atualizado em:

Madri: visitando a Catedral de la Almudena e o Palácio Real

A Catedral de la Almudena em Madri fica bem em frente ao Palácio Real e é um prato cheio para os fãs da história da Espanha

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Madri é a uma capital vibrante que mistura a perfeição passeios culturais e uma animada vida noturna. Dentre os programas históricos, conhecer a Catedral de la Almudena e o Palácio Real rende uma tarde ou uma manhã tranquila que ainda pode ser combinada com tapas no Mercado de San Miguel.

Catedral de la Almudena

A Catedral de La Almudena (Catedral de Santa Maria a Real de Almudena), no bairro Austrias, teve seus primeiros planos da traçados em 1879. Apenas em 1885 o projeto da igreja foi transformado em catedral.

Assim, o projeto passou a incluir uma grande cripta, inaugurada em 1911 (antes mesmo da própria catedral).

Ao longo do século 20, a Catedral de La Almudena teve interrupções nas obras e concursos arquitetônicos para definir sua estética. Desta forma, apenas em 1993 a catedral pôde ser dada como concluída.

Origem do nome: em 1085, o rei Alfonso VI encontrou em uma muralha de Madri a imagem da Virgem Maria escondida desde 712 durante a invasão árabe e lhe deu o nome de Almudena (do árabe “almudaina” que significa muralha). Assim, ela se tornou a Patrona de la Villa de Madrid, por ser a imagem mais antiga.

Palácio Real de Madri

Bem em frente à Catedral de la Almudena fica o Palácio Real de Madri, ficando conectados pela Plaza de la Armería. Ele foi construído depois do incêndio e da destruição em 1734 do antigo Alcazár de origem medieval.

No Palácio de Madri encontramos uma notável coleção de obras de artes, esculturas, mobiliários e até mesmo a coleção real de tapetes. Curiosamente, o palácio guarda uma das cozinhas históricas melhor conservadas das residências reais da Europa.

Ela foi renovada entre 1861 e 1880 e se destaca pela conservação dos espaços e utensílios de época.

Visitando a Catedral de la Almudena em Madri 02

Visitando a Catedral de La Almudena e o Palácio de Madri

Visitar tanto a Catedral de La Almudena quanto o Palácio de Madri pode ser feito tranquilamente pelo metrô da cidade. A estação Ópera deixa os turistas a dois quarteirões da Plaza de la Armería.

Para entrar na Catedral é apenas cobrado um valor de doação de 1 euro. Agora, para adentrar o Museu da Catedral de la Almudena, em uma das alas do prédio histórico, é necessário pagar uma entrada de 6 euros por pessoa.

O Palácio Real de Madri foi a única atração da capital da Espanha  em que enfrentamos fila e um dos procedimento de seguranças mais lentos e rígidos. Contudo, a entrada é gratuita para turistas de países que falam espanhol ou português (Brasil na área), basta apresentar o passaporte comprovando a nacionalidade brasileira.

Catedral de la Almudena

  • Endereço: Callede Bailén. Site Oficial
  • Horários:
    • Todos os dias, das 9h às 20h30
    • Exposição do Santíssimo: todos os dias dasa 17h às 20h.
    • Julho e agosto: todos os dias, das 10h às 21h
  • Ingressos: Entrada gratuita (solicitado um donativo de 1 euro).
    • Entrada para o museu: 6 euros

Palácio Real de Madri

  • Endereço: Callede Bailén. Site Oficial
  • Horários:
    • Horários de inverno (de outubro a março): todos os dias, das 10h às 18h
    • Horários de verão (de abril a setembro): todos os dias, das 10h às 20h
    • Fechado: 1 de maio, 25 de dezembro, 1 e 6 de janeiro/ fechado partir das 15:00 h nos dias 24 e 31 de dezembro.
  • Ingressos:
    • Entrada gratuita:
      • De segunda à quinta no Palácio Real de Madrid das 16 às 18 h (de outubro a março) e das 18 às 20 h (de abril a setembro), entrada gratuita para cidadãos da União Europeia, residentes e portadores de visto de trabalho e cidadãos ibero-americanos, com prévia certificação da nacionalidade ou visto de residência ou trabalho.
    • Entrada franca
    • Palácio real grátis + cozinha: 4 euros
    • Visita à Real Cozina: 5 euros
    • Visita Combinada Palácio Real + Teatro Real: 15 euros.

Assine nossa newsletter!

Comentários