Um dos pontos mais emblemáticos da Cidade do México é o Bosque de Chapultepec na região da avenida Paseo de la Reforma. Lá você encontra diversas atrações interessantes como o Bosque e o Castelo de Chapultepec, o Zoológico, o Jardim Botânico e museus importantes como o Museu Nacional de Antropologia, o Museu de Arte Moderna e o Museu Rufino Tamayo.

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Estátua na rua

Um dia no Bosque de Chapultepec

Você pode dedicar boas horas e até mesmo um dia completo do seu roteiro na Cidade do México para conhecer os principais pontos da região de Chapultepec.

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Feira livre

O essencial

Comece seu dia pelo Bosque de Chapultepec e siga caminhando até o castelo de mesmo nome. Se for um final de semana, a feirinha típica estará a todo vapor e será uma experiência antropológica interessante 😛 Do alto do Castelo de Chapultepec, você terá uma bela vista de boa parte do Paseo de la Reforma e da Cidade do México.

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Monumento e castelo ao fundo

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Comida na feira livre

Depois de conhecer o castelo e caminhar pelo parque, aproveite e siga até o Museu Nacional de Antropologia da Cidade do México, um dos museus mais significativos da América Latina e sem dúvida uma atração que merece sua visita. É neste museu que você terá a oportunidade de conhecer um pouquinho de cada civilização que fez parte da história do México. A famosa Pedra do Sol Asteca está lá, motivo de sobra para não deixar de conhecer o museu 😉

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Mais obras de arte no castelo

Para os amantes das artes

Se museu for a sua praia e ainda sobrar pique, você pode estender seu passeio até o Museu de Arte Moderna e o Museu Rufino Tamayo que ficam bem próximos ao Museu Nacional de Antropologia.

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Arte no castelo

Para as crianças

Já se você estiver viajando com crianças, a programação pode incluir o Zoológico e o Jardim Botânico que ficam dentro do Bosque de Chapultepec 🙂

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Jardins do castelo

Para os esportistas

Aos Domingos, uma parte do Paseo de la Reforma, entre o Anjo da Independência (Ángel de la Independencia) e o Bosque de Chapultepec, é fechada para que os pedestres e ciclistas possam aproveitar o dia para praticar atividades ao ar livre. É gente por todos os lados andando de bicicleta, correndo e também patinando, e o mais legal é que você poderá alugar esses esquipamentos em diversos locais na região 🙂

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - entrada

Veja onde se hospedar na Cidade do México:

Os 3 melhores bairros para ficar na Cidade do México

Ofertas de Hotéis na Cidade do México

Ofertas de Hotéis próximos ao Bosque de Chapultepec

Ofertas de Hotéis no Centro Histórico da Cidade do México

Ofertas de Hotéis no México: Cancún, Playa del Carmen e outras

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Fontes do castelo

As curiosidades do Bosque de Chapultepec

K-pop

Esse roteiro Parque + Museu é um ótimo programa na Cidade do México e, se for final de semana ou feriado, você ainda pode participar das feiras livres que acontecem por lá ou ainda trombar com uma turminha animada dançando K-pop, as danças das bandas pop da Coréia do Sul 😛 Encontramos vários grupos ensaiando pra valer por lá!

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Ensaio de K-pop

Voladores de Papantla

E o mais impressionante é dar a sorte de estar lá na hora em que os Voladores de Papantla estiverem se apresentando O.O”

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Voladores de PapantlaBosque de Chapultepec - Voladores de Papantla

Foto: Hugo Cadavez (CC BY 2.0)

Os Voladores de Papantla são uma tradição cultural do povo Totonac do estado de Veracruz no México e que vem passando de geração em geração. Muitos deles começam super cedo a participar das apresentações, alguns com apenas 7 anos.

O ritual consiste em 5 homens escalando o poste de vários metros de altura. Um deles começa a tocar música lá de cima e em um determinado momento os outros quatro se jogam, presos pela cintura, e começam a girar de cabeça para baixo. Nessa descida, eles giram 13 vezes cada um, num total de 52 rotações, representando o número de anos de cada ciclo do calendário mesoamericano.

Roteiro pelo Bosque de Chapultepec - Vista do castelo

Quem acompanhou os outros posts sobre a Cidade do México deve o povo Teotihuacán também vivia com base em ciclos de 52 anos.

Por que você deve conhecer Teotihuacán, o tesouro perdido?

Parece ser uma apresentação incrível e nos arrependemos muito de não ter conseguido assistir quando visitamos o Bosque de Chapultepec 🙁

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros do México \o/

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    2 Comentários
  1. Eu amei as dicas do blog de vocês, fui em Outubro de 2014 e me ajudou muito!!! Tive a sorte de ver os papantlas em frente ao museu de antropologia, mas sinceramente… LOUCURA PURA!
    A cidade do méxico parece com São Paulo, o acesso por metrô foi MUITO tranquilo, sem falar que é muito mais rentável que os passeios oferecidos pelas agências e hotéis.

Deixe seu Comentário