atualizado em:

Tirando o visto para o Japão

Olimpíadas, animes ou sushi - o Japão sempre desperta nossa curiosidade. Veja como tirar o visto de turista para a terra do sol nascente.

por Íris Takahashi outros artigos do autor
atualizado em:

Se você já ficou com vontade de comer sushi na esteirinha, de visitar as plantações de arroz e chá no meio da cidade, de conhecer a tecnológica Tokyo ou de vistar as dezenas de castelos e templos espalhados pelo país, chegou a hora de ir ao Japão! Com as passagens comprada, hotéis reservados e dinheiro na mão, só falta uma coisa para você chegar na terra do Sol Nascente: o visto.

Visto?

É.

Quem precisa tirar o visto do Japão?

Brasileiros precisam de visto para entrar no Japão.

Apenas cidadãos destes países – dupla cidadania vale – não precisam passar pelo processo convencional. Caso contrário, é necessário providenciar o visto de turista para entrar no Japão.

Não se preocupe, o processo é rápido, organizado e relativamente simples.

Como tirar o visto do Japão - 02

Documentos necessários para tirar o visto do Japão

Independentemente do seu estado ou região, a documentação para visto de turista é sempre a mesma:

Lista de documentos para tirar o visto japonês:

  • Passaporte válido. Apresentar também os passaportes anteriores que possuírem visto japonês.
  • Formulário de pedido de visto japonês preenchido (digitalmente ou com letra de forma) e assinado conforme passaporte. Um formulário para cada viajante.
  • Uma foto 3×4 recente, tirada a no máximo 6 meses, com fundo branco e sem data.
  • Passagem de ida e volta partindo do Brasil (original e cópia) ou print da reserva.
  • Carteira de identidade (original e cópia simples) ou uma cópia autenticada.
  • Comprovante de rendimento (original e cópia simples)
    • Declaração de IRPF na íntegra + comprovante de entrega
    • Holerites dos últimos 3 meses
    • Carteira de trabalho
    • Extrato bancário de conta corrente, aplicações financeiras, poupança, etc.
  • Documentos que comprovem a finalidade da viagem
    • Turismo: cronograma de viagem, deve ser preenchido pelo próprio passageiro.
    • Negócios: carta da empresa.
    • Visita a parentes e amigos: carta de garantia (em português, japonês ou inglês, atestado de residência – se o parente ou amigo for japonês – ou atestado de registro de estrangeiro (se for estrangeiro); comprovante de renda; cópia do passaporte com todos os carimbos (se estrangeiro) e carta convite (em português, inglês ou japonês).
    • Participação em congressos, concursos, torneio esportivo amador ou outros eventos: documento que comprove a realização e inscrição no evento, carta convite (em português, inglês ou japonês) e carta da empresa que arcará com as despesas.

O consulado avisa que outros documentos podem ser solicitados, então avalie bem a sua documentação.

Para qualquer requisição de visto, o  governo quer saber se você é um cidadão idôneo, se possui passagem de ida e volta e se tem meios de se manter durante o período, bem como um emprego ou algo motivacional para voltar para o Brasil. Caso alguma documentação sua gere algum tipo de dúvida, fique preparado para levar papeis a mais que comprovem esses dados.

Visto de uma ou de múltiplas entradas?

Hoje em dia o consulado permite que o turista escolha entre o visto de uma ou múltiplas entradas. A documentação é a mesma para os dois tipos de visto, mas adicione à solicitação de múltiplas entradas uma carta justificando a requisição.

Consulados do Japão no Brasil

Abaixo você encontra os endereços dos consulados japoneses no Brasil com seus respectivos sites e telefones. Escolha aquele que for mais próximo.

São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Triângulo Mineiro

Rio de Janeiro, Minas Gerais* e Espírito Santo (*exceto o Triângulo Mineiro)

Distrito Federal, Goiás e Tocantins

  • Embaixada do Japão
  • Endereço: Setor de Embaixadas Sul Quadra 811, Lote 39, CEP 70425-900 Brasília-DF
  • Telefone: (61) 3442-4200

Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe

Amapá, Maranhão, Pará e Piauí

Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima

Como tirar o visto do Japão - 01

Quanto custa o visto de turista para o Japão

Leve a quantia exata necessária para pagamento do visto (não são aceitos cartões de crédito ou débito):

  • Uma entrada: R$ 97,00
  • Duas ou múltiplas entradas: R$ 194,00

Taxas válidas até 31 de março de 2018.

Como pedir o visto japonês

Quer agradar?

  1. Coloque tudo na ordem listada acima, prenda com um clipe de papel.
  2. Coloque dentro de uma pasta.
  3. Leve diretamente ao consulado da sua região.

Caso não possa ir pessoalmente, providencie uma procuração simples em nome de quem te representará no consulado. Não são aceitos documentos enviados via correios.

Quanto tempo leva para o visto do Japão ficar pronto

Em 5 dias úteis o seu visto estará pronto para retirada!

Agora é só preparar a lista de livros, músicas e vídeos (já se inscreveu no canal do Sundaycooks?) para levar durante o voo.

Visto de Trânsito

Vai só fazer conexão no Japão? Tire o visto de trânsito, providenciando:

  • Documentos listados nos itens 1 a 6 acima;
  • Visto do país de destino (ou seja, você deve providenciar o visto japonês POR ÚLTIMO)
  • Taxa: R$ 23,00 (válida até 31 de março de 2018)

Como tirar o visto do Japão - 04

Programa de isenção do governo japonês

Olha que legal.

Até 31 de março de 2021, com o intuito de aumentar o turismo na região afetada pelo acidente de Fukushima, o governo Japonês isenta a taxa de visto para quem comprove que o roteiro de viagem passará, em algum momento, pelas províncias de Miyagi, Fukushima e Iwate. Para isso, apresente junto com a documentação do visto um ou mais dos documentos abaixo:

  • Reserva de hotel
  • Reserva de passagem (área, marítima ou ferroviária)
  • Reserva de excursão na região
  • Reserva ou ingresso do evento a ser realizado na região
  • Convite para o congresso a ser realizado na região

Essas são regiões belíssimas ao norte do Japão, com um inverno bastante gelado e verão ameno. Por exemplo, um dos cenários mais bonitos do país é Matsushima, um conjunto de ilhotas localizadas na província de Miyagi.

Vontade de viajar, roteiro pronto, visto aprovado. Agora é só arrumar as malas e desbravar o oriente. Boa viagem!

Assine nossa newsletter!