atualizado em:

Roteiro barato por Lima: como ir longe gastando pouco

Com planejamento, é possível aproveitar o que Lima tem de melhor: restaurantes, bares, museus, mercados, seu passado, presente e futuro.

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Um oferecimento:

Depois de algumas passagens pela capital peruana e com muito mais conhecimento sobre ela, afirmo com muita tranquilidade: Lima é um dos grandes destinos da América do Sul.

Sim, é possível ir longe gastando pouco e ainda aproveitar tudo o que Lima tem a nos oferecer.

Lima, Peru - centro histórico 06

Com planejamento e informação, é possível aproveitar o que ela tem de melhor: excelentes restaurantes, bairros simpáticos, ótimos museus, um centro histórico lindo, sítios arqueológicos centenários e mercados populares coloridíssimos.

Neste roteiro barato por Lima você vai encontrar tudo o que precisa para organizar suas próximas férias pelo Peru gastando pouco.

Como é voar com a GOL para Lima

A GOL lançou dia 12 de dezembro de 2019 sua nova rota internacional. Agora você também pode viajar para o Peru a bordo da cia., com voos são diários ligando São Paulo a Lima. A viagem, que dura 5h20, é feita a bordo do novo Boeing 737-800.

Na ida, o voo parte do aeroporto de Guarulhos às 20h50 e na volta sai de Lima à 1h25. A aeronave segue a configuração de lugares no modelo 3 – 3 e também oferece a GOL Premium Economy, assentos com mais conforto e espaço para os passageiros. Ao longo da viagem, é servido um pequeno lanche quente.

Lima, Peru - aviao da gol

Para garantir um bom lugar, faça a reserva assim que possível e não espere até o check-in no balcão do aeroporto. Lembre também de conferir a franquia de bagagem de acordo com o seu bilhete.

Ah! Não se esqueça de fazer o download do aplicativo da Gogo Entertaiment da plataforma GOL Online e tenha acesso ao entretenimento de bordo como filmes e séries de graça. A GOL também disponibiliza wifi bordo por um custo adicional.

Lima econômica: quanto custa a viagem?

Mesmo com o real desvalorizando perante a moeda peruana, é possível fazer um roteiro barato por Lima. Em quatro dias de viagem, gastei R$ 423,58 com passeios, alimentação, transportes e lembrancinhas, ficando abaixo da minha previsão inicial de 600 reais.

Lima é um destino coringa na América do Sul.

Note que optei apenas por andar a pé ou Uber por toda a cidade, afinal as corridas eram sempre dividias por três pessoas e todas as refeições foram feitas em restaurantes. Ao trocar o almoço e o jantar por um lanche mais rápido, esses custos seriam ainda menores.

Lembre-se que o valor indicado não contempla o custo da passagem aérea e do hotel, pois estes são valores muito variáveis.

Quanto custa viajar para Lima?

Natalie – Sundaycooks

  • Gastos da viagem:
    • Novos soles: 256,17
    • Reais: 309,96
  • Presentinhos:
    • Novos soles: 93,90
    • Reais: 113,62

Nat – Blogueira Baixa Renda

  • Gastos da viagem:
    • Novos soles: 351,07
    • Reais: 424,79
  • Presentinhos:
    • Novos soles: 182,10
    • Reais: 220,34

Nath – Finanças com a Nath

  • Gastos da viagem:
    • Novos soles: 352,17
    • Reais: 426,73
  • Presentinhos:
    • Novos soles: 203,10
    • Reais: 245,75

Chegando em Lima: imigração, aeroporto e transporte

Todos os voos que partem do Brasil chegam no Aeroporto Internacional Jorge Chávez em Lima, o principal aeroporto do Peru. A imigração costuma ser rápida na chegada, mas as filas costumam ser maiores quando se está saindo do país. Portanto, fique atento ao seu horário de embarque na volta.

O Aeroporto de Lima fica na cidade vizinha de Callao e, infelizmente, não há transporte público que valha a pena usar para fazer esse trajeto, nos deixando algumas opções: táxi, Uber, ônibus fretado e transfer feito pelas agências locais.

lima, peru - polvo grelhado

Um pouco antes da saída da sala de desembarque, você verá alguns guichês de aluguel de carro (não, nem pense nisso!), de shuttle e de táxis com preço fechado. Além disso, como em quase todos os aeroportos, basta sair da sala de desembarque que você verá inúmeros taxistas oferecendo seus serviços. O preço costuma ser tabelado ficando na casa dos 60 soles entre o terminal e a região de Miraflores.

