Essa viagem para Munique tinha um ar todo especial para nós. O Fred tinha passado alguns dias na cidade no ano anterior por conta do trabalho oficial e estava morrendo de vontade de me mostrar a sua visão do centro histórico de Munique, a única parte que teve tempo de conhecer graças às horas extras de sol do verão europeu 😉

Centro histórico de Munique - Marienplatz

Nessa primeira visita, o Fred contou com um guia especial: o Stefan, também conhecido com seu chefe 😛 O Stefan fez companhia para o Fred durante um longo passeio pelo centro histórico e lhe contou cada detalhe, cada momento marcante da história da cidade. Quando voltou para casa, o Fred era pura animação e não via a hora de dividir comigo todas as histórias que tinha ouvido atentamente do Stefan.

Tour guiado do Fred pelo centro histórico de Munique

Nosso primeiro dia na cidade não poderia começar de outra maneira: fomos para o centro histórico de Munique conhecer e revisitar o coração da Bavária 😀

Você pode seguir este roteiro de um dia por Munique e conhecer as principais atrações da cidade. Se o dia estiver ensolarado, então, será um passeio dos mais agradáveis 🙂

Quanto aos nomes, não se preocupe, eu também precisei colar na prova para não escrevê-los errado 😛

Maximiliansplatz e Trinity Church

Nossa primeira parada foi a Maximiliansplatz, uma praça próxima ao nosso hotel, ao lado da Trinity Church, uma pequena igreja ao estilo barroco bavariano (não temos fotos dela 🙁 ) que pode passar desapercebida pelos mais desatentos, mas que, segundo a lenda, foi a única igreja do centro de Munique que não sofreu nenhum dano durante a segunda guerra. Segure a ansiedade e não vá ainda à Frauenkirche, chegaremos lá mais tarde 😉

Centro histórico de Munique - Trinity ChurchCentro histórico de Munique - Freirinha e sua bicicleta

Centro histórico de Munique - No caminho para o tour

Mais alguns passos e chegaríamos à Marienplatz, principal cartão postal da cidade.

Marienplatz

Centro histórico de Munique - Monumento na Marienplatz

Fiquei perplexa.

A Marienplatz consegue ser ainda mais linda ao vivo do que eu imaginava. Quantos atos e fatos históricos já não a tiveram como palco? Dizem que, na época da peste negra, as pessoas se aglomeravam ali e, por incrível que pareça, isso não aumentou o número de mortos ou doentes.

Bem na Marienplatz está localizada o prédio da prefeitura, ou Neue Rathaus, em seu belo estilo gótico. É nele também que está a torre do famoso relógio de Munique que toca todos os dias às 11h da manhã e atrai uma multidão para ver seus bonequinhos dançando ao som da música folclórica bavariana 😛

Centro histórico de Munique - Relógio da Neue Rathaus

Centro histórico de Munique - Assistindo ao relógio tocar

Você sabia que esse relógio tem quase a idade do Brasil?

Esse momento tem um valor mais importante para os moradores de Munique do que podemos imaginar, afinal já fazem séculos que essa tradição se mantém da mesma maneira.

Viktualienmarkt e St. Peter’s Church

Centro histórico de Munique - Viktualienmarkt

Passamos pela Heiliggeistkirche, uma outra igreja próxima a Marienplatz e seguimos para o Viktualienmarkt, uma fofa praça cheia de barraquinhas de comidas típicas. É o local ideal para uma pausa para o almoço, lanche da tarde, happy hour às 10 horas da manhã… ou qualquer outro motivo que você tenha na hora para provar uma nova cerveja 😛

Centro histórico de Munique - Loja de doces na Viktualienmarkt

Esse dia era o primeiro dia da May Pole Celebration que, em 2012, aconteceu no Viktualienmarkt de Munique \o/

Centro histórico de Munique - Vista da Marienplatz a partir da St. Peter Church

Calorias abastecidas, fomos para a St. Peter’s Church (Alte Peter), uma das igrejas do centro da cidade cuja torre pode ser visitada. Dessa vez não conseguimos subir na torre, mas segundo o Fred, é a vista mais bonita da região porque você consegue ver a Marienplatz de frente e ainda pode ver a Frauenkirche de lá 😉 E se der sorte, bem ao longe, você ainda tem a vista da Alianz Arena.

