atualizado em:

Aumento de IOF: Qual seu verdadeiro impacto

Como vocês já devem ter ouvido, entrou em vigor na segunda-feira (28/03/2011) o aumento de 2,38% para 6,38% do IOF […]

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

Como vocês já devem ter ouvido, entrou em vigor na segunda-feira (28/03/2011) o aumento de 2,38% para 6,38% do IOF para operações com cartões de crédito em moeda estrangeira. Esse aumento vai ser cobrado efetivamente nas contas que vencerem a partir de 27/04/2011, 30 dias após a divulgação da Medida Provisória no Diário Oficial.

[Atualização 28/12/2013: O governo alterou o valor do IOF para os cartões de débito, pré-pagos e saques internacionais: Novo aumento do IOF: Cartões de débito, pré-pagos e saques foram afetados 🙁]

Com esse aumento, as compras internacionais com o cartão de crédito ficarão mais caras, o que nos leva à pergunta:

Será então que, ao invés de usar cartões de crédito, não é melhor levar papel moeda, traveler check ou cartões de débito pré-pagos como o Visa Travel Money, Cash Passport e Global Traveler?

cartao de credito

Antes de fazer as contas, deixe-me explicar algumas coisas:

* Chamarei de CC as operações com cartão de crédito e PM as operações com papel moeda, traveler check ou cartões de débito pré-pagos já que na verdade é como se você estivesse comprando papel moeda em diferentes formas.

* Casas de câmbio cobram pelo PM o valor do Dólar Turismo.

* As administradoras de CC cobram pelo dólar um valor normalmente entre o Dólar Comercial e o Dólar Turismo dependendo da administradora (o post do Riq Freire mostra alguns exemplos). Por isso nos meus cálculos eu uso o valor da média dos dois valores: R$ 1,69. Cotações em 28/03/2011 = R$ 1,66 o Comercial e R$ 1,72 o Turismo.

Vamos à parte prática da coisa que é o que nos interessa 🙂

Suponha que você vai viajar aos EUA e pretende gastar 1000 dólares em hamburguer e você está em dúvida se é melhor gastar esses 1000 dólares no cartão de crédito ou se é melhor levar os dólares na meia já que o IOF aumentou 2,7 vezes.

Possibilidades:

1) Dólar do CC a R$ 1,69

1000 dólares x 6,38% IOF x R$ 1,69 = R$ 1797,82

2) Dólar do PM a R$ 1,72

1000 dólares x 0,38% IOF x R$ 1,72 = R$ 1726,54

Ou seja, a cada 1000 dólares gastos, Você gastará R$ 71,28 ou 4,13% a mais comprando com cartão de crédito. Mas e se o CC cobrar o Dólar Comercial de R$1,66? A diferença cai para R$ 39,37 ou 2,28%.

Essa é apenas uma aproximação pois depende tanto do valor cobrado pela sua administradora de CC quando do valor do dólar.

Mas e agora, José? Qual é melhor? CC ou PM?

Com essas cotações de dólar, comprar PM é mais barato.

Para o caso do CC, você precisará pesar as vantagens que seu cartão lhe dá (milhas, descontos, parcelamentos, etc) e o quão mais prático para você ele é para decidir se a diferença vale a pena.

Eu continuo preferindo usar Cartão de Crédito. Meu Visa Travel Money foi recusado em uma loja na Espanha pois não possuía meu nome, traveler check está cada vez mais difícil de trocar sem pagar taxas e eu não acho que levar muito dinheiro vivo seja seguro. Sem contar que o dólar cobrado pelo Itaú no meu cartão é o mesmo que o Dólar Comercial, ou seja, a diferença para PM é bem menor.

E você, o que acha? Vai deixar de usar seu Cartão de Crédito em compras e viagens internacionais por causa do aumento de IOF?

P.S.: Alguém sabe confirmar se no dia do pagamento da fatura (que é quando o valor oficial do dólar para aquela fatura é definido) as administradoras de cartão podem cobrar valores maiores que o Dólar Comercial?

Assine nossa newsletter!

Comentários