação no subsolo e o decorou inteiramente com os ossos que se encontravam lá. Um lugar que pode ser considerado mórbido por muitos, mas que é considerado patrimônio da UNESCO e eu morro (!) de vontade de conhecer 😉

Bate e volta de Praga - Kutná Hora

Foto: Shawn Harquail (CC BY-NC 2.0)

Como chegar a Kutná Hora?

GPS: 49o56’59.125”N, 15o16’7.410”E

Carro: 84 km – 1h30

Trem: 1h

6) Karlstejn Castle

Mais uma obra do Rei Carlos IV, o Karlstejn Castle foi construído para guardar os tesouros e jóias da coroa. Além disso, o rei acompanhou pessoalmente o término da construção e da decoração do interior. Por isso, não deixe de visitar a Capela da Santa Cruz onde estavam guardados os tesouros reais e que, até hoje, está coberta de pedras semi-preciosas e de pinturas raras.

Dica: Visite o castelo na última semana de Setembro, quando a festa do vinho é celebrada. Ah, e você ainda pode aproveitar a Burgenstrasse, ou Trilha dos Castelos, que liga mais de 90 deles entre Praga e Mannheim na Alemanha.

Bate e volta de Praga - Karlstejn Castle

Foto: Czech Tourism

Como chegar ao Karlstejn Castle?

GPS: 49o55’58.711”N, 14o11’5.975”E

Carro: 37 km – 50 min

Trem: 40 min

7) Konopiste Chateau

Lembra das aulas de história da escola em que o assassinato de Francisco Ferdinando foi o estopim da Primeira Guerra Mundial? Pois bem, ele morou no Konopiste Chateau com sua esposa antes desse trágico evento, não sem antes trazer para o castelo, que já havia passado de fortaleza gótica a chateau romântico, toda modernidade da época como água encanada, eletricidade e até elevador hidráulico. Além desse fato histórico, você também vai encontrar uma bela coleção de arte do Franz Ferdinand d’Este no chateau 🙂

Bate e volta de Praga - Chateau Konopiste

Foto: Vlasta Juricek (CC BY-NC-SA 2.0)

Como chegar ao Konopiste Chateau?

GPS: 49o46’58.675N, 14o39’32.814”E

Carro: 44 km – 30 min

Trem: 40 min

Ônibus: 45 min

8) Bohemian Switzerland

Essa dica é pra quem gosta de natureza e paisagens de filme. O Bohemian Switzerland (Ceské Svycarsko) é um dos 4 parques nacionais da República Tcheca e possui paredes rochosas, portões naturais, rios e labirintos, tudo formado pela erosão do material ali depositado do período cretáceo (ou seja, antigo pra caramba :P). É lá também que está um dos mirantes mais antigos do país.

Curiosidade: Várias cenas do filme Crônicas de Nárnia e dos contos de fada “A Rainha de Neve” se passaram ali. Esse lugar no inverno deve ser impressionante!

Bate e volta de Praga - Bohemian Switzerland

Foto: Jakub Sram (CC BY 2.0)

Como chegar à Bohemian Switzerland?

GPS: 50o52’26.020”N, 14o14’10.390”E

Carro: 130km – 1h50

Trem: 40 min

9) Cesky Sternberk Castle

Visitar o Cesky Sternberk Castle é ter a oportunidade de conhecer a casa de um dos membros da mais antiga família tcheca (ele ainda mora lá). Entre suas paredes você poderá conhecer diversas salas e aposentos decorados com itens da época e até troféus de caça. Visitando o castelo, não deixe de conhecer o monastério em Sázava – centro da educação eslava de 1032 até o séc. XVIII – para ver o único quadro em que a Madonna de Sázava está disciplinando o menino Jesus.

Bate e volta de Praga - Cesky Sternberk Castle

Foto: David Thomas (CC BY-NC 2.0)

Como chegar ao Cesky Sternberk Castle?

GPS: 49o48’27.703”N, 14o55’28.895”E

Carro: 50 km – 35 min

Trem: 2h10

Ônibus: 2h

10) Bohemian Paradise – Geoparque da UNESCO

O Bohemian Paradise não é apenas voltado à natureza abundante do lugar. Entre rochas e florestas estão vários castelos e chateaux. Você pode, inclusive, se hospedar no Hrubá Skála Chateau e aproveitar a vista do local diretamente do seu quarto 🙂 A cidade de Turnov é uma outra opção de hospedagem caso você queira passar mais tempo por ali.