A empresa Airport Express oferece ônibus fretados entre o aeroporto e Miraflores por 25 soles por pessoa. Pagamos 35 soles numa corrida de Uber para três pessoas. O ponto de encontro costuma ser na terceira pista do desembarque ou perto do estacionamento. É um pouco confuso e nessa hora muitas pessoas vão te abordar oferecendo táxi. Fique atento.

Lima, Peru - causa limenha

Qual moeda levar para Lima?

A moeda peruana é o novo sol (nuevo sol ou simplesmente soles) e o nosso realzinho anda muito desvalorizado por lá. Pra evitar ficar fazendo conta de poucos reais pra mais ou pra menos, minha recomendação é sempre levar dólar americano para sua viagem pelo Peru. Ele costuma ser mais vantajoso, mesmo considerando a dupla conversão (de real para dólar e de dólar para soles). Ele ainda tem a vantagem de ser aceito como forma de pagamento em alguns lugares como hotéis, agências de viagens, passeios e lojas.

Não é vantajoso levar euro ou outras moedas fortes para Lima, assim como comprar Soles no Brasil. Em último caso, leve reais.

Para sua segurança, troque seu dinheiro sempre nas casas de câmbio. Plaquinhas com “Money Exchange” normalmente marcam essas casas. Antes de entregar seu dinheiro, pergunte se alguma taxa extra sobre o valor final será aplicada. No aeroporto isso é normal, mas fora dele, nenhum outro lugar costuma cobrar.

Lima, Peru - parque del amor 01

Nunca troque dinheiro nas ruas. Mesmo que o cambista esteja uniformizado usando um colete amarelo, a situação é, no mínimo, mais perigosa e você tem mais chances de receber notas falsas do que numa casa de câmbio.

Em Lima, o bairro Miraflores é repleto de casas de câmbio, afinal é o bairro onde a maioria dos turistas preferem se hospedar. É na Av. Jose Larco que está boa parte delas, e a variação das cotações é pequena. Essa também é a avenida que está de frente para o famoso Shopping Larcomar.

Do hotel Ibis Larco Miraflores até a esquina com a Calle San Martín, a variação nas cotações foi de apenas 2 centavos de sol por dólar.

Lima, Peru - mercado de surquillo 02

Como se locomover em Lima: transporte público e táxi

O transporte público em Lima é uma aventura. O trânsito segue suas próprias regras e alugar carro no Peru não é viável em hipótese alguma. Por isso, a melhor maneira de se locomover na capital peruana é de táxi ou usando aplicativos de transporte como Uber e Cabify (se você tiver o roaming internacional da sua operadora, compre o chip com internet pré-paga da Claro em Miraflores e não no aeroporto).

Lima, Peru - centro histórico 02

As corridas de táxi são sempre muito baratas e nunca devem ultrapassar os 35 soles dentro do perímetro urbano de Lima. Já de e para o aeroporto, as tarifas ficam na casa dos 60 soles.

Como a oferta de carros é vasta, o estado de cada um pode variar e muito: desde modelos mais novos até automóveis dignos do quadro Lata Velha. Você vai reparar que cada táxi tem uma cor diferente, mas geralmente são amarelos, brancos ou pretos. Uma coisa é comum em quase todos: várias faixas reflexivas em branco e vermelho nas laterais.

Lima, Peru - miraflores 02

Antes de entrar no táxi, é importante que você pergunte o valor da corrida e depois negocie para baixar o preço. Os táxis no Peru não trabalham com taxímetro, por isso é importante barganhar o valor da corrida antes de entrar. Se fizer depois, o taxista poderá te cobrar mais caro e a negociação vai ser mais complicada.

Se você não domina a arte da negociação, opte pelas corridas com carros de aplicativos. Os valores costumam ser ainda mais baratos e você pode pagar em dinheiro.

Para seguir de Miraflores até o Centro histórico, é possível comprar o passe do Metropolitano, uma versão peruana do nosso VLT que liga os principais pontos da cidade. Você vai pagar quatro soles pelo cartão mais os créditos para circular. Ele vive lotado, entretanto é uma opção mais econômica para chegar até a Praça de Armas.

Lima, Peru - centro histórico 04

Onde ficar em Lima

Famosa pelos livros de Mario Vargas Llosa, Miraflores é a escolha preferia de quem viaja pela primeira vez para Lima. O bairro é tranquilo para quem gosta de caminhar, tem ótimos restaurantes e ainda fica perto do Parque del Amor e do Shopping Larcomar.

