Menos de 110 quilômetros nos separavam Stuttgart de Baden-Baden, nosso penúltimo destino dessa viagem pela Alemanha. Alguns fatores despertavam nossa curiosidade pela cidade: a famosa estrada que corta um trecho da Floresta Negra, o bolo original de mesmo nome tão conhecido pelas nossas avós e a bela arquitetura da região.

Baden-Baden e a Floresta Negra - cidade 3

O coração da Floresta Negra

Ao longo do nosso caminho, cruzamos com pequenos e fofos vilarejos, cujas paisagens eram tão incríveis que nos deixavam com vontade de seguir a 60 km/h.

Baden-Baden e a Floresta Negra - no caminho

Baden-Baden e a Floresta Negra - no caminho 2

Baden-Baden e a Floresta Negra - no caminho 5

Conhecida por seus banhos termais e spas que oferecem tratamentos especiais, uma característica nos chamou a atenção em Baden-Baden: o elevado preço dos restaurantes se comparados a outras cidades mais turísticas como Munique e Berlim. Mas isso tem uma justificativa, a cidade é reduto dos ricos e famosos, sendo considerada uma das mais ricas e caras de toda Alemanha.

Baden-Baden e a Floresta Negra - no caminho 3

Baden-Baden e a Floresta Negra - no caminho 4

Baden-Baden e a Floresta Negra - no caminho 6

O que fazer em Baden-Baden?

Entre os programas favoritos de quem visita Baden-Baden, está caminhar sem pressa pela Lichtentaler Strasse, a avenida principal da cidade, e depois conhecer o Parque Gönneranlage. Banhado pelo rio Oos, o parque também é famoso pelo seu belo Jardim das Rosas. Para os mais românticos, ainda é possível conhecer essa área verde com um passeio de charrete 😉

Baden-Baden e a Floresta Negra - Cidade

Baden-Baden e a Floresta Negra - Trinkhalle

Outros pontos interessantes na cidade são o Trinkhalle, onde fica o centro de informação turística e uma fonte de água mineral terapêutica, ótima para esse período de crise hídrica e volume morto em São Paulo, e o Teatro Municipal, cuja construção foi inspirada na própria Ópera de Paris.

Baden-Baden e a Floresta Negra - cidade 2

Baden-Baden e a Floresta Negra - cidade 5

No quesito museu, Baden-Baden tem alguns endereços importantes como o Stadtmuseum, que conta a história da própria cidade, e o Museu Frieder Burda, cujo acervo traz nomes importantes como Picasso.

Baden-Baden e a Floresta Negra - cidade 4

Baden-Baden e a Floresta Negra - cidade 6

Para comer o famoso e tradicional bolo Floresta Negra com cerejas e chocolate, o Café Koening é uma escolha certeira. A vitrine da confeitaria é uma verdadeira alegria aos nossos olhos de formiguinha 😀

Veja também:

Ofertas de hotéis em Baden-Baden

Baden-Baden e a Floresta Negra - Cafe Köning Bolo Floresta Negra

Baden-Baden e a Floresta Negra - Cafe Köning 1

Freudenstadt: um bate e volta bem interessante

Com um tempinho sobrando na agenda, sugerimos esticar até a fofa Freudenstadt, uma cidadezinha ainda menor que Baden-Baden, perfeita para quem gosta desse clima da vida no interior. Se você for até lá, procure pela Brauhaus da Turm-Bräu na praça do mercado. Sua cerveja é ótima e a comida é simples, mas muito saborosa, como toda boa comida alemã deve ser 😛

Baden-Baden e a Floresta Negra - Freudenstadt 1

E, ao usar o GPS para chegar lá, procure fugir das autoestradas e prefira as estradas menores. Elas são mais lentas, mas a paisagem compensa!

Você já passeou pela região? Do que gostou mais?

Tem alguma outra dica supimpa pra nos dar?

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros da Alemanha \o/

Baden-Baden e a Floresta Negra - Freudenstadt 2

Baden-Baden e a Floresta Negra - Freudenstadt 3

O Sundaycooks viajou para a Alemanha com apoio do Centro de Turismo Alemão – DZT, da Sixt rent a car, da Premium Assistance Seguros Viagem, da TomTom e da Samsung.

Se gostou do que viu, assine o blog!


    6 Comentários
  1. Olá Natalie, obrigada pelas dicas em suas postagens. Será que você poderia me ajudar numa dúvida: gostaria de saber se existe algum meio de transporte de Baden-Baden até o Castelo de Lichteinstein e de lá também para a Floresta Negra ou se obrigatoriamente tenho que alugar um carro. E outra dúvida é se existe uma cidade turística mais barata entre os dois pontos turísticos que desejo visitar, uma vez que tenho lido que Baden-Baden é caríssima para pobres mortais. Vc mencionou Freudenstadt, seria uma boa opção ou exite alguma outra mais interessante? Aguardo com urgência sua resposta, visto que esta semana compro os bilhetes e faço a reserva nos hotéis, pois eu e meu marido viajamos no dia 30/03/16 agora. Abraço

    • Oi, Esther.

      De Baden-Baden até o Castelo de Lichtenstein são quase 2 horas de carro. De transporte público é quase inviável chegar até o castelo. O site da DB indica uma viagem muito cansativa com inúmeras baldeações. Você pode consultar o site e pesquisar outras rotas: http://www.bahn.com/

      Para alugar carro, você pode comparar o preço das melhores tarifas no site da RentCars, parceira aqui do blog: http://www.rentalcars.com/?affiliateCode=sundaycooks&preflang=br

      Infelizmente Baden-Baden é a cidade mais cara em termos de hospedagem da Floresta Negra. Freudenstadt é uma boa opção de base. Estando de carro, qualquer cidadezinha no entorno de Baden-Baden pode ser uma boa escolha 😉

      Boa viagem!

  2. Legal! Aí mesmo na região, da floresta negra, nem a cidade de Kraichtal, na região de Krarlsruhe, e nela tem o bairro Menzingen, de onde é minha família. Lá tem o Castelo de Menzingen, que está em ruínas e é um ponto turisitico também. Mas legal, curto muito a Alemanha.

  3. estamos indo agora no final do ano… nessa epoca tem neve por lá
    obrigado!

Deixe seu Comentário