atualizado em:

Os melhores parques de Londres

Quase 50% da capital inglesa é feita de áreas verdes, todas pedindo para entrar no seu roteiro.

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Muitos parques de Londres são famosos em todo o planeta, com o Hyde Park puxando a fila dos mais conhecidos. Tanta fama é compreensível: a capital da Inglaterra tem incríveis 8 milhões de árvores, o que dá a ela o título de “maior floresta urbana do mundo”.

Provavelmente você já leu sobre alguns destes parques, certo? Anote, salve o link, faça print da tela, mas não perca a lista abaixo.

Os melhores parques de Londres

Hyde Park

O Hyde Park é o mais conhecido dos parques de Londres.

Ele é um sopro de calmaria e um descanso no meio da metrópole, ao mesmo tempo em que tem a tradição de ser palco de shows e protestos marcantes, que muitas vezes mudaram o mundo. Tem mais de 140 hectares de área e sua criação, em 1536, é quase tão distante quanto o descobrimento do Brasil. A abertura ao público, porém, só aconteceu em 1637 – antes disso ele era um parque exclusivo para o rei.

Os melhores parques de Londres

  • Como chegar: estações de metrô Lancaster Gate (Central Line), Marble Arch (Central Line), Hyde Park Corner (Piccadilly Line) e Knightsbridge (Piccadilly Line)
  • Horários: aberto todos os dias das 5h à meia-noite

Saint James’s Park

Coladinho no Palácio de Buckingham, o Saint James’s Park abriga o jardim de flores em homenagem à rainha Victoria e é também um lugar concorrido durante os eventos reais, já que os parentes da Betinha e seus convidados sempre passam em frente a ele na chegada ao palácio.

Fora desses momentos, é um cenário bucólico e tranquilo para passar boas horas do seu dia.

  • Como chegar: estações de metrô St. James’s Park (District e Circle Line), Charing Cross Station (Northern, Bakerloo e British Rail lines), Westminster (Jubilee, District e Circle Lines), Green Park (Piccadilly, Victoria e Jubilee Lines) e Victoria (Victoria, Circle e District e British Rail lines)
  • Horários: aberto todos os dias das 5h à meia-noite

Kensington Gardens

Se bobear, você acha que ele é o Hyde Park e vice-versa. Na verdade, o Kensington Gardens já foi parte do parque mais famoso, mas ficou independente em 1728.

Hoje é conhecido pelo lago Serpentine, pela Serpentine Gallery, pelo Albert Memorial, pelo Kensington Palace e, claro, pelos seus jardins.

Os melhores parques de Londres: o que fazer de graça

  • Como chegar: estações de metrô Lancaster Gate e Queensway (Central Line), Bayswater (District Line) e High Street Kensington (Circle e District Lines)
  • Horários: aberto todos os dias das 6h até o pôr do sol

Victoria Park

Um pouco mais afastado da muvuca, o Victoria Park (também conhecido como Vicky ou People’s Park) foi aberto à população em 1845, mas precisou ser fechado durante a Segunda Guerra, época em que virou uma área de defesa antiaérea, protegendo o noroeste da capital inglesa dos ataques da força aérea nazista.

Hoje ele é um lugar delicioso para passeios, tanto que já foi eleito o melhor parque da cidade.

  • Como chegar: estação de metrô Mile End (Central, District e Hammersmith & City lines)
  • Horários: aberto todos os dias das 7h até o pôr do sol

Regent’s Park

Batizado em homenagem ao príncipe regente que mais tarde se tornaria o rei George IV, o Regent’s Park tem atrações para crianças, vários jardins (um deles com 12 mil rosa), um teatro a céu aberto, o London Zoo e uma vista maravilhosa da cidade – se você atravessar a Prince Albert Road e subir o Primrose Hill).

  • Como chegar: estações de metrô Regent’s Park (Bakerloo line), Great Portland Street (Hammersmith & City, Circle e Metropolitan lines), Baker Street (Hammersmith & City, Circle, Jubilee, Metropolitan e Bakerloo lines), St John’s Wood (Jubilee line) e Camden Town (Northern line)
  • Horários: abre diariamente às 5h, mas fecha em horários diferentes em cada mês, indo das 17h em janeiro, até as 21h30 em maio, junho e julho, voltando aos poucos até as 16h30 em dezembro.

Green Park

O Green Park é outro dos parques de Londres colados no Palácio de Buckingham, mas na diagonal oposta ao Saint James’s Park. Ele é decorado lindamente com fontes, esculturas, árvores e muitas flores, principalmente na primavera.

Os melhores parques de Londres: primavera

  • Como chegar: estações de metrô Green Park (Jubilee, Victoria e Piccadilly Lines) e Hyde Park Corner (Piccadilly Line)
  • Horários: sempre aberto

Greenwich Park

Um clássico dos parques de Londres.  O Parque de Greenwich é destino certo de qualquer pessoa que passa uma quantidade suficiente de dias na cidade e tem aquele tempinho para ir ao Meridiano de Greenwich, a linha imaginária que separa o planeta entre ocidente e oriente.

Ele foi criado nos anos 1400, depois virou um parque de caça e, no século 18, foi aberto à população. Tem vistas maravilhosas de Londres.

  • Como chegar: estação de metrô North Greenwich (Jubilee Line), depois, ônibus 188 ou 129
  • Horários: abre sempre às 6h e fecha em horários diferentes ao longo do ano, começando às 18h em janeiro, chegando às 21h30 em junho e julho e voltando para 18h em dezembro.

Bushy Park

Quer um parque grande de verdade e com uma participação fantástica na história recente da humanidade? Coloque o Bushy no seu itinerário.

Ele está um pouco longe, mas vale o esforço. É o segundo maior dos Parques Reais, com 445 hectares, e tem paisagens de encher os olhos.

Os melhores parques de Londres: qual visitar

A participação na história foi na Segunda Guerra. Durante o período, um pedaço do Bushy foi transformado numa base aérea norte-americana, onde Dwight D. Eisenhower (então general do exército norte-americano e comandante supremo das Forças Aliadas) planejou e ordenou nada menos que o Dia D, aquele que foi decisivo para o início da queda de Hitler.

  • Como chegar: de trem, desde Waterloo até Teddington, Hampton Wick ou Hampton Court
  • Horários: sempre aberto

Queen Mary’s Rose Gardens

Sabe o jardim com 12 mil rosas que fica no Regent’s Park? Ele se chama Queen Mary’s Rose Gardens e foi aberto ao público em 1932. Mas as rosas não são sua única atração. Begônias também são plantadas e a recomendação para ver tudo isso no melhor momento é visitar o jardim nas duas primeiras semanas de junho. Anote na agenda.

  • Como chegar: estações de metrô Regent’s Park (Bakerloo line) e Great Portland Street (Hammersmith & City, Circle e Metropolitan lines)
  • Horários: abre diariamente às 5h, mas fecha em horários diferentes em casa mês, indo das 17h em janeiro, até as 21h30 em maio, junho e julho, voltando aos poucos até as 16h30 em dezembro.

Battersea Park

Um lugar perfeito para quem quer relaxar num parque na beira do Tâmisa. O Battersea Park foi aberto em 1858 e desde então só cresce em popularidade na cidade.

Quem vive nos arredores (a mais ou menos 3 km do Hyde Park), costuma ser apaixonado pelos seus caminhos cercados de verde, seus monumentos e pela sua proximidade com o rio.

  • Como chegar: estação de metrô Sloane Square (Circle e District lines), depois uma caminhada de 20 minutos
  • Horários: aberto diariamente das 8h até o pôr do sol

Assine nossa newsletter!

Comentários