Um endereço queridinho aqui da trupe do Sunday é o Ibis Larco Miraflores que também fica a poucos passos do Shopping Larcomar e do Parque del Amor.

Lima, Peru - ibis larco

O hotel tem uma das melhores localizações de Lima, oferece ainda wifi gratuito, farto café da manhã e um bar 24 horas na recepção. Destaque também para o restaurante que oferece clássicos da cozinha peruana com toques mais contemporâneos. Essa foi a terceira vez que me hospedei neste endereço.

Qual é a melhor época para viajar para Lima?

Lima é um baita destino coringa na América do Sul. Cabe num feriado prolongado, numa viagem curtinha ou no início de um grande roteiro pelo Peru.

Sob um céu constantemente cinza, quase nunca chove na cidade e as temperaturas costumam ser amenas. O verão é mais quente e abafado e o inverno seco e com ventos gelados. As temperaturas costumam oscilar entre os 14°C e os 30°C.

Leve em consideração um detalhe importante: o clima na capital é muito diferente de Machu Picchu. O inverno, que se estende de maio a setembro, é sem dúvidas o melhor momento para visitar Machu Picchu, pois quase não há chuvas nessa época.

Lima, Peru - lhama

Curiosidade sobre o clima no Peru

O Peru é um dos países mais afetados pelos El Niño e La Niña. Tanto é que alguns historiadores acreditam que as ações das Deusas que as civilização pré-Inca adoravam e temiam eram, na verdade, resultado desses fenômenos. Tempestades nas épocas de secas, calor durante o inverno, todos poderiam ser explicados pelos “Niños”. Ou não.

Lima, Peru - miraflores

Roteiro de três dias em Lima

Abaixo você encontra um roteiro detalhado mostrando os locais clássicos de Lima. Levando em consideração que saímos no Brasil numa quarta-feira à noite e chegamos no Peru logo na madrugada de quinta.

Dia 1 – chegada e Centro histórico

Considerando o desembarque do voo da GOL, a imigração e o caminho até o Ibis Larco, você deve chegar perto das 2h da manhã no hotel. Tenha uma boa noite de sono e capriche no café da manhã, porque o primeiro dia em Lima promete ser cheio de grandes cartões postais.

Antes de começar seu passeio, aproveite para trocar seus dólares por soles nas casas de câmbio próximas do hotel. Você pode seguir até o centro de táxi, Uber ou tomando o Metropolitano, o VLT limenho.

O Centro Histórico de Lima já sofreu muito com terremotos, incêndios e descasos políticos, mas suas construções clássicas coloniais foram restauradas e o policiamento na região foi reforçado.

Lima, Peru - centro histórico 03

A Praça de Armas é um ótimo ponto de partida. Ali ficam o Palácio Episcopal e a Catedral de Lima, ótimos exemplos do barroco peruano, e o Palácio do Governo.

À direita da Praça de Armas fica um dos patrimônios da Unesco e um dos pontos mais curiosos do centro de Lima: a Basílica Menor e Convento de São Francisco, onde se encontram grandes catacumbas cobertas por ossadas de antigos franciscanos e fiéis da igreja.

Lima, Peru - centro histórico 08

Com tempo sobrando e mais interesse em se aprofundar na história do país, recomendo a extensão desse tour pelo centro para mais dois museus: o museu do Banco Central de Reserva del Perú, cujo acervo mostra um resumo da história da arte no país e o MALI (Museu de Arte de Lima), onde suas salas mesclam obras contemporâneas e um acervo arqueológico.

Lima, Peru - centro histórico 07

Se a fome bater, o Mi Tercer Lugar Bar de Cervezas Artesanales é um bom lugar para carregar as energias. Esse misto de pub e restaurante oferece menu executivo com entrada e prato principal por 17,90 soles e, ainda, tem uma vasta carta de cervejas artesanais peruanas.

Depois do almoço, é hora de se jogar no Mercado de Surquillo. Esse mercado é um prato cheio para quem curte gastronomia e tem curiosidade em conhecer os ingredientes mais fresquinhos e diferentes da famosa cozinha peruana. Lá você encontrará uma variedade incrível de grãos, temperos e frutas de sabores ricos e inusitados.

Lima, Peru - mercado de surquillo 01

Como estávamos cansadas da viagem na madrugada anterior e o sono já estava voltando, acabamos jantando no próprio restaurante do Ibis, o Q Ceviche. Adorei o risoto de quinoa com lomo saltado e o lava cake com sorvete de quinoa.

