Se você pretende chegar bem cedo em Machu Picchu para ver o sol nascer ou tentar visitar as ruínas antes das hordas de excursões que chegam por volta das 10 horas da manhã, dormir uma noite em Aguas Calientes é a solução :)

Já comentamos rapidamente em outros posts sobre esse pit-stop e sobre toda a logística que envolve a compra das passagens de trem para Machu Picchu e a programação do seu roteiro pelo Valle Sagrado, mas ainda não falamos sobre a cidade de Aguas Calientes em si.

Leia também:

Onde ficar em Cusco e Machu Picchu?

Aguas Calientes - estrada de ferro

Aguas Calientes

Aguas Calientes, também chamada de Machu Picchu Village, é um pequeno vilarejo construído basicamente para abrigar os turistas que pretendem seguir seus passos rumo a Machu Picchu.

Sendo assim, não espere encontrar uma infraestrutura elabora. É tudo bem simples, mas atende bem às necessidades dos turistas que vão pernoitar por ali. As ruas que beiram a linha do trem e o rio Urubamba são cercadas de lojinhas de souvenirs e lanchonetes. A cidade também abriga algumas águas termais, que dão nome à cidade, mas que infelizmente não tivemos a oportunidade de conhecer.

Aguas Calientes - mercados, hoteis, restaurantes, massagens

Vale a pena passar um dia inteiro visitando Aguas Calientes?

Apesar de ter uma paisagem bem bonita e das águas termais, um dia inteiro na cidade será muito para a maioria das pessoas.

A opção que a maioria das pessoas faz é chegar lá já no final do dia, vindas de um passeio pelo Valle Sagrado.

Uma vez na cidade, aproveite para caminhar tranquilamente e jantar junto com turistas de outros cantos do mundo que estão ali tão animados quando você para “o grande dia” :P Mas não se demore. Durma cedo, pois o dia seguinte começará de madrugada para quem quer ver o sol nascer entre as montanhas de Machu Picchu. Programa altamente recomendado!

Aguas Calientes - ponte sobre o rio

Uma outra opção é cortar um pouco do passeio do Valle Sagrado e pegar o trem que chega no início da tarde em Aguas Calientes. Assim você tem tempo suficiente para conhecer a cidade e se preparar para a subida a Machu Picchu no dia seguinte :)

Nós ficamos com a primeira opção e não nos arrependemos. Na verdade nos arrependemos apenas de não visitar Machu Picchu em dois dias seguidos. Mas isso é assunto para um próximo post ;)

Nosso trem, que partiu de Ollantaytambo, atrasou e acabamos chegando mais tarde do que o previsto em Aguas Calientes. Exaustos de um longo dia de caminhadas e experiências inesquecíveis, encontramos, no meio da muvuca que se forma na calçada-estação de trem, o rapaz que nos levaria até o nosso hotel.

Aguas Calientes - calçada-estação de trem

Hostal Presidente

Ficamos no Hostal Presidente, uma pousada super simples que representava, para mim, apenas um chuveiro aquecido e uma cama para eu desmaiar de canseira :P Não era o lugar mais luxuoso do mundo, mas nosso quarto para 3 pessoas era grande, com banheiro privativo e com uma portas anti-ruído ótima boa para abafar o barulho do rio Urubamba que corria em frente à nossa varanda :)

Aguas Calientes - quarto do hostel presidente

Apesar do cansaço que batia, era impossível esconder a minha ansiedade para chegar logo em Machu Picchu.  Foi difícil dormir aquela noite. Are we there yet?

O café da manhã, servido a partir das 5 da manhã, era bem razoável e nós pudemos deixar nossa mala no hotel até a volta de Machu Picchu.

A van que leva os turistas até a entrada do parque já estava a todo vapor a poucos metros do hotel. Como chegamos bem cedo, pegamos pouca fila.

Aguas Calientes - Rio Urubamba

Era chegada a hora de partir para Machu Picchu!

Ainda era difícil acreditar que chegaríamos lá <3

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros do Peru \o/

Se gostou do que viu, assine o blog!


    59 Comentários
  1. Olá,
    Eu e meu marido estaremos indo para o Peru no próximo dia 18/06,não conseguimos comprar as entradas para MP,devido a festa do Sol, acham que conseguiremos comprar lá?Demanda grande de turistas!!!!
    Grata,
    Luísa Flach

  2. OBRIGADA PELA INFORMAÇÃO.O BLOG É MARAVILHOSO BASTANTE ÚTIL.PARABÉNS.
    lUÍSA fLACH

  3. Oi! Estou adorando os posts do blog, li detalhadamente cada um e estão me ajudando muito a montar meu roteiro para o Peru.

    Fiquei com uma dúvida apenas: Vou fazer o que você sugeriu, de sair de Ollataytambo e ir para Águas Calientes. No site do PeruRail, o trajeto está como Valle Sagrado > Machu Picchu, é isso mesmo? Não achei nenhum com o nome “Aguas Calientes”… Depois na volta eu pegaria Machu Picchu > Cusco, correto?

    Outra duvida é sobre os horários. Ja comprei meu ticket para Machu Picchu (pelo site e não pediram o Verified by Visa, foi super rápido) com subida para Huaynapicchu as 10hrs. Devo pegar o trem de Aguas Calientes que chega as 7:40 ou os da 9:15 é muito arriscado?

    Obrigada pela atenção, e parabéns pelo blog!
    Beijos

    • Obrigado, Camila :)

      Sobre os trens, é isso mesmo. A estação de Ollanta se chama Valle Sagrado e a de Aguas Calientes se chama Machu Picchu.

      Se você chegar às 7:40, melhor, assim vc sobe com calma e aproveita a cidade Inca antes da subida. O de 9:15 é muito arriscado pq todo mundo chega nesse horário e a subida de van pode demorar muito. Além disso, os trens costumam atrasar também (o nosso atrasou 3h na volta :/ ).