Bate e volta de Praga - Bohemian Paradise

Foto: Florin Draghici (CC BY-NC-ND 2.0)

Como chegar ao Bohemian Paradise?

GPS: 50o35’20.337”N,  15o9’10.926”E

Carro: 91 km – 1h

Trem: 2h

Ônibus: 1h30

Um pitstop na República Tcheca

Olomouc – Patrimônio da UNESCO

Cidade universitária patrimônio da UNESCO, Olomouc é muito parecida com Ouro Preto 🙂 Suas ladeiras e seus prédios históricos valem uma visita e até uma noite na cidade, principalmente entre Quinta e Sábado, quando os estudantes aproveitam para fazer a festa 😛

Olomouc: uma cidade que me lembrou Ouro Preto

Olomouc - Catedral de São Venceslau 01

Como chegar a Olomouc?

GPS: 49o35’30.831”N, 17o16’43.764”E

Carro: 280km – 2h40

Trem: 2h20

Você já fez algum bate e volta de Praga? Para onde foi?

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros da República Tcheca \o/

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    25 Comentários
  1. Adorei as dicas! Tem lugares nessa lista que nunca tinha ouvido falar! Estou vendo que vou ter que fazer no mínimo 2 bate e voltas da cidade 😀

    • Eu também, Guta! Cada cidadezinha linda na República Tcheca que dá pra ficar lá pra sempre 😛

  2. Da lista conheci Karlovy Vary e Karlstejn. Dois lugares maravilhosos e que valem mesmo a visita. Praga é uma cidade especial e que tem uma trilha sonora…eu passeio pelas ruas e ouço música.

    • Verdade, Jorge. Depois que se entende todo o frenezi da cidade é que se pode curtí-la de verdade. Tive oportunidade 2 vezes de tirar fotos da Ponte Carlos vazia, mas daí não seria Praga 😛

  3. Oi Fred, tudo bem?

    Cara, primeiramente queria agradecer pelo seu trabalho no Sundaycooks, está me ajudando muito na minha próxima viagem! rs.

    O segundo ponto é uma dúvida sobre dois bate-voltas em praga, tenho um dia livre e estava pensando em ir para Bohemian Switzerland ou para Kutná Hora.

    O ponto é que não encontrei muitas informações sobre Bohemian Switzerland =/ Vale a pena mesmo assim?

    Vou fazer 3 dias em praga + 1 dia em Cesky Krumlov, acha que vale a pena trocar algum desses dias por outro lugar?

    Obrigado desde já.

    • Oi Ruan. Obrigado pelos elogios e ficamos felizes em saber que estamos ajudando na sua viagem 😀

      Infelizmente eu não fui nem na Bohemian Switzerland nem em Kutná Hora, mas eu iria para Bohemian Switzerland por parecer que há mais coisas para fazer e ver por lá (sem contar q o lugar é lindo). Kutná Hora me passa a impressão de ser basicamente o local do ossuário (não que não haja uma cidadezinha por perto pra conhecer tb).

      Agora, 3 dias apenas para Praga já é pouco, mesmo se forem dias inteiros 😉 Eu não trocaria um dia em Praga para ir nesses outros locais não. Agora, se vc conseguir um dia a mais, fazer um bate-e-volta fica mais interessante.

    • Vale Fred! Ótimas dicas.
      Devo fazer 4 dias em Praga + Cesky Krumlov e Bohemian Switzerland.

      Muito obrigado e continue esse ótimo trabalho.

    • Que legal, Ruan \o/ Depois volta aqui pra contar como foi 😉

    • Ruan, conta aí as dicas de Bohemian Switzerland!

      Fred, tá de parabéns, tô adorando as tuas dicas, elas estão sendo bem úteis para organizar meu tour cervejeiro! Tu chegaste a ir naqueles spas de cerveja? Queria muito ir num e gostaria de dicas quentes, mas ninguém que eu conheço já fez…

      Abraços!

    • Obrigado, Alinne.

      Infelizmente não fiz, mas fiquei morrendo de curiosidade. Se conseguir fazer, conta pra nós como foi 🙂

  4. Olá colegas! Parabéns pelo blog, Fred, muito conteúdo bom!

    Eu fiquei muito interessado em ir no Bohemian Switzerland, procurei bastante por informações, mas só achei algumas excursões caríssimas, de 100 euros. E não sei se é possível fazer o passeio sem guia. Se alguém tiver dicas ou algum site com mais informações eu agradeço.