Palácio Episcopal e Catedral de Lima

  • Endereço: Plaza de Armas
  • Horário: segunda a sexta das 9 às 17h; sábado das 10 às 13h; domingo das 13 às 17h
  • Preço: 30 soles com direito a visitar a Catedral

Palácio do Governo

  • Endereço: Plaza de armas

Basílica Menor e Convento de São Francisco

  • Endereço: Jirón Lampa
  • Horário: todos os dias das 9 às 20:15
  • Preço: 15 soles

Museu do Banco Central de Reserva del Perú

  • Endereço: Jirón Ucayali, 271, Site
  • Horário: segunda das 9 às 19h; terça a sábado das 9 às 17h
  • Preço: grátis

MALI

  • Endereço:Av. 28 de Julio, Site
  • Horário: terça a domingo das 10 às 19h
  • Preço: 30 soles

Mi Tercer Lugar Bar de Cervezas Artesanales

  • Endereço: Jirón Carabaya, 618. Site
  • Horário: segunda a quinta das 8 às 23h
  • Preço: 17,90 soles o almoço executivo; cervejas na faixa de 19 soles

Mercado de Surquillo

  • Endereço: Av. Paseo de la Republica, próximo ao cruzamento com Ricardo Palma
  • Horário: segunda a sexta das 7 às 17h; sábados até as 17h; domingos até as 16h; O mercado orgânicos acontece na rua lateral apenas aos domingos
  • Preço: Considere gastar em torno de 12 soles para provar várias frutas

Dia 2 – Museu Larco e Huaca Pucllana

Uma das melhores maneiras de se familiarizar com as tradições pré-hispânicas do Peru é fazer uma visita ao Museu Larco, um dos mais densos acervos do país. São mais de 3 mil anos de história peruana retratados através de diversos tipos de objetos arqueológicos.

Quer fazer uma extravagância gastronômica? Para se jogar no que tem de melhor da cozinha contemporânea peruana, o restaurante El Mercado é o meu queridinho no país. O chef Rafael Osterling é um dos grandes nomes e traz um menu com ingredientes frescos e reinventando as mais famosas receitas peruanas. Esse endereço mora no meu coração e vale cada centavo extra da conta.

Onde comer em Lima, Peru? - Lista de restaurantes - 10

De buchinho cheio, que tal conhecer um dos sítios arqueológicos mais importantes de Lima?

A Huaca Pucllana foi construída por povos pré incas. Acredita-se que o local foi usado como templo para sacrifícios de mulheres a fim de acalmar as deusas. Este era um templo reservado para a elite, sacerdotes e nobres. O processo de restauração destas ruínas começou apenas em 1981. Antes desse minucioso trabalho de pesquisa começar, a região era usada como pista de motocross. Acredite se quiser!

Lima, Peru - huaca puccllana

Uma das explicações que mais me chamou a atenção durante essa visita foi descobrir a técnica do livro utilizada nas construções desses locais. Graças a essa tecnologia, suas construções e templos resistiam aos constantes terremotos que assolavam a região.

Os tijolos de barro eram colocados lado a lado como se fossem livros em uma estante, mas sempre deixando um espaço entre eles, o que dava uma certa flexibilidade para os tijolos durantes os abalos sísmicos. Por não serem tão colados, os tijolos encontravam espaços entre eles e conseguiam se mover conforme as ondas sem destruir nenhuma parede sequer.

Uma rápida corrida de táxi ou Uber e logo você chegará no Parque do Amor, um belo cartão postal de Lima que fica no coração do bairro de Miraflores e de frente para o oceano Pacífico. Esse parque foi inspirado nas obras de Gaudí em Barcelona.

Lima, Peru - parque del amor 04

A poucos minutos de caminhada pelo malecón (calçadão de Lima) chegamos ao Shopping Larcomar. Cheio de lojas de marcas internacionais, gosto dos chocolates peruanos La Iberica e do quiosque de itens fofinhos da Hangertips, uma versão peruana da nossa Imaginarium.

O shopping concentra ótimas opções de restaurantes para o jantar como o Tanta e o El Popular. Os dois têm uma vista linda para o mar! Se você preferir algo mais econômico e rápido, na mesma avenida do Ibis fica o La Lucha Sanguchería Criolla, uma lanchonete de lanches e sucos típicos do Peru.

