Fui procurado pelo pessoal da revista Viagem e Turismo para dar uma entrevista e ajudar a responder uma leitora que tinha dúvidas sobre o que fazer em Chicago em uma conexão de várias horas na cidade 😀 Nessa mesma época, começaram a pipocar perguntas parecidas aqui no blog também.

Muitos leitores estão provavelmente voando para o Havaí com a United Airlines, o que torna a longa conexão em Chicago quase que um processo inevitável. Então, por que não aproveitar e conhecer um pouco da cidade? Aposto que você vai ficar com vontade de voltar com calma e conhecer mais sobre essa interessante cidade americana.

Veja a minha colaboração na Viagem e Turismo deste mês 😀

Fiquei contente com o contato da revista, o que só demonstra como o conteúdo de Chicago aqui no blog é caprichado e tem ajudado cada vez mais viajantes \o/

Mas voltando a grande questão…

O que fazer em Chicago com várias horas de conexão?

Primeiro, preciso deixar claro que Chicago merece uma visita mais longa, de 3 dias pelo menos, para você poder aproveitar e conhecer a cidade como ela merece 😀

Roteiro de Chicago - Lago Michigan

Vale a pena sair do aeroporto e ir até Chicago numa conexão longa?

Vale a pena apenas se você tiver no mínimo 3h livres para ficar na cidade sem contar o tempo de ida e volta e procedimentos de segurança no aeroporto.

Primeiros passos:

  • Verifique a possibilidade de saida da sala de embarque do aeroporto de Chicago
    • Pergunte primeiro na hora do check-in, mas também confirme com algum funcionário já na sala de embarque. Imagina você sair da sala de embarque e não poder voltar? Não ia ser legal, né? 😉
    • Confirme também se será preciso um novo check-in ou se é só ir para a fila do embarque direto.
  • Leve o mínimo possível na mala de mão
    • Aparentemente não há lockers em O’Hare (culpa do 11 de Setembro, talvez?). Por isso já esteja preparado para o caso de ter de levar sua mala de mão no passeio na cidade 🙂 Em todo caso não custa perguntar já no aeroporto se existe lockers, né? Quem sabe você dá sorte?
  • Leve em consideração o seu cansaço da viagem até Chicago
  • Preste atenção ao relógio
    • Ninguém quer perder o vôo de conexão, não é mesmo? Um novo check-in ou mesmo a entrada na sala de embarque são dois procedimentos que levam bastante tempo.

Roteiro de Chicago - Estação de metrô do aeroporto O'Hare

Calculando o tempo livre para visitar Chicago

Tomar conta do relógio é essencial para não perder o vôo de conexão, por isso, o cálculo abaixo é bastante conservador. Claro, que se em vez de levar uma hora em um lugar, você levar 30 minutos, você poderá aproveitar esse tempinho extra para fazer alguma outra coisa ao longo do dia 🙂

Vamos usar o metrô, pois é tão rápido quando o táxi (e mais rápido na hora do rush) e beeeeem mais barato. Um táxi do centro de Chicago para o aeroporto custa entre 50 e 60 dólares.

Roteiro de Chicago - passes do metrô

  • Tempo de saída da sala de embarque e chegada na estação de metrô: 30 min
  • Tempo de deslocamento entre o aeroporto e o centro de Chicago: 1h
    • Na realidade são +- 45 min, mas estamos sendo conservadores, lembra? 🙂
  • Tempo de deslocamento entre o centro de Chicago e o aeroporto:  1h
  • Tempo para entrar na sala de embarque: 1h
    • Novamente, sejamos conservadores para o caso de ser um horário de pico no aeroporto. Se você tiver de fazer o check-in novamente então, pode adicionar mais uma hora.
  • Tempo que deve-se estar na sala de embarque antes do horário do vôo: 30 min

Tempo TOTAL para sair do aeroporto e voltar: 4h

Como podemos ver, é preciso ter pelo menos 4h sobrando só para poder ir do aeroporto ao centro de Chicago e voltar ainda em tempo de pegar seu voo de conexão.

Quanto tempo eu preciso ter para valer a pena sair do aeroporto e visitar Chicago?

Para compensar o trabalho e cansaço de sair do aeroporto para visitar Chicago, sua conexão tem de ser de 7 horas ou mais. Assim, sobram-se 3h para curtir um pouquinho da cidade.