  4. Olá.
    Irei ao Peru em dezembro e pensamos em pegar o trem que chega no inicio da tarde, devido ao planejamento de nossa viagem ao Valle Sagrado. Sendo assim, tenho bastante interesse em dedicar algumas horas para relaxar nas águas termais de Águas Calientes. Você teria alguma para indicar? Sabe de alguém que ja fez esse programa também? Queria aproveitar para elogiar muito seu blog! Estou montando todo o roteiro baseando-me nele, espero que dê tudo certo :)

    • Oi Julia. Obrigado pelos elogios :)

      Nós não fomos às termas, mas o que eu ouvi falar é que é bem marromeno. Nada muito bonito ou aconchegante. Basicamente um lugar feito de azulejo e pronto :/ Anyway, no hotel vc deve ter a indicação. A cidade é pequena então não deve ficar longe ehehhe

  5. Olá!! Estou planejando dormir em Aguas Cem Aguas Calientes e pensei em fazer como vcs: deixar a mala principal no hotel em Cuzco e levar para AC apenas uma mochila com pouca roupa. Mas será que é seguro deixar a mala na recepção do hotel de Cuzco, ou é melhor pagar um pernoite a mais para poder deixá-la no quarto? Obrigada!

    • Oi Fabíola.

      Nós deixamos as malas no nosso hotel em Cusco e em Arequipa (qnd fizemos o passeio pelo Valle del Colca) e não tivemos problemas. Normalmente ele guardam as malas num quarto separado do hotel, mas é sempre bom levar tudo de mais valor com você, né? Vai quê. ;)

  6. Ola, boa noite, primeiro queria parabenizar vc pelo blog, está ajudando muito! Vamos euve meu marido agora p peru já neste domungo, dia 10/05. Pretendemos ficar 2 dias em lima, 1 em paracas, 1 em nazca, 2 em arequipa, 1 em Puno e 3 em Cuzco dormindo uma noite em águas calientes. Cono estamos apertados em relação aos poucos dias e ao roteiro longo gostaria de tirar umas duvidas: como é melhor pegar o trem para AC em Ollantaytambo, durante o passeio pelo vale sagrado ou terminado o passeio, voltar pra cuzco e pegar uma van até lá? Vi um trem que parte as 19:00 e tenho receio se não chegar a tempo só passeio para embarcar… E outra dúvida: apos o check out noa hotéis é possível pedir para eles guardarem as malas pois senão terei que levar As malas conosco nos passeios da tarde antes de pegar o ônibus pra seguir viagem p outra cidade! Desculpe o texto longo, mas queria explicar direitinho!!!

    • Obrigado Juliana.

      O melhor é terminar o tour em Ollanta e de lá pegar o trem para Aguas Calientes. Pode pegar o trem das 19h sem medo, pq o parque de Ollanta em si fecha às 17h. Espero que dê tudo certo na sua viagem e aproveite por nós :)

  7. Opa! Boa noite! Peguei uma promoção para o início de julho e o preço estava bom, já comprei. Ficarei 3 dias em Cusco, 3 dias em águas calientes e 2 dias em Lima. Lendo sobre águas calientes percebi que 3 noites é um pouco demais para o que a cidade oferece. Não pretendo mudar agora o pacote. Sendo assim, teria alguma dica para melhor aproveitar essa estadia na cidade? Pensei em ir duas vezes a cidadela de machu picchu. O que acha? Existem agentes vendendo passeios pela região? Muito obrigado.

    • Fabiano,

      Realmente 3 noites em Águas Calientes é muita coisa. Se você não conseguir mudar, tente visitar Machu Picchu duas vezes. Aposto que você descubrirá as ruínas em diferentes ângulos ;)

  8. Natalie, adorei suas dicas !
    Boas informações para aqueles que querem viajar. É verdade que muitas pessoas fazem estas perguntas:
    É melhor ficar mais uma noite extra em Águas Calientes?
    Para algumas pessoas é perfeito porém para outras é muito tempo.
    A gente aconselha ficar mais uma noite por várias razões:
    Há muitos hotéis, restaurantes e mercado de artesanato muito variados, para todos os gostos e orçamentos.
    Bem cedo você pode visitar a cidadela inca e você pode assistir o nascer do sol sobre Machu Picchu.
    Para ter uma boa visita de Machu Picchu. Você precisa pelo menos cinco horas para caminhar entre as ruínas e ver a maravilhosa vista do lugar.
    Há muitas mais razões pelas quais a gente pode ficar em Águas Calientes.

  9. 1 2 3
Deixe seu Comentário

    Pingback e Trackback
  1. [...] que você pode escolher dormir ou não em Aguas Calientes, seja antes ou depois de visitar Machu Picchu. Eu indico dormir na cidade uma noite antes de ir [...]

  2. [...] Chinchero, Moray, Salineras de Maras e …Valle Sagrado: Sacsayhuamán, Qenqo, Tambomachay e PisacAguas Calientes: um pit stop recomendado antes de Machu PicchuValle Sagrado: Qorikancha, Tipón, Pikillacta e Andahuaylillas [...]

  3. […] Aguas Calientes escolhemos o Keros Hostal. Eles nos esperaram na estação de trem, mas quando chegamos no bendito […]

  4. […] me ajudaram muito a organizar a viagem. Fui com meu namorado, e fizemos a viagem indo para Cusco, Aguas Calientes, Machu […]

  5. […] meses conhecidos por suas fortes chuvas de verão que podem trazer danos para regiões de Cusco e Aguas Calientes como o que aconteceu em 2010 e deixou muitos turistas ilhados em Machu Picchu. Foi um caso extremo, […]