Museu Larco

  • Endereço: Av. Simón Bolivar, 1515. Site
  • Horário: segunda a domingo das 9 às 22h
  • Preço: 30 soles

El Mercado

  • Endereço: Calle Hipólito Unanue, 203. Site
  • Horário: terça a domingo das 12:30 às 17h
  • Preço: sanduíches a partir de 15; pratos principais a partir de 45 soles

Huaca Pucllana

  • Endereço: Calle General Borgoño. Site
  • Horário: quarta a segunda das 9 às 17h
  • Preço: 15 soles

Parque do Amor

  • Endereço: Malecon de la Reserva

Shopping Larcomar

  • Endereço: Malecón de la Reserva, 610. Site
  • Horário: todos os dias das 10 às 22h

La Lucha Sanguchería Criolla

  • Endereço: Av. José Larco, 999. Site
  • Horário: domingo a quinta das 8 à 0h, sexta e sábado das 8 às 2h
  • Preço: 28 um sanduíche com bebida

Lima, Peru - Museu Larco

Dia 3 – Barranco e a hora de dar tchau

Último dia de viagem, dia de acordar com preguiça caso você não tenha resistido à última noite e tenha se jogado na balada latina. Para um almoço despretensioso e muito saboroso, o Mercado 28, em Miraflores, é o local perfeito. Esse food hall segue o conceito que tem feito a cabeça de muitos amantes da boa cozinha tanto na Europa como na América. Vários quiosques, com diferentes tipos de restaurante, oferecem o melhor da cozinha peruana. Tem da culinária típica da Amazônia peruana até poke havaiano feito com ingredientes do Peru.

Lima, Peru - bar

Depois disso, é hora de visitar o melhor de Barranco, o bairro boêmio de Lima. Uma espécie de Santa Teresa peruano. Peça para o táxi parar no Parque Húsares de Junín que guarda uma bela vista para baía recordada e elevada de Miraflores. É um ponto de vista diferente dos cenários do Parque do Amor e do shopping.

Caminhando mais uns 10 minutos pelo malecón de Barranco, logo você verá uma pequena escadaria à sua esquerda, nessa rua fica a loja Dédalo, um dos meus endereços favoritos na cidade para quem quer comprar presentes diferentes feitos por artistas e artesões do Peru. É um excelente lugar para comprar peças de cerâmicas e camisetas de algodão peruano.

Museu Larco de Lima, Peru - 03

Continuando a caminhada, logo você chegará no coração do bairro. Reza a lenda que se você atravessar a Ponte dos Suspiros sem respirar, seu pedido será realizado. Quem sou eu para contrariar essa superstição, não é mesmo? ~segura o fôlego~

Lima, Peru - barranco

Para terminar esse tour por Barranco, vale dar uma espiadinha no MATE – o museu Mario Testino, grande fotógrafo do Peru. Nas poucas salas dessa galeria é possível conhecer a trajetória da mente favorita das grandes editoras de moda como Vogue, Vanity Fair e da Família Real Britânica. Até a brasileiríssima Gisele Bündchen e astros como Madonna e Brad Pitt já posaram para as lentes de Testino.

Curiosidade: As fotos oficiais da Princesa Kate e do seu bebê com o Príncipe William foram feitas por ele.

Hora de voltar para o hotel, fazer a mala e partir para o aeroporto de Lima. Se a fome bater antes do embarque no aeroporto, opte pelo Tanta – um restaurante mais casual cujo menu é assinado pelo chef Gastón Acurio. Sempre arrumo uma desculpa para jantar por ali antes de embarcar de volta pra casa.

Mercado 28

  • Endereço: Av Vasco Núñez de Balboa, 755. Site
  • Horário: Domingo a terça das 11 às 11h; quarta das 11 à 0h, quinta a sábado das 11 à 1h
  • Preço: 40 almoço com bebida

Dédalo

  • Endereço: Paseo Saenz Peña, 295. Site
  • Horário: segunda à sabado das 10 às 20h, domingo das 11 às 19h

MATE

  • Endereço: Av. Pedro de Osma, 409. Site
  • Horário: terça a somingo, das 10 às 18:30
  • Preço: 10 soles

Tanta

  • Endereço: Aeroporto de Lima e muitos outros endereços. Site
  • Horário: 24 horas
  • Preço: 60 soles em média por pessoa com bebida

Indo Longe com Pouco

Este guia faz parte da série Indo Longe com Pouco e é patrocinado pela GOL Linhas Aéreas e pelos hotéis Ibis. Para saber mais desta viagem, acesse os canais da Finanças com a Nath e da Blogueira de Baixa Renda.

Mapa pelas principais atrações de Lima

Um oferecimento:

Assine nossa newsletter!

Comentários