Várias dos leitores que perguntaram aqui no blog sobre isso, estavam indo ou voltando do Havaí com uma conexão em Chicago de mais de 10h. Esse é um tempo bom para conhecer os principais pontos da cidade 🙂

Tenho 7h de conexão, o que eu posso fazer em Chicago?

Neste caso, você tem praticamente 3 horas livres na cidade.

Millennium Park, The Cloud Gate (the Bean), The Crown Fountain e Jay Pritzker Pavilion: 1h30

Millennium Park: o cartão postal de Chicago

O que fazer no Millennium Park?

The Art Institute de Chicago: 1h

The Art Institute de Chicago

The Bukingham Fountain: 30 min

Recap: Nossas dicas e roteiro de Chicago

Roteiro de 3h em Chicago detalhado:

O metrô de Chicago sai de dentro do próprio aeroporto e é bem fácil de achar e de usar.

Sugiro que você compre o passe de 1 dia (10 dólares) para poder andar de metrô e ônibus dentro da cidade quantas vezes quiser e ainda poder voltar ao aeroporto. Normalmente esse trajeto de metrô leva de 45min a 1h.

Chegando na cidade, a primeira parada para quem nunca foi a Chicago é o Millennium Park. O parque é lindo e durante a primavera e o verão deve estar bem verdinho. Aproveite para apreciar o Cloud Gate (também conhecido como The Bean) a The Crown Fountain (se estiver quente, ela deve estar ligada e você poderá ver crianças brincando nela) e o Jay Pritzker Pavilion (local onde acontecem diversos shows e apresentações).

Roteiro de Chicago - The Cloud Gate / The Bean / Millennium Park

Tirar fotos lá é diversão garantida! Como curiosidade, saiba que o Millennium Park na verdade é uma estrutura construída em cima da estação de trens metropolitanos. Dá para imaginar?

Ainda dentro do Millennium Park, na parte mais ao sul, você encontrará o The Art Institute of Chicago, um ótimo museu para quem gosta de arte.

Continue para o Sul e você verá a Buckingham Fountain, uma fonte linda e com uma vista interessante do lago Michigan.

Roteiro de Chicago - The Art Institute of Chicago

É hora de voltar ao aeroporto 🙁 Pegue a avenida bem em frente à Buckingham Fountain (Congress Parkway) e siga até o metrô La Salle para poder pegar o metrô da linha azul direto até o aeroporto Chicago O’Hare.

Tenho 12h de conexão, o que eu posso fazer em Chicago?

Neste caso são aproximadamente 8h de tempo para conhecer a cidade e você já pode fazer um roteiro de 1 dia em Chicago 😀

Junte os seguintes pontos ao roteiro acima depois da Buckingham Fountain:

Field Museum: 2h

Chicago: Atrações para Crianças

Shedd Aquarium ou Adler Planetarium: 1h

Chicago: Atrações para Crianças

Chicago: Adler Planetarium para todas as idades

John Hancock Observatory ou Skydeck: 2h

 John Hancock e Skydeck: vendo Chicago do alto

Depois da Buckingham Fountain, continue indo para sul, mas vá beirando a South Michigan Avenue.

Quase na esquina da E Roosevelt Road você encontrará várias estátuas de ferro ao ar livre chamadas Agora. É uma de minhas artes ao ar livre preferidas na cidade :)

Chegando lá, vire à esquerda e siga a Roosevelt Road para a direção do lago. Você passará pelo Field Museum (imperdível e com a Sue, o fóssil de tiranossauro mais completo do mundo), depois pelo Shedd Aquarium e, por fim, pelo Adler Planetarium.

Roteiro de Chicago - Field Museum

Desses três, o Field Museum é o mais indicado. Os outros são bem legais para quem tem um pouco mais de tempo na cidade. Se você chegar neles com tempo, vale a parada 🙂

Ao chegar aqui, você provavelmente tem mais duas horas sobrando e pode escolher ir a um dos dois observatórios da cidade: John Hancock ou Skydeck.

Para chegar aos dois observatórios a partir do Field Museum, eu sugiro que você pegue um táxi, pois o metrô fica relativamente longe de lá e o táxi não deve ficar mais que 10-15 dólares.