Centro histórico de Munique - Vista da Frauenkirche a partir da St. Peter Church

Centro histórico de Munique - Vista da Alianz Arena a partir da St. Peter Church

Restaurantes próximos à Marienplatz

Se você procura outros lugares para comer no centro de Munique ou não quer experimentar o jeito bávaro de comer no Viktualienmarkt, não se preocupe. Bons restaurantes não faltam por ali 😛

Munique Hofbräuhaus

Bem próximo ao Viktualienmarkt está o Berni’s Nudelbrett com uma cozinha Italiana ao estilo alemão 😛 Nada muito sofisticado, mas sempre bom e farto. Infelizmente não tivemos a oportunidade de comer ali. Outras boas opções são o Paulaner im Tal, o restaurante da cervejaria Paulaner, a Hofbräuhaus, restaurante da cervejaria Hofbräu e o Ratskeller, um restaurante que fica no porão da Neue Rathaus e parece um labirinto. Vale inclusive a visita, mesmo que você não vá almoçar ou jantar por lá 😉

Aliás, opções de restaurantes em Munique para se esbaldar bem pertinho da Marienplaz é o que não faltam 😀 Projeto #vai #gordinha

Sendlinger-Tor e Karlsplatz

Continuamos o tour indo visitar um dos dois portões do centro de Munique. Se olharem no mapa, irão perceber que seu centro histórico tem praticamente 4 saídas principais. O Sendlinger-Tor, e menos conhecido, mas igualmente animado no verão com seus beergardens/biergartens abertos e a Karlsplatz, este já muito conhecido e visitado, tanto por sua beleza quanto pela localização, a apenas alguns metros da Marienplatz e de todo o burburinho 😉

Centro histórico de Munique - Sendlinger-Tor

Centro histórico de Munique - Lojinha a caminho da KarlsplatzCentro histórico de Munique - Restaurante a caminho da Karlsplatz

No caminho entre o Sendlinger-Tor e a Karlsplatz, passamos pelas igrejas KreuzkircheSt. Anna Damenstiftskirche. É nesse caminho que se vê a transição da Munique antiga para a Munique moderna com alguns prédios novos, quase que destoando dos prédios góticos da Marienplatz.

Centro histórico de Munique - Karlsplatz

Bem ali na Karlsplatz está uma das lojas de brinquedos mais famosas da cidade, a Obletter, onde adultos viram crianças novamente, não é Fred? 😛

Centro histórico de Munique - Obletter loja de brinquedo

Voltando em direção à Marienplatz, você passará pelo portão da Karlsplatz, pela Bürgersaalkirche e pelo famoso restaurante da Augustiner, outra das cervejarias muniquenses 🙂

Centro histórico de Munique - Portão da Karlsplatz

Centro histórico de Munique - Crianças na Karlsplatz

Frauenkirche

E a Frauenkirche? Outro famoso símbolo da cidade, a igreja de duas torres e de tijolinhos vermelhos sofreu muito durante a guerra e teve de ser reconstruída, como quase tudo na cidade.

Centro histórico de Munique - Miniatura do centro de Munique

Centro histórico de Munique - Torre da FrauenkircheCentro histórico de Munique - Torres da Frauenkirche em restauro

Centro histórico de Munique - Tumbas da Frauenkirche

Dessa vez, as duas torres estavam fechadas para restauro e não pudemos subir, mas esta é sem dúvida outra torre que deve ser visitada 🙂 Segundo dizem, nenhum prédio em Munique pode ser mais alto que esta torre, pelo menos não próximo ao centro histórico.

Centro histórico de Munique - Vista da Marienplatz a partir da Frauenkirche

Centro histórico de Munique - Estátua de um porco :)

Existe uma lenda sobre uma marca que existe logo na entrada da igreja. Dizem que o diabo pisou ali e riu falando que não haviam janelas (naquele ponto não é possível ver nenhuma das janelas), mas ao dar um passo para frente ele percebeu que havia sido feito de bobo e virou vento para tentar derrubar a igreja. Até hoje dizem que existe um vento constante por lá. Acredite se quiser 😛

Centro histórico de Munique - Marca da lenda da Frauenkirche

Centro histórico de Munique - Frauenkirche por dentro

Theatinekirche, Odeonsplatz e Hofgarten

Seguindo para o fim do nosso tour pelo centro histórico, fomos em direção à Odeonsplatz, uma das praças mais importantes, por assim dizer, de Munique.

Centro histórico de Munique - Theatinekirche

Importante porque Hitler e seus comparsas, quando ainda eram baderneiros idealistas, entraram em confronto com a polícia, o que resultou na morte de 4 policiais e a prisão da maioria dos baderneiros, com Hitler se safando da prisão.

Centro histórico de Munique - Interior da Theatinekirche

Centro histórico de Munique - Torre da TheatinekircheCentro histórico de Munique - Monumento em frente à OdeonsplatzCentro histórico de Munique - Feldherrnkeller

É ali também que está a famosa Theatinekirche , talvez famosa para os turistas por sua cor amarela característica, mas é tão importante para Munique que na época em que o Fred a visitou, uma pessoa da família real estava sendo velada lá.

Centro histórico de Munique - Odeonsplatz

Dica de Local: Se você quer experimentar uma comida alemã modo ogro, literalmente, vá até a portinha que fica do outro lado da praça, pertinho da lateral de onde estão as estátuas. Segundo o Stefan, o restaurante Feldherrnkeller sugere que você aja como se estivesse na idade média. o.O

Centro histórico de Munique - Pinturas no Hofgarten

Centro histórico de Munique - Interior do Hofgarten

Já do lado direito da praça está o muro enorme do Hofgarten. Ao entrar, percebe-se a beleza que ele esconde 🙂 Várias pinturas em suas paredes internas e um jardim lindinho, muito utilizado pelos moradores em tempos de sol e calor. Não deixe de andar até seu centro e visitar a Dianatempel.

Centro histórico de Munique - Pessoas aproveitando o sol

Munique é encantadora

No final do dia, fiquei contente a o ver Fred ainda todo empolgado com suas explicações, passadas a ele por seu chefe no ano anterior.

Centro histórico de Munique - Mão e filho no Hofgarten

Ele realmente tinha razão, Munique é encantadora.

Este roteiro está baseado na linha azul do mapa 🙂

Você também poderá gostar

Se gostou do que viu, assine o blog!


    12 Comentários
  1. generosidade sua dividir conosco a sua experiência.Vou a Munique em julho e vou levar comigo as suas dicas.

  2. Muito boas suas dicas. Vou com meu marido para Alemanha em Setembro e claro vamos também à Munique. Já copiei todos os links com as dicas assim ficou muito mais fácil montar nosso roteiro. Quando voltar dou um alô, com certeza pra agradecer ainda mais.

    • Que bom, Rosângela 🙂

      Espero que possamos ajudar bastante na sua viagem. Hoje sai um post com um roteiro de 4 dias em Munique bem mastigadinho, sem contar os outros posts sobre a Alemanha que temos 😀

      E volte sim, adoramos ouvir as histórias dos nossos leitores!

  3. Parabéns pelas excelentes dicas. Vou a Munique em Dezembro e certamente levarei todas as suas dicas. Sem dúvida, seus posts são os mais detalhados que achei até agora e olha que já venho pesquisando a um tempinho.

    • Obrigado, Diogo 😀 Espero que sua viagem seja ótima. Se tiver alguma dúvida ou tiver alguma outra dica pro pessoal, é só falar 🙂

  4. Passarei 10 dias em Munique. Gostaria de saber em qual outra cidade próxima deveria ir. Grata

  5. Gostei da dica do restau italiano. Não sou chegada a carnes e nem à cozinha alemã. Em toda viagem ou bato ponto em vegetarianos ou italianos, onde não tem erro! 🙂

    • Que bom que ajudamos, Simone, mas não deixe de provar o sauerkraut e os pães alemães, pois são muito bons 😛 Quem sabe você não se apaixona pela comida alemã de verdade, pq aqui no brasil, poucos são os lugares realmente bons :/

  6. Muito obrigado por sua disponibilidade. Estamos de viagem à Alemanha ( meu marido , eu e afilhada que estuda em Estrasburgo.) e Munich é um destino muito esperado.
    Estaremos chegando à Munich vindo de Estrasburgo/França, parando primeiro à Fussen para visita aos Castelos.
    Estaremos de carro. Pode me ajudar a entender esta logistica? Seu comentario sobre ficar o desejo em visitar com calma,,sem correria, nos leva a parar antes de chegar a Munich. Pela rota que faremos ( passar por Frieburg e Lindau) nos leva a crer que teremos que nos hospedar, talvez em Fussen. Depois é entregar carro e curtir Munich seguindo seu passo a passo em 2 dias inteiros.
    Usando um pouco mais de sua disponibilidade, poderia listar o que NAO podemos deixar de fazer, se teremos que fazer opçoes pois o tempo é pequeno? Sugestao de hotel alem do que se hospedou? Uma comida, doce ou lugar imperdivel, que nos mostre a cidade na sua essencia? Tipo cantinhos que vc descobriu ao acaso? Prometo retribuir.
    Um abraço
    Berenice

    • Oi, Berenice.

      Vocês não vão precisar do carro para se locomover em Munique – aliás, talvez ele até atrapalhe, tendo em vista o trânsito e a dificuldade para estacionar típica das grandes cidades europeias. Se hospedando no centro histórico ou próximo a ele, é possível fazer tudo a pé ou utilizando o transporte público.

      Você já viu nosso post com uma sugestão de itinerário / roteiro de 4 dias em Munique e região? Nele, você encontra os passeios e atrações detalhados dia-a-dia e quais são as melhores regiões para se hospedar (com mapa!)

      Nesse post você também vai encontrar todas nossas dicas de onde comer na cidade 😉

      Se restar alguma dúvida, por favor, é só comentar!

Deixe seu Comentário