Ontem, após algumas horas juntando revistas e livros de culinária para escolher a receita que faríamos hoje, chegamos a um consenso

livros de receitas

Salada:
Salada Tropical a la Natalie (baseada na receita do livro Receitas Inéditas de Ofélia – Pratos rápidos para o dia-a-dia)

Prato Principal:
Rolinhos de Frango com Presunto e Queijo à moda Marvila (baseado na receita do livro A Cozinha Maravilhosa de Ofélia)

Acompanhamentos:
Arroz Branco

Sobremesa:
Pavê de Limão

Chega o dia da nossa primeira experiência como cozinheiros.

7:30 am: Natalie vai ao supermercado comprar os ingredientes que não tínhamos em casa. Eu ia fazer uma caipirinha dentro de um abacaxi que pedi pra ela comprar e ela me traz um abacaxi verde e fino, ou seja, impossível de usar para fazer a caipirinha. Além disso eu peço 2 limões e ela me traz 6… Ainda bem que ela anotou tudo que era necessário… Imagina se não tivesse anotado?
9:00 am: Fred acorda para começarem o almoço.
9:30 am: Hora de fazer a sobremesa…

Pavê de Limão:

Ingredientes:

1 lata de leite condensado Moça
1 lata de creme de leite Moça
3 limões grandes
300g de biscoito de champanhe (ou o suficiente para cobrir 2 camadas de sua tigela)
vinho branco seco para molhar (no bom sentido) o biscoito de champanhe.

A receita dá para cobrir uma tigela média. Você pode ou colocar só uma camada de biscoito ou fazer duas receitas caso queira que o creme de limão tenha mais ênfase no pavê.

Tudo correu bem ao fazer o pavê. A dificuldade foi fazer as raspas do limão… O ralador não estava bom e acabei ralando um pouco de unha junto… mas nada perceptível >.<”

Enquanto eu fazia o pavê, Natalie estava fazendo a Salada Tropical. Como sempre acontece a gente resolve trocar alguns ingredientes que não nos agradam por outros… Já deu pra imaginar no que deu…

Salada Topical à la Natalie:

Ingrdientes:

100g de bacon defumado
1/2 lata de abacaxi em calda
1 lata de milho verde
200g de batata palha
3 colheres de sopa de maionese
3/4 de creme de leite sem soro

Fazer foi simples e a salada ficou com uma boa aparência como vemos abaixo 🙂

Hora de fazer o prato principal e o acompanhamento.

Arroz Branco:

Não vou citar os ingredientes porque cada um faz o arroz do jeito que gosta, contudo pra não ser diferente, dona Natalie resolveu queimar um pouco de cebola. Nada que atrapalhasse o sabor do arroz, é verdade.

Enquanto o arroz cozinhava fomos fazer o prato principal.

Rolinhos de Frango com Presunto e Queijo à moda Marvila:

8 filés finos de frango
Molho de Mostarda Marvila
4 fatias de presunto (metade da fatia em cada rolinho)
4 fatias de queijo (metade da fatia em cada rolinho)

Decidimos que em vez de usar maionese no prato principal iríamos usar um molho de mostarda. Com a mostarda do Coronel Mostarda em mente fizemos algumas experiências misturando mostarda com creme de leite, maionese sal e pimenta e chegamos na seguinte receita de molho de mostarda:

Molho de Mostarda Marvila:

2 colheres de sopa de mostarda tipo americana
1 colher de creme de leite sem soro
sal e pimenta-do-reino

 

Misture tudo e pronto 🙂

Até chegar nessa receita houve a briga do Fred para abrir o pote de mostarda:


Dá pra ver quem ganhou a briga…

Em seguidas muitas caretas e risadas das caras feitas durante as experiências para achar uma receita comível do molho de mostarda.

Recompostos da briga com o pote de mostarda e da quase indigestão pelas tentativas do molho de mostarda (isso me lembrou a chamada do seriado ‘Till Death: “Subject starting to not feel too good”), fizemos os rolinhos de frango com recheio de molho de mostarda, presunto e queijo:


Até que a cara não ficou ruim para a primeira tentativa…

Hora de fritar…

E estavam com uma cara ótima!

E nossa primeira mesa estava posta!


Vocês podem reparar que perto do arroz tem um “tapoé” com pizzas… São os pedaços que sobraram da noite anterior. Foram os Salvadores da Pátria pois, como não poderia ser diferente, a Natalie errou no ponto da salada e esta ficou muito doce e eu errei no ponto da fritura do frango que ficou meio cru por dentro.

Eu achei a salada dela boa e ao misturar com o arroz ficou melhor ainda. Ela gostou do frango mesmo ele estando meio cru por dentro…

Ou nós somos mesmo um casal sintonizado ou somos mentirosos de mão cheia 😛

De qualquer forma a pizza salvou nós dois pois ela não comeu salada e eu não comi
o frango cru.

A experiência e a diversão valeram a pena e ainda saímos com uma moral da história:

“Se você não sabe cozinhar e vai fazer o almoço de domingo, tenha sempre pizza fria para salvar o dia!”

É isso ae e até o próximo Almoço de Domingo… ou jantar, ou sábado…

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    3 Comentários
  1. huahuahua!!! Pelo visto o que salvou o dia mesmo foi o MEU pavê de limão (cadê o crédito, pombas?). Mas eu me lembro de que vc não gostava das raspinhas de limão. Agora gosta? Ah e me conte: com unha fica melhor?Beijos, filhote e norinha…PS: Continuem tentando. Um dia vcs conseguem comer a mesma coisa juntos. Eu tô quase conseguindo aqui com a Priscila, mas essa, coitada, é caso perdido: conseguiu queimar até a água do chá e… Epa! vcs é que vão preparar o tal almoço português que a Natalie me prometeu???

  2. bah. Eu aperfeiçoei o pavê. E eu não gosto de raspas de limão no creme de limão. Aquilo foi só pra enfeitar e tirar foto 😛

  3. Observando o tamanho da pança do Marvila, vai aí minha sugestão para o próximo almoço:Salada Rápida de AlfaceIngredientes1 folha de alface1 grão de sal1/2 pingo de azeite.1 bicicleta ergométricaModo de preparoAjuste o banco da bicicleta ergométrica de forma que o joelho não esteja totalmente estendido quando o pedal correspondente estiver próximo do chão. Enquanto pedala a pelo menos 20 km/h, deposite o grão de sal no meio da folha de alface e dobre-a, fazendo uma trouxinha. Aumente a velocidade da bicicleta para 30 km/h enquanto a salada descansa por 20min. Acrescente o azeite e sirva.

Deixe seu Comentário