Roteiro de Chicago - Vista do John Hancock Observatory

Eu sugiro ir ao John Hancock, pois já deve estar escurecendo e no observatório há um café para você fazer um lanche enquanto observa o belo pôr do sol 🙂 Além disso, se você ainda tiver um tempinho sobrando, poderá passear pela Magnificent Mile que é o pedaço da Michigan Avenue que passa em frente ao prédio.

Roteiro de Chicago - Skydeck

Agora, se você tiver pouco tempo sobrando e quiser uma experiência interessante, o Skydeck tem algumas janelas de vidro para fora do prédio :mrgreen:

Hora de voltar ao aeroporto (ahhhhhhhh). Saindo do Hancock, pegue o metrô na estação Chicago Red na esquina da E Chicago Avenue com North State Avenue, ou pegue o metrô na estação Quincy/Wells pertinho do Skydeck.

Dicas extras

Se você quiser um passeio diferente, sugiro fazer o Segway Tour (+- 3h) que começa ali no Millennium Park. É muito legal, mas é cansativo, pois é preciso ficar de pé o tempo todo.

Se você não quiser andar, também pode tentar pegar um City Tour das empresas Gray LineChicago Trolley & Double Decker. Esses tours geralmente só funcionam na primavera/verão e, como não fiz nenhum desses dois tours, não tenho como opinar sobre eles.

Espero que depois de um passeio tão rápido pela cidade, vocês tenham vontade de voltar pra lá, pois Chicago é uma cidade interessantíssima e com muita coisa para contar para nós 😀

Não deixem de ver todos os nossos posts sobre a cidade 🙂

Recap: Nossas dicas e roteiro de Chicago

 O que você achou desses roteiros?

Tem alguma outra sugestão? 😉

Clique aqui para conferir todas as nossas dicas e roteiros de Chicago \o/

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    30 Comentários
  1. Olá, boa tarde,
    muito bom seu post sobre Chicago, para conexões. Vou a uma cidade da PA e estou interessada em fazer a conexão em Chicago. Vi que há voos com conexão de 10 hrs. Minha preocupação é com o frio. Devo ir no proximo dia 31/01/16. Consigo fazer esse roteiro que vcs mencionaram ou vcs sugerem algo diferente por conta do frio?
    Agradeço antecipadamente
    Abs

    • Oi Denise.

      O frio provavelmente estará forte nessa época. Se você não tiver roupas apropriadas (lá venta pra caramba), é melhor não sair do aeroporto, já que pouco aproveitará. agora, se tiver uma temperatura ok ou com bons agasalhos, um passeio no Millennium Park e região é o que eu indicaria, pq andar no frio extremo não é agradável :/

  2. Eu tive 7h30min de conexão em Chicago num vôo entre o Canadá e o Brasil. Me informei com várias pessoas e todas me aconselharam a não sair do aeroporto. Graças ao seu blog tive informações e segurança para sair e me deliciar entre as ruas da linda Chicago. Adorei as dicas e adorei ter tido a oportunidade de conhecer um pouco só para ter o gostinho de querer voltar. Aconselho a todos, pois não há dificuldade alguma. Só deixo como sugestão a indicação das melhores estações para descer. Acebei descendo na Washington e vi muita coisa. Mas você pode ter uma dica melhor. Abraços

    • Oi Cristina, que bom que deu certo e vc pôde sentir o gostinho de Chicago 🙂 E obrigado pela dica da estação!

  3. Estou indo pro Japão e na volta acabamos por pegar uma conexão de 13 horas em Chicago. Vi em vários lugares que não tem lockers no aeroporto. Uma viagem de 15 dias imagina o tanto de mala e mesmo que seja uma imagina o peso que não estará. Não há nenhum alternativa para deixar as malas em algum lockers perto ou no caminho da cidade ou algo parecido?

  4. Olá!

    A nossa “conexão” é das 07hr da manhã (hr de chegada do vôo), até as 10hr do dia seguinte (preferimos dormir uma noite na horizontal no nosso caminho para o Japão). A minha dúvida é: onde dormir? Eu gostaria de dormir próxima ao aeroporto, pois sou maníaca por horário. O que acham?

  5. Obrigada pela resposta!

  6. 1 2
Deixe seu Comentário