    Abs

    • Alexandre,

      Acabei de fazer essa viagem. Me envia um e-mail para kakate@hotmail.com e posso falar um pouquinho mais sobre 🙂

      Ou me adiciona no facebook.com/ruan.teles

      Atenciosamente.

    • Era você mesmo que eu estava procurando, Ruan 😛 Vc tem como contar pra nós aqui como foi fazer esse passeio?

    • Obrigado Alexandre.

      É possível chegar lá de carro e trem e não acho que seja necessário guia não. Infelizmente não conheci essa parte, mas tendo em vista o que conheci da República Tcheca, um guia seria mais para vc entender um pouco mais sobre o lugar e uma excursão seria mais para ajudar na logística pra chegar até lá. Se ainda não tiver lido, dê uma olhada nos comentários pq acho que já comentaram aqui sobre essa região.

  5. Tive que diminuir minha viagem e reservei só 3 dias completos pra Praga, mas com certeza voltarei a Praga em outra sonhada viagem pelo Leste Europeu inteiro. Daí aproveitarei pra conferir todas estas super-dicas. Vocês são demais! Parabéns!

    • Obrigado! Praga é demais. Eu já tinha ido uma vez, ficado 4 dias, mas quando fui de novo, havia tantas outras coisas pra fazer e ver. Eu ainda quero conhecer todos esses lugares.

  6. Olá. Estamos programando uma viagem para Praga/Viena/Budapeste. Estamos com a intenção de levar dólares (já temos) para fazer o câmbio para os primeiros dias e depois realizar saques. Com a desvalorização do real vamos deixar pra comprar as passagens de trem entre essas cidades por lá, pra poder pagar na moeda local, oq vcs acham disso? Pois se comprarmos daqui, pela internet, o valor é calculado em Euro. Vamos deixar para comprar os trechos entre essas cidades e alguns bate-voltas sugeridos por vcs! Acham que é muito arriscado deixar para comprar o trem na hora? Vcs compraram com antecedência ou na hora mesmo?
    Obrigada desde já.

    • Oi Emanuele.

      Comprando com 1 ou 2 dias de antecedência, vc não deve ter problemas para comprar as passagens (se bobear nem no dia, mas é bom não arriscar, né?). Eu sempre compro antes pra não ter de me preocupar, mas na Espanha, por problema do sistema, deixei pra comprar no dia anterior e foi super tranquilo.

      Sobre o dinheiro, pode ser interessante pagar em moeda local, mas não sei se fará muita diferença, já que vc terá de sacar dinheiro de qualquer forma.

  7. Boa noite, Fred.
    Primeiro gostaria de parabeniza-lo pelo blog. Já li todos os posts sobre Praga e todos excelentes.
    Viajo próximo mês para Praga, Viena e Budapeste e quero incluir Cesky Kumlov no meu roteiro e pensei em ir como pit stop a Viena usando o bean shuttle. A minha dúvida é: tenho onde deixar as malas em CK para circular pela cidade? De lá para Viena vale ir novamente de bean shuttle? Que horas recomendas sair de Praga?
    Muito obrigada!!!!

    • Oi Shynaide. Não conheço o bean shuttle, então não tenho como dizer. Eu também fui de carro para lá, então não sei como é a estação de trem, mas normalmente elas têm lockers para deixar malas. Minha recomendação é ir bem cedo pra Cesky Krumlov pra aproveitar ao máximo e também para não chegar tarde em Viena. Tenta perguntar pro pessoal da bean shuttle essa questão das malas, quem sabe eles não têm a resposta?

  8. Eu vou ficar em praga 7 dias e estou pensando em ficar mais umas 2 noites em alguma destas e fazer um bate volta para karlovy vary e kutna hora com certeza
    .. Qual delas me indica para ficar 2 noites

  9. Olá. Fred. Parabéns pelo trabalho. Vou para a república Tcheca em maio para ficar 10 dias. Quero fazer essas cidades próximas mas gostaria de indicações de agências locais. Não quero ir por conta e sozinha. Grata

  10. Oi Vanderlene, tudo bem?

    Para conhecer Bohemian Switzerland, eu aconselho a ir com o pessoal da NorthernHikes 🙂
    Eles são locais da região e conhecem bastante. Eu utilizei os serviços deles ano passado e adorei. Vale a pena.

    http://www.northernhikes.com/en/

    🙂

Deixe seu Comentário