atualizado em:

Google World Wonders e outras maravilhas

Dia 31 de Maio passado, foi lançado o Google World Wonders (ou Google Maravilhas do Mundo),  que permite uma visita […]

por Fred Marvila outros artigos do autor
atualizado em:

Dia 31 de Maio passado, foi lançado o Google World Wonders (ou Google Maravilhas do Mundo),  que permite uma visita virtual a mais de 130 lugares históricos em 18 países, incluindo Stonehenge, Pompeia, Yosemite, Templos de Kyoto e até Ouro Preto e Diamantina 🙂 O World Wonders Project vem se juntar ao Google Art Project, que permite visitas virtuais a vários museus do mundo, sempre com o intuito de preservar e levar a cultura de maneira online para todo mundo.

Google World Wonders Project

A ideia do World Wonders Project é mapear desde sítios arqueológicos e maravilhas da natureza até cidades históricas e tombadas como patrimônio da humanidade para que estes sejam divulgados e estejam acessíveis em qualquer lugar do mundo por qualquer pessoa.

Uma das coisas mais interessantes do projeto é que o pessoal do Google também quer que ele seja um recurso a mais na sala de aula tanto para professores quanto para estudantes, e, para isso, eles disponibilizaram vários materiais para serem discutidos em sala de aula 😀

Google World WondersGoogle World Wonders

Imagina como as crianças e adolescentes iriam ficar empolgados se esse tipo de material fosse usado nas salas de aula, principalmente nas aulas de história e geografia! Eu iria adorar 😛

E para nós viajantes é um prato cheio, tanto para relembrar e aprender mais sobre os lugares maravilhosos por que passamos, como para ajudar na escolha da próxima viagem e, porque não, para ajudar a viajar, mesmo que virtualmente, naquele período de entressafra de viagens :mrgreen:

Google World Wonders

Google World Wonders

O Google World Wonders Project conta com a parceria da UNESCO, do World Monuments Fund, do Getty Images e do Ourplace para que informações, vídeos e imagens extras sejam disponibilizadas sobre cada local.

Como usar:

Pelo próprio Google Maps: Basta pesquisar pelo local que você quer ver (Stonehenge, por exemplo) e usar o Street View para chegar mais perto 🙂

Pelo site do Google World Wonders Project: Lá você poderá ir direto ao local que você quer ver e também encontrará informações extras, vídeos e fotos sobre cada lugar.

Google World Wonders: De quem é essa casa?

Quem sabe de quem foi essa casa?

Uma dica: fica numa das cidades históricas do Brasil 😀

Aqueles que adivinharem ganharão um joinha 😛

Google Art Project

Lançado já há mais tempo, o Google Art Project segue a mesma linha do Google World Wonders, mas com foco na preservação e divulgação de obras de arte e museus pelo mundo. Além de permitir que você possa entrar e andar virtualmente pelos museus, o projeto traz informações extras sobre cada peça e permite que você monte sua própria galeria virtual com as obras que você mais gosta para compartilhá-las com seus amigos.

Eu criei minha Galeria de Arte Em Construção 🙂

Google Arts Project

Quando ouvi sobre o projeto a primeira vez, achei legal, mas não havia “botado reparo” em todas essas funcionalidades extras! Gostei muito da ideia e pude revisitar vários dos museus e obras que conheci pelo mundo e também descobrir alguns detalhes que não estão disponíveis na “versão offline” 😛

Google Arts Project: Pinacoteca do Estado de São Paulo
Clique no + e você será levado à pagina com mais detalhes da obra
Google Arts Project: Pinacoteca do Estado de São Paulo
Obras da Pinacoteca disponíveis online
Google Arts Project
Resultado da pesquisa por Vincent van Gogh
Google Arts Project: Vincent Van Gogh
Detalhes sobre o quadro. Clique no mapa para ver onde o artista nasceu e morreu.

Infelizmente não é todo museu que tem o mapa interno e não é toda obra de um museu que está disponível online 🙁 Eu fui seco para ver a “Woman with a Parasol” do Monet do National Gallery of Art de Washington DC, mas infelizmente somente algumas obras estão disponíveis. Mas consegui ver o autorretrato do Van Gogh, há! 😛

Google Arts Project: Vincent Van Gogh

Para visitar os museus já mapeados, você pode usar o Google Maps e o Street View (quando um caminho azul aparecer dentro de um museu), ou ir direto para o site do Google Art Project e se deliciar por lá.

Assine nossa newsletter!

Comentários