atualizado em:

Como conseguir reembolso de imposto de compras na Europa

Nada melhor do que economizar alguns euros durante a viagem.

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

Eu sei que o dólar e o euro andam nas alturas, dessa forma, qualquer dica para economizar uma graninha nas compras internacionais é sempre bem-vinda. Assim como existe o programa de Tax Free, o reembolso de impostos em cima gastos dos turistas que viajam para determinados estados dos Estados Unidos, a União Europeia também oferece tal benefício. Veja como garantir seu Tax Free na Europa:

O que é o Tax Free?

O Tax Free é um programa da União Europeia que consiste em devolver, aos turistas estrangeiros, o valor do VAT (imposto europeu parecido com o Sales Tax dos Estados Unidos e Canadá) quando o produto comprado será levado para o país de origem do visitante.

Quem faz o reembolso desse imposto ao viajante é a própria loja que fez a venda. Em muitos países como na Alemanha, este serviço é terceirizado e empresas, como a Global Blue fazem a devolução do VAT mas cobram uma comissão pelo serviço.

Lembre-se que comprar num lugar Tax Free não é a mesma coisa de comprar em um lugar Duty Free como os Free Shops. Também não é toda compra que se encaixa nesse benefício e ela só poderá ser solicitada no último país a ser visitando dentro da União Europeia mesmo que o item tenha sido comprado em outro país ou no começo da viagem.

Tax free: como conseguir o reembolso do imposto de compras na Europa - dicas

Como receber o Tax Free na Europa?

Você pode solicitar essa vantagem na loja onde realizou a compra ou no aeroporto antes de voltar para casa. Veja como proceder em cada situação:

Solicitanto o Tax Free nas lojas

O primeiro passo é confirmar se a loja participa do programa Tax Free. Como as empresas não são obrigadas a participar, para saber se uma marca pode devolver o VAT, procure pelo símbolo do Tax Free nas vitrines ou pergunte no caixa como funciona o processo de reembolso.

A dica é perguntar pelo tax free / tax refund / VAT. Você precisa comprovar que é estrangeiro e deve preencher um formulário com dados pessoais e número de passaporte. Junto com isso, é necessário anexar a nota fiscal dos produtos comprados para comprovar o valor dos itens.

Não existe uma regra que padronize esse benefício, portanto, os procedimentos mudam de loja para loja. É muito importante não sair sem saber precisamente como fazer o reembolso e se há taxas cobradas. Ah! E essa compra não pode ser feita por terceiros.

Normalmente, o valor mínimo exigido é de 175 euros, mas os países dentro do programa são livres para definir uma quantia menor. Esse número diz respeito ao total gasto de uma vez, em uma loja. Portanto, não é possível acumular várias notas para chegar nesse montante de euros.

Se a própria loja fizer o reembolso, eles irão ficar com a nota fiscal e seus dados e vão estornar o dinheiro ali mesmo (ou fazer a devolução no cartão de crédito) como é o caso da rede El Corte Inglés, famosa rede de departamento da Espanha.

Programas imperdíveis em Viena: compras de luxo

Solicitanto o Tax Free no aeroporto

Outra alternativa é fazer o pedido de reembolso no aeroporto antes de retornar ao Brasil. Neste caso, você precisará usar uma das empresas terceirizadas para a devolução do VAT. Não esqueça de preencher o formulário com seus dados e apresentar as notas fiscais. Deixe os itens comprados num ponto de fácil acesso dentro da mala, pois será necessário mostrá-los antes de fazer o check-in.

O recibo (invoice) deve estar carimbado pelo costumes office da loja. Sem esse detalhe, você não é reembolsado.

Chegue com pelo menos duas horas de antecedência no aeroporto além do horário programado, pois você pode encontrar filas lentas até conseguir o reembolso.

Depois de passar pela Global Blue (ou suas correlatas), procure pelo guichê da alfândega que faz a checagem dos itens comprados com Tax Free. O policial irá pedir para ver os itens que você comprou para confirmar se está tudo certo.

De acordo com o email da Global Blue recebido pela nossa leitora Arantxa, Você deve fazer isso no último aeroporto antes de sair da União Europeia. Se sua conexão for muito rápida nesse aeroporto, você pode conversar com o pessoal da Global Blue nos outros aeroportos e explicar sua situação, mostrar passagens e o que mais pedirem. Talvez, apenas talvez, eles aceitem fazer ali e não no último aeroporto.

Isso se faz necessário porque o reembolso das taxas deve ser feito apenas para quem não mora na União Europeia e, como voos entre países da UE são considerados internos, só no último aeroporto é que o reembolso poderia acontecer. Em todo caso, não custa pedir o Tax Free com jeitinho se sua conexão for muito curta na sua última conexão.

Solicitando o reembolso ao sair da União Europeia de trem

Apresente os recibos carimbados em algumas estações de embarque. Dependendo do itinerário da viagem, será preciso sair do trem na última estação dentro da União Europeia para conseguir o carimbo. Vale checar com as autoridades nacionais ou a empresa de reembolso como proceder, porque isso depende dos acordos de cada país e da rota do trem.

Tax free: como conseguir o reembolso do imposto de compras na Europa

Para mais informações, acesse o site oficial da Comissão Europeia de Turismo.

Assine nossa newsletter!

Comentários