atualizado em:

Castelos da Alemanha: Neuschwanstein e Linderhof

Ao chegarmos no nosso hotel em Munique, recebemos um kit de boas vindas do pessoal da secretaria de turismo com […]

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Ao chegarmos no nosso hotel em Munique, recebemos um kit de boas vindas do pessoal da secretaria de turismo com alguns folders, informações sobre atrações, transporte e, dentre outros papéis, um voucher grátis de uma excursão de um dia pelos Castelos da Alemanha: Neuschwanstein e Linderhof.

Resolvemos, então, aproveitar a oportunidade e descobrir se uma excursão para esses castelos é uma boa opção para quem não quer tentar descobrir como chegar neles a partir de Munique ou simplesmente para quem está com preguiça de tentar. Não me olhem assim… Quem nunca ficou com preguiça de fazer algo por conta própria e acabou embarcando em um ônibus hop on-hop off? 😛

Castelos da Alemanha - Neuschwanstein

Castelos da Alemanha

Linderhof

Nossa primeira parada foi no Castelo de Linderhof , que fica perto da cidade Graswangtal.

Estava chovendo e São Pedro não estava muito a fim de colaborar com as nossas fotos, mas o palácio… Ah, que palácio!

Castelos da Alemanha - Entrada do Linderhof

O Castelo de Linderhof começou a ser construído em 1869 pelo então Rei Luis II da Baviera e foi o único castelo concluído com o rei ainda vivo. Luis II tinha um projeto megalomaníaco de construir três grandes castelos: Linderhof, Neuschwanstein e Herrenchiemsee – todos na região de Munique.

Castelos da Alemanha - Fachada do palácio de Linderhof

Castelos da Alemanha - Portas do palácio de Linderhof

Linderhof, mesmo sendo considerada a menor das três construções, chama a atenção do nosso olhar pela grande riqueza de detalhes do palácio.

Castelos da Alemanha - Lateral do palácio de Linderhof

Castelos da Alemanha - Detalhes do palácio de Linderhof

A visita ao castelo é monitorada e dura cerca de 40 minutos entre a organização e as explicações do guia. Embora eu não goste muito desta expressão, as salas internas nos transportam para outros tempos, principalmente quando chegamos à sala dos espelhos e quando passamos pela mesa de jantar.

Castelos da Alemanha - Jardins de Linderhof

Dizem que Luis II (Ludwig II em alemão), era aficionado pelo Castelo de Versailles e, por isso, todas suas obras apresentam ~forte inspiração~ na arquitetura e decoração clássicas francesa.

Castelos da Alemanha - Estátua dos Jardins de Linderhof

Castelos da Alemanha - Mais fontes dos jardins do Linderhof

Infelizmente não tivemos tempo de visitar as grutas do castelo e nem de caminhar pelos jardins, mas apenas com o que vimos, já posso dizer que vale muito a visita a Linderhof, um dos mais belos palácios que já conheci 🙂

Castelos da Alemanha - Outra vista dos jardins do Linderhof

Castelos da Alemanha - Fonte de Linderhof

Aqui o tour já apresentava os primeiros sinais de que seria extremamente corrido dentro da programação proposta e que eu mal teria tempo de fotografá-lo como gostaria 🙁

Entre as cidades de Graswangtal e Füssen, uma pausa típica e bem programada para o xixi, ops, para a lojinha de artesanato local caríssima. Aqui senti que perdemos muito tempo e que poderíamos ter aproveitado Linderhof melhor 🙁

Castelos da Alemanha - Estátua do Linderhof

Castelos da Alemanha - Detalhes do jardim do Linderhof

Neuschwanstein – o Castelo do Cisne ou seria da Cinderela?

De médico e louco todo mundo tem um pouco“, já dizia o ditado popular.

Louco e excêntrico, Luis II não chegou a ver seu maior castelo terminado. Neuschwanstein começou a ser construído em meados do séc. XIX e até hoje é um dos cartões postais mais visitados e fotografados de toda a Alemanha. Seria que é por causa do castelo da Cinderela da Disney que foi ~fortemente inspirado~ nele? 😛

Castelos da Alemanha - Lago de Füssen

Castelos da Alemanha - Construções de Füssen

Fontes dizem que na verdade é o castelo da Bela Adormecida que foi inspirado em Neuschwanstein. O que você acha?

Neuschwanstein é um castelo bonito que fica numa região ainda mais bonita e que é muito fotogênico, mas é fácil perceber que ele não teve os mesmos cuidados com o material utilizado e com os detalhes que Linderhof teve. Isso se deve ao fato de que, quando Luis II começou a contruí-lo, ele já não tinha mais tanto dinheiro e os nobres alemães não queriam abrir um pouco mais a mão para outro de seus sonhos megalomaníacos.

Talvez por isso Linderhof tenha chamado mais a nossa atenção.

Castelos da Alemanha - May Pole de FüssenCastelos da Alemanha - Montanha próxima ao castelo de NeuschwansteinCastelos da Alemanha - Ponte para tirar fotos do castelo de Neuschwanstein

Uma vez na base do castelo, há três opções para seguir até ele: você pode seguir a trilha caminhando entre a floresta local, tomar uma van ou seguir de charrete. Lá em cima, não deixe de visitar a ponte, de onde se pode tirar belas fotos do castelo de Neuschwanstein. 😉

Castelos da Alemanha - mapa dos caminhos próximos ao castelo de Neuschwanstein

Fique atento ao horário da sua visita, pois os tickets têm horário fixo e atrasos não são tolerados. Portanto, ao escolher o meio de transporte para chegar à entrada do castelo, leve em consideração o tamanho da fila e o tempo de espera.

Castelos da Alemanha - Castelo Hohen Schwangau

Castelos da Alemanha - Vista aérea do Castelo Hohen Schwangau

O tour dentro do castelo leva cerca de 30 minutos e o roteiro é pré-estabelecido. Ao entrar, você recebe um áudio-guia  que explica a história de Neuschwanstein e como o Rei Luis II foi considerado maluco, insano, nuts, doidão, dentre outras coisas :P. Lá dentro, infelizmente, não se pode fotografar 🙁

Castelos da Alemanha - Detalhes do Castelo de Neuschwanstein

Se o tempo estiver agradável, desça caminhando. A paisagem é muito bonita e se transforma a cada estação do ano.

Mal terminou o tour guiado e já era hora de voltar para o ônibus da excursão…

Como ir ao castelo de Neuschwanstein por conta própria?

A partir de Munique, ou de qualquer cidade da Baviera, pegue um trem para Füssen e depois pegue um ônibus até a base do Castelo de Neuschwanstein. De lá você pode subir de van, charrete ou a pé até o castelo.

A melhor opção de passe é usar o Bayern Ticket, pois ele vale pelo dia inteiro e também para o transporte público em Füssen. Infelizmente a van para a entrada do castelo não está inclusa no Bayern Ticket.

Veja como comprar o Bayern Ticket e como utilizá-lo

Veja também o passo a passo de como chegar no Viaje na Viagem

Castelos da Alemanha - Interior do Castelo de Neuschwanstein

Visitar os castelos da Alemanha de excursão vale a pena?

Eu não gostei da experiência. Foi  tudo muito corrido (muito mais do que eu imaginava) e voltei para Munique com a impressão de que não aproveitei tudo o que gostaria, não fotografei o quanto queria e ainda não consegui visitar Füssen, que parece ser uma cidade fofa.

Castelos da Alemanha - Outra vista do interior do Castelo de Neuschwanstein

A experiência pode ser boa para quem não quer ter dor de cabeça para chegar nos castelos, mas tenha em mente que você terá apenas uma pincelada dessas belas regiões :/

Moral do dia: não deixe de conhecer os castelos 🙂 Eles valem muito a visita, mas tente ir por conta própria. Se meu roteiro estivesse mais folgado, eu até cogitaria a possibilidade de alugar um carro para dormir em Füssen e fazer um trecho da rota romântica com calma e tranquilidade.

Castelos da Alemanha - Frente do Castelo de Neuschwanstein

Assine nossa newsletter!

Comentários