atualizado em:

Safári na Madikwe Game Reserve e o Rhulani Safari Lodge

O primeiro safári a gente nunca esquece.

por Natalie Soares outros artigos do autor
atualizado em:

Que fazer um safári pela África do Sul é uma das experiências que todo viajante deveria fazer pelo menos uma vez na vida, nós já sabemos. Entretanto, existe um fator muito importante que torna esse momento ainda mais inesquecível: o parque e o hotel, afinal, essa é a chave para lembranças ainda mais marcantes. Abaixo, compartilho minha experiência ao fazer um safári em uma reserva privada chamada Madikwe Game Reserve e ao me hospedar no Rhulani Safari Lodge.

Como é fazer um safári na Madikwe Game Reserve?

Considerada a terceira maior reserva ecológica da África do Sul e a 30 km da fronteira com Botswana, a Madikwe Game Reserve também é endereço certo para quem quer conhecer os “Big 5” da África, os animais mais difíceis de serem caçados da savana (búfalo, elefante, leopardo, leão e rinoceronte). Ela também é considerada zona livre de malária.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul e hospedagem no rhulani safari lodge - avistamento de um casal de leões

Reserve seus passeios

Tours selecionados em Madikwe:

Uma das vantagens de se fazer um safári em reservas menores como a Madikwe é ter experiências mais genuínas, afinal essas regiões são menos procuradas pelas excursões e passam uma sensação de exclusividade.

 

Uma parceria público-privada administra os mais de 75 mil hectares da reserva Madikwe e, por isso, é cobrada uma taxa de preservação de 180 rands por pessoa para quem chega por via terrestre.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul e hospedagem no rhulani safari lodge passeio guiado

Como chegar à reserva Madikwe?

Do aeroporto de Joanesburgo são aproximadamente cinco horas de viagem até a entrada do parque. O transporte oferecido pelo lodge custava aproximadamente 350 dólares e poderia ser dividido com outros passageiros. Uma opção mais rápida é voar num pequeno avião até a pista de pouso em Madikwe (aproximadamente 250 dólares por pessoa). Para reservar esse transfer, basta entrar em contato diretamente com seu hotel ou preencher o formulário no site da reserva.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul

Embora a estrada seja boa e bem sinalizada, uma vez na reserva você não precisará mais de carro alugado, por isso, é mais viável negociar esse traslado diretamente com o lodge. E fique tranquilo: este é um roteiro perfeitamente viável de ser organizado por conta própria.

Onde ficar na Madikwe Game Reserve?

Sei que, muitas vezes, o valor final tem uma grande influência no orçamento da viagem, mas garanto que esse é o tipo de roteiro que vale investir um pouco mais na sua hospedagem, afinal não é todo dia que se vive tão próximos de animais silvestres como no coração da savana.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul: olha a zebra!

oferta de hotéis nos safáris da África do Sul é muito vasta e bem estruturada, com diferentes lodges espalhados pelas diversas reservas naturais no país e que desempenham um papel fundamental na hora dessa aventura.

Assim como modelos bem-sucedidos na América do Sul como os hotéis chilenos do grupo Tierra Hotel, o conceito da maioria dos lodges busca proporcionar uma experiência completamente diferente e é nessa hora que o investimento numa boa hospedagem faz toda diferença. Eles oferecem não apenas conforto e comodidades, mas também organizam todas as saídas para observação dos animais e ainda cuidam do transporte, da alimentação e realizam um atendimento que faz toda diferença.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul: leoa

Gosto muito desse conceito que se preocupa com a vivência do hóspede no destino como um todo, desde sua chegada até a hora da despedia. Talvez essa seja a graça do Rhulani Safari Lodge, dentro da reserva Madikwe.

O Rhulani Safari Lodge

O lodge tem apenas nove quartos bem amplos e separados da casa principal onde fica a piscina, a sala de jantar, de estar e o bar/recepção. Ele aceita criança de qualquer idade, mas segue a regulamentação do parque quanto às restrições dos menores de 12 anos na hora da participação dos safáris.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul e hospedagem no rhulani safari lodge - área externa da piscina

Todas as refeições estão inclusas, assim como o wifi e as saídas para passeios, mas não espere encontrar televisão no quarto, afinal, seu melhor filme está passando ao vivo bem do lado de fora das grandes janelas de vidro.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul e hospedagem no rhulani safari lodge e belo entardecer

O hotel também costuma providenciar o traslado saindo do aeroporto de Johanesburgo ou do pequeno aeroporto por um custo adicional. A baixa temporada baixa vai de maio a setembro e a alta de outubro a abril, sendo que a última quinzena de dezembro é considerada altíssima temporada.

Nunca vou esquecer das músicas típicas que os funcionários cantavam para se despedir do nosso grupo, fechando com chave de ouro esses dias mágicos no coração da savana africana.

Safári na reserva Madikwe na África do Sul e hospedagem no rhulani safari lodge

O Sundaycooks viajou a convite do turismo da África do Sul e da South African Airways em 2015 e em 2016 a convite da LATAM.

Assine nossa newsletter!